Início » Games » Steam Deck pode virar um “Xbox portátil”?

Steam Deck pode virar um “Xbox portátil”?

Compartilhe

O Steam Deck, console portátil da Valve, já deu muito o que falar. Em teoria, ele pode executar qualquer jogo do catálogo da Steam, mas isso levanta dúvidas para muitos por causa de alguns títulos muito exigentes, como Microsoft Flight Simulator ou Cyberpunk 2077.

Isso chama a atenção, porque ele tem tudo para ser mais potente e completo que o seu principal concorrente direto dentro desse segmento (aka Nintendo Switch). Agora, o que realmente deixou muitos gamers ovulando foi uma publicação de Phil Spencer, principal responsável pelo Xbox, em sua conta oficial no Twitter.

Esse tweet abaixo.

 

 

 

 

O que essa mensagem quer dizer?

 

 

Quer dizer que Phil Spencer testou o Steam Deck, inclusive com o Xbox Cloud, que funciona perfeitamente no produto da Valve. E isso abre portas interessantíssimas para o futuro, mostrando que o console não ficaria limitado ao seu catálogo na Steam, sendo também compatível com a plataforma de jogos na nuvem da Microsoft.

Se isso realmente acontecer, a galera da Microsoft vai ter alguns problemas a serem gerenciados.

A primeira vantagem que o Steam Deck vai ter em relação ao Nintendo Switch é bem óbvia e evidente: o acesso ao serviço na nuvem da Microsoft em si. E, como bônus, uma execução de jogos perfeita, já que rodar um game na nuvem exige uma quantidade de recursos muito menor por parte do dispositivo.

A consequência disso é uma maior autonomia de bateria do Steam Deck.

Não só isso: se o Xbox Cloud funciona perfeitamente no Steam Deck, podemos esperar que o mesmo aconteça com plataformas como GeForce NOW ou Google Stadia? Se sim, o produto da Valve tende a ser muito mais promissor do que o inicialmente especulado.

É claro que tudo está no campo das especulações e teorias, mas se esses experimentos se materializarem para o usuário final, o cenário como um todo muda consideravelmente, e o Steam Deck fica muito mais atrativo para os gamers do que água gelada no deserto.

As dúvidas em relação aos jogos mais exigentes da Steam continuam, mas se o console portátil for compatível com as plataformas cloud gaming dos principais protagonistas do setor, esse problema estaria parcialmente resolvido logo de largada.

Já pensou? Você, amigo leitor, jogando Cyberpunk 2077 com ray tracing e ajustes gráficos no máximo, sem lags, e em qualquer lugar através de um console portátil?

Tá, você pode não gostar de Cyberpunk 2077. Mas vale a pena pensar na possibilidade.


Compartilhe