mulher-usando-iphone-6

Um grupo de pesquisadores de Barcelona (Espanha) e financiado pela Telefónica Research conduziu um estudo que determina quando estamos chateados diante do smartphone, analisando o comportamento de múltiplos usuários, os aplicativos acessados, a frequência e a intensidade de uso.

Depois, eles criaram outro aplicativo que recompila essa informação, analisando e determinando com uma precisão de83% se o usuário está ou não chateado diante do smartphone. O uso mais imediato do estudo é a recomendação personalizada de conteúdos. Quando se detectava que um usuário estava chateado, o aplicativo propunha a leitura de uma notícia que poderia entretê-lo, mas no futuro, um sistema similar pode propor atividades na região que o usuário está, de acordo com os seus gostos.

O estudo “When Attention is not Scarce -Detecting Boredom from Mobile Phone Usage” será apresentado oficialmente nessa semana na UbiComp2015 no Japão, e se resultar interesse de investidores, podemos ter soluções similares em aplicativos instalados nos nossos smartphones no futuro.