@oEduardoMoreira

De tudo, um pouco de mim

Tag Archives: asus

ASUS ZenBo, um robô que controla sua casa e te faz companhia

by

ASUS ZenBo

A ASUS apresentou hoje (30) na Computex 2016 um produto que sai do seu convencional. O ASUS ZenBo é o primeiro robô assistente pessoal dos taiwaneses, que tem estética agradável e bem ajustada para contribuir com as interações com os humanos, com resultados agradáveis.

Ainda que o seu objetivo principal seja auxiliar os idosos em suas casas, o produto é perfeitamente aproveitável para qualquer tipo de usuário, já que pode se mover de forma independente e reconhece diferentes comandos de voz. Entre suas principais possibilidades, temos funções de lembrete de tarefas e assuntos importantes, como por exemplo recomendações médicas e horários de medicamentos, assim como programas de atividades esportivas, além de monitorizar tudo o que acontece na casa e detectar situações de emergência, como acidentes e quedas.

Em caso de incidentes, o ASUS ZenBo avisa a família, que pode ver o que está acontecendo através de sua câmera integrada. Uma ideia fantástica, e que unida aos demais elementos dota o robô de um grande potencial.

ASUS ZenBo-01

O seu design foi muito bem cuidado, para que a interação seja agradável. O robô pode atuar como companheiro de jogos, uma vez que possui um sistema com capacidade de aprendizagem independente e até como babá das crianças da casa. Também conta com uma coleção completa de livros que podem ser lidos em várias vozes diferentes, e um sistema de som que reproduz canções para que a criança cante e dance junto com o robô.

Por fim, mas não menos importante, o ASUS ZenBo foi desenvolvido para interagir sem problemas com o lar inteligente, podendo controlar diversos eletrodomésticos da casa.

Não há informações sobre sua disponibilidade. Seu prelo deve rondar a casa dos US$ 600.


ASUS  ZenBo-02 ASUS  ZenBo-03 ASUS  ZenBo-04 ASUS  ZenBo-05 ASUS  ZenBo-06

Via SlashGear

A Intel, por enquanto, “beneficiou” a ASUS

by

asus-zenfone-2

A notícia da Intel em cancelar projetos de futuros processadores da linha Atom tinha uma possível vítima imediata: a Microsoft, com o projeto do Surface Phone. Porém, teve uma “beneficiada” direta: a ASUS, que decidiu adotar a Qualcomm como fornecedora de processadores para os seus dispositivos da linha ZenFone.

Explico o benefício: muitos entendem até hoje que os chips Intel Atom não são tão capazes de entregarem um desempenho pleno e ajustado para os dispositivos Android disponíveis no mercado. O ceticismo talvez exista por conta dos primeiros dispositivos com esses processadores, onde alguns aplicativos considerados essenciais não eram compatíveis com o chip dos norte-americanos.

Esse tempo já passou. As últimas versões dos processadores Intel para dispositivos móveis são competentes para rodar os aplicativos mais procurados do mercado para o sistema operacional da Google. Mesmo assim, a estigma continua, e muitos demonstravam uma certa rejeição aos smartphones ASUS ZenFone por conta dessa parceria, que não era considerada de futuro.

O tempo mostrou que os críticos tinham uma boa dose de razão em sua perseguição, mas por outras vias. Por conta da desistência da Intel no mercado mobile, uma vez que eles perceberam que já era muito para eles uma empreitada desse porte. Nesse caso, por incrível que pareça, essa pode ser uma boa notícia para a ASUS, que pode impulsionar as vendas do ZenFone com um chip mais confiável e reconhecível junto ao grande público.

No caso da Microsoft, o projeto do Surface Phone tinha em partes sua base nos chips Intel Atom, por conta de sua arquitetura. Terão que repensar tudo. Já a Qualcomm não precisa mexer muito. No máximo ajustar o software ao novo chip, visando um melhor desempenho.

