O Samsung Galaxy S10 só será lançado em 2019, mas é a hora de pensar em até que ponto o modelo deverá ser uma mera evolução do Galaxy S9, ou se ele precisa ser uma repaginação completa do dispositivo.

O Samsung Galaxy S9 é um excelente smartphone, mas não passa de uma evolução do Galaxy S8. A grande diferença no design foi a posição do leitor biométrico, e o modelo carece de originalidade do design. Em resumo: se você tem um Galaxy S8, não vale a pena ir para o Galaxy S9.

A principal diferença entre os dois está nas câmeras, e no final das contas, são diferenças tão pequenas, que nem isso justifica o upgrade.

A Samsung precisa melhorar o Galaxy S10. O Galaxy S9 pode competir com a concorrência sem medo. Mesmo assim, os fãs querem mais. Estão acostumados em ver a Samsung ultrapassar barreiras, como telas curvas, bordas reduzidas e a S Pen.

Há quem diga que o Galaxy S10 terá sensor biométrico na tela, câmeras acima da média e tela AMOLED única. Mas precisa também surpreender no design.

Apesar de não haver muito o que inventar, reconheço que o design dos dispositivos da Samsung melhorou um bocado com o passar dos anos, fazendo algo que só a Apple fez até o momento: moldar o mercado.

Para concluir, o Galaxy S10 precisa trazer a chama da Samsung de volta. Os amantes da marca não são tão fieis ou pacientes quanto os da Apple.