Início » Telefonia » Smartphones com telas de 6 polegadas correm o risco de extinção?

Smartphones com telas de 6 polegadas correm o risco de extinção?

Compartilhe

Em um passado não muito distante, todos tinham que se contentar com telas de smartphones com até quatro polegadas. Depois, veio o Samsung Galaxy Note, e as telas de cinco polegadas se tornaram o padrão. Aí vieram os dispositivos com seis polegadas ou mais. E agora, temos praticamente um tablet no bolso, com telas de sete polegadas.

Hoje, o mundo prefere telas maiores para smartphones. Até porque hoje este é o dispositivo principal para consumo de conteúdo na internet, games e redes sociais. Porém, o que estamos vendo é quase um processo de extinção das telas com 6 polegadas ou menos.

 

 

 

O que está acontecendo?

No começo, o celular era enorme. E então, todo o mercado ficou obcecado em diminuir os telefones ao máximo, para que os mesmos fossem mais compactos e portáteis. Porém, no começo, a internet não existia, e poucos eram os conteúdos consumidos através das telas pequenas.

Hoje, temos os smartphones com telas generosas, com bordas infinitas, notch e furos na tela, acompanhadas de um hardware cada vez mais potente. O consumo de conteúdo pelos telefones atuais é intenso, com o streaming em clara ascensão e os jogos mobile no seu auge.

Por conta de tudo isso, está mais do que explicado por que a grande maioria dos usuários preferem contar com smartphones com telas de 6 polegadas ou mais. Diante de tal cenário, quanto maior a tela do telefone, melhor será a experiência de uso.

Porém, como fica a situação daqueles usuários que realmente preferem ter nas mãos um smartphone com uma tela menor, até mesmo buscando uma melhor experiência de uso mais alinhada com as suas características? Quem tem mãos pequenas enfrenta dificuldades ao utilizar um smartphone com uma tela grande demais.

Nesse momento, é bem difícil encontrar um smartphone top de linha com tela abaixo das cinco polegadas, mas ainda é possível identificar alguns modelos. O iPhone SE (2020) é uma das opções, e ele nem é tão caro assim. Por outro lado, ele abre mão de alguns detalhes, como por exemplo uma autonomia de bateria maior.

A grande maioria dos fabricantes não ajuda os consumidores que procuram por bons telefones com telas pequenas. Samsung, Huawei, Oppo e tantas outras não lançam dispositivos com telas de 5 polegadas ou menos com um hardware robusto há muito tempo, e não há previsão para isso acontecer a médio prazo.

Parece que o mundo dos smartphones está fechado com as telas maiores, sempre superando a casa das 6 polegadas. E essa tendência pode sim determinar a extinção dos dispositivos com telas menores, infelizmente.


Compartilhe