Em resumo: nem toda troca é tão prejudicial assim. Algumas delas podem se reverter em imagem positiva para o fabricante. Pode ser o caso da ASUS com a chegada da Qualcomm aos seus dispositivos ZenFone (além da manutenção da MediaTek na mesma linha, mas que fica com apenas 10% de todos os dispositivos produzidos pelos asiáticos).

ASUS Zenfone Zoom

by

asus-zenfone-zom-oficial-03

Não é a primeira vez que inserem um sensor ótico de fotografia em um smartphone. Logo, o ASUS Zenfone Zoom não deve conquistar pelo ineditismo, mas sim pela eficiência dessa proposta. Um zoom ótico bem ajustado, em uma lente com dez elementos que se ajustam de acordo com as condições da cena proposta pode ser algo muito bem vindo para os usuários mais exigentes no aspecto fotográfico.

A ASUS apresentou esse produto em pleno feriado de sexta-feira santa, mas não promete milagres com o produto. O sensor traseiro de 13 MP conta com uma abertura de f/2.7 – f/4.8, o que pode parecer muito para os padrões de fotografia estabelecidos nos smartphones que encontramos no mercado atual (principalmente na questão de maior captação de luz), mas que podem ser muito eficientes naquilo que a ASUS pretende com o modelo: um zoom com menor distorção de detalhes.

Para mim, seria muito interessante ter um smartphone com uma câmera com sensor tão dedicado. Uma maior riqueza de detalhes para a captura de imagens é algo sempre bem vindo. Por outro lado, se olharmos para o que os concorrentes oferecem, temos soluções igualmente eficientes. O Zenfone Zoom acaba sendo um modelo voltado para um público bem específico, que muito provavelmente já escolheu outros modelos para chamar de seu.

asus-zenfone-zom-oficial-02

De qualquer forma, estamos diante de um interessante smartphone nas suas especificações técnicas. Duas versões de processadores quad core com clocks variados (2.3 GHz e 2.5 GHz), 4 GB de RAM, 64 ou 128 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de ate 128 GB) e uma generosa tela de 5.5 polegadas (1080p). Ou seja, o ASUS Zenfone Zoom é um autêntico top de linha, que pode oferecer um desempenho bem decente para a maioria dos usuários.

É uma proposta que considero equilibrado a suficiente para brigar com alguns dos modelos que estão acima dele nas especificações e preço. Pode convencer o consumidor mostrando que não precisa pagar a mais para ter uma câmera de alta qualidade em um hardware eficiente no seu desempenho. Talvez o argumento de oferecer um sensor ótico possa ajudar. Mas olhando para o smartphone como um todo, entendo que ele não é só uma câmera que faz ligações e acessa a internet.

asus-zenfone-zom-oficial-04

O ASUS Zenfone Zoom já está disponível para compra no mercado brasileiro.

ASUS RT-AC5300, um roteador em forma de besta

by

ASUS RT-AC5300-topo

Com oito antenas e a credencial de ser ‘o roteador mais rápido do planeta, o ASUS RT-AC5300 chama a atenção pelos motivos mais óbvios do mundo. Sua aparência agressiva é muito bem vinda para os gamers, ou geeks mais descolados que querem intimidar clientes que chegam na empresa, ou amigos que vão jogar em casa.

Esse roteador trabalha com frequências de 2.4 GHz e 5 GHz, e pode alcançar velocidades de mais de 5.300 Mbps de transmissão de dados internos (não estou aqui dizendo que sua internet ficará mais rápida, mas sim que a transmissão de dados será otimizada), e não apenas a latência da internet diminui, mas se você quiser transmitir rapidamente arquivos em uma rede doméstica, ele oferece essa opção, através de duas portas USB (uma delas 3.0).

Outra vantagem do ASUS RT-AC5300 é a possibilidade do usuário trabalhar com alta velocidade na transmissão de dados tanto no modo sem fio como no modo com fio, já que o dispositivo conta com recursos que permitem a alternância da transmissão de dados nos dois modos, direcionando tudo para uma melhor performance.

Resultado: quero um desses na minha casa. E nem é tanto pela velocidade, que é sempre muito bem vinda. Mas ter um bicho desses na sala da minha casa fará com que certas visitas nunca mais peçam a senha do WiFi da minha residência. Fato.

ASUS Zen AIO S: a prova que os desktops all in one podem ser bonitos e potentes

by

zen-aio-s-2

‘Que beleza!’ Foi o que pensei quando vi o desktop all in one ASUS Zen AiO S. Um computador que tem leve inspiração nos últimos iMacs (principalmente na sua base), mas que possui identidade própria, para ser chamado de produto bonito e atraente, mas sem ser a cópia de algo que já foi lançado.

A ASUS foi muito feliz na utilização do alumínio para a sua carcaça externa. Deu um ar de produto premium a um computador que tem preço inicial sugerido de 1.099 euros. Um valor que não é elevando, levando em conta que estamos diante de uma tela que pode receber resoluções 4K, sem falar em complementos preciosos, como por exemplo as duas portas USB Type-C (que, felizmente, estão se tornando regra no mercado de informática de consumo).

Disponível em dois modelos com 21.5 e 23.8 polegadas, o ASUS Zen AiO S é compatível com os processadores Intel Core i5/i7 de sexta geração, além de serem compatíveis com a tecnologia RealSense 3D da Intel, algo que pode ser muito bem vindo quando trabalhado com a tecnologia de reconhecimento Windows Hello, presente no Windows 10. Ou seja, é um computador com um ótimo potencial, que não deixou de lado a beleza e a relação custo-benefício.

zen-aio-s-3

A ênfase que a ASUS coloca no design dos seus produtos pode mais uma vez ser comprovada. Nos novos smartphones da linha Zenfone, a empresa enfatizou isso ao ponto de dar um destaque todo especial para esse aspecto do dispositivo, e para o trabalho da equipe de designers para o desenvolvimento do novo smartphone. Inclusive levou ao evento de São Paulo alguns renders que mostram um pouco do trabalho de evolução das linhas do telefone.

No ASUS Zen AiO S, isso não foi diferente. É claro que ainda não entramos em detalhes sobre a evolução das linhas desse produto em específico, mas bem podemos imaginar o quanto a ASUS trabalhou para alcançar esse resultado, que fatalmente vai chamar a atenção daqueles que querem colocar um estilo único no seu escritório, mas sem deixar de lado a performance para as suas tarefas pessoais e profissionais.

 

Um notebook com ‘mochila’ de refrigeração líquida? A ASUS tem!

by

GX700_960

Não é todo dia que você verá isso. O novo ASUS ROG GX700 conta com uma ‘mochila’ de refrigeração líquida. Ok, não é literalmente uma mochila, mas como o dispositivo é posicionado na parte traseira do notebook, a ideia é mais ou menos a mesma.

Bem sabemos como os notebooks pensados nos gamers exigem recursos poderosos de hardware, e em como esse hardware pode liberar calor. O superaquecimento pode prejudicar a performance geral do equipamento, e os gamers não querem isso na hora que estão desenvolvendo suas estratégias nos jogos online. Por isso a ASUS pensou nessa solução interessante para deixar o novo notebook em uma temperatura mais aceitável para as longas rotinas de jogos.

Tudo bem que tal solução tira parte da portabilidade do ROG GX700, mas pense que é algo mais do que necessário para um notebook com processador Intel Skylake (que pode receber um overclock, o que aumenta a exigência desse hardware nas rotinas de longa duração), gráficos NVIDIA de última geração e tela de 17 polegadas com processador 4K. É muita coisa para um produto só.

Bom, deve ser um dos notebooks mais completos para games que você pode encontrar no mercado atual, se não for o mais potente. Ao mesmo tempo, é um dos notebooks para games mais caros que o seu dinheiro NÃO pode comprar. A ASUS não revelou o preço do ROG GX700, mas deve ficar entre o ‘proibitivo’ e o ‘tenho que vender meu rim no mercado negro para conseguir um’.

O Windows 10 em um pendrive? O Asus VivoStick é quase isso

by

asus-vivo-stick

Virou moda. E essa moda é boa. Ter computadores (quase) completos que cabem no seu bolso era algo quase inimaginável em um passado distante, mas como a tecnologia é algo em constante evolução, hoje temos soluções viáveis e que podem abrigar tudo o que precisamos para o mínimo de produtividade e conectividade em dispositivos com dimensões bem reduzidas. É o caso do Asus VivoStick, apresentado na IFA 2015.

Em um dispositivo que pesa aproximadamente 70 gramas, temos um processador Intel Cherry Trail, 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento e várias portas de conectividade. Tudo isso é gerenciado pelo Windows 10, e mesmo que você não obtenha um desempenho top de linha em um produto como esse (e nem é o objetivo), você pelo menos tem um dispositivo pronto para ser usado em qualquer lugar. E com um custo baixíssimo: US$ 129.

Levando em conta que estamos falando de um sistema operacional da Microsoft (que já foi bem mais caro, mas ainda não é Open Source como os seus concorrentes), a relação custo-benefício do Asus VivoStick é muito interessante, principalmente para os usuários que precisam de um computador para as tarefas mais básicas. É uma alternativa interessante aos Chromebooks, uma vez que você pode chegar em qualquer lugar com um monitor ou TV com HDMI, conectar o dispositivo, e realizar uma tarefa básica de edição ou consulta na web (sempre se lembrando de levar o teclado e o mouse na mochila, é claro).

Além disso, produtos como o VivoStick tornam o mundo da informática e da internet algo acessível para as populações de baixa renda, uma vez que essa alternativa é uma das mais baratas disponíveis no mercado. Ok, talvez você pense que uma TV com HDMI não é uma das coisas mais baratas do mundo, e que talvez valesse mais a pena investir um pouco mais para ter um notebook com Chrome OS ou até mesmo com o Windows 10 (olá, Lenovo Ideapad 100S).

Pode ser. Mas as chances das pessoas terem uma TV com HDMI em casa hoje são consideráveis. E para quem quer trabalhar em bibliotecas ou escolas (onde existem os monitores e TVs com tal porta), esse dispositivo pode ser uma mão na roda.

Então, Asus… mais um que pode ser enviado pra gente brincar… o que acham disso?

A ASUS agradece ao dólar (e à Motorola também)

by

moto-g-2015-music-05

Uma coisa um pouco vergonhosa aconteceu na semana passada, durante o evento de lançamento dos novos smartphones da linha Zenfone da ASUS. Depois dos anúncios dos preços dos dispositivos, foi possível ouvir um ‘chupa, Motorola’, vindo de meia dúzia de pessoas (que depois eu fiquei sabendo que eram jornalistas, e este é o motivo da minha vergonha). Na verdade, o grito refletia o sentimento de muitos dos presentes: a ASUS estava desafiando a Motorola. Simples assim.

Com modelos com preços a partir de R$ 899 (que podem custar menos de acordo com o e-commerce escolhido) e especificações técnicas um pouco acima do que o Moto G de 3ª Geração oferecem, a nova linha Zenfone da ASUS chegou para fazer barulho, e não só no segmento de linha média, mas também nos ditos tops de linha, onde a sua opção mais cara (Zenfone 2 Deluxe) está na faixa dos R$ 2 mil, enquanto que muitos dos concorrentes diretos (Sony, Samsung, LG, etc) estão com opções custando pelo menos R$ 2.5 mil.

Mas alguns fabricantes decidiram ‘ajudar’ a ASUS nessa missão de conquistar o usuário brasileiro. A Motorola, por exemplo, deu uma bela ‘mãozinha’, ao anunciar um aumento de preços na sua linha Moto G de 3ª Geração, lançada no Brasil no dia 28 de julho.

O reajuste médio foi de R$ 50 em cada modelo, e a justificativa da Motorola foi a variação do dólar, um problema que é algo real, mesmo para produtos que são fabricados no Brasil. Ok. Mas fazer isso uma semana depois que a ASUS anuncia os seus novos produtos? É aí que está o grande problema.

asus-zenfone-2

Para a grande maioria de usuários dessa faixa de