A Sony confirmou na semana passada que está fora da E3 2019. É a primeira vez que isso acontece em 24 anos de evento. Já Microsoft e Nintendo confirmaram presença, e reivindicaram a importância da feira no setor.

Porém, não é a primeira vez que gigantes do setor desistem do maior evento de videogames do ano. Vejam o caso da THQ Nortic este ano, que preferiram focar esforços na Copa do Mundo Rússia 2018.

Já vimos outras empresas abandonarem a E3 para criar os seus próprios eventos em datas próximas, e assim conseguiram captar a atenção exclusiva dos jogadores e da imprensa.

 

 

A Sony fica de fora da E3 2019

 

 

A confirmação da Sony é mais surpreendente porque não apenas estão fora da E3 2019 como não vão realizar nenhuma conferência de imprensa na época. Mas buscam formas criativas para envolver a comunidade.

Em 2018, a Sony já mostrou que pensa diferente. Na mesma E3, no lugar de realizar um evento abordando vários jogos, focou suas atenções em quatro dos seus maiores títulos: Death Stranding, Spider-Man, Ghost of Tsushima e The Last of Us Part 2.

Ou seja, tudo indica que teremos em 2019 uma edição mais que especial da PlayStation Experience, que não acontecerá em 2018 (pela primeira vez desde 2014), e que deve confirmar a chegada do PlayStation 5.

Na prática, a Sony não quer gerar expectativas altas e depois não cumprir tais expectativas. é compreensível.

 

 

Microsoft e Nintendo renunciam aos seus próprios eventos

 

 

Já Microsoft e Nintendo vão aproveitar o espaço deixado pela Sony, com esta última anunciando que volta à E3, depois de anos fora.

A Nintendo reforça que a E3 é uma excelente oportunidade para compartilhar novos jogos e novas experiências com os fãs e parceiros, e que planeja a cada ano qual é a melhor forma de aproveitar o evento.

A Microsoft tem um discurso similar, e entende que a E3 é uma plataforma incrível para mostrar jogos atraentes, em um evento que melhora a cada ano no alcance junto aos fãs.

Ou seja, Microsoft e Nintendo se unem a outros desenvolvedores recorrentes como Ubisoft, Activision e Warner Bros. Interactive para participarem de uma E3 2019 que está esvaziada da empresa que tem o console líder da atual geração.

Só vamos descobrir no meio do ano que vem o quanto que a Sony fez falta no evento. Ou se essa ausência será compensada com um novo console. Muitos apostam que o PlayStation 5 chega em evento especial.

Eu também coloco minhas fichas nisso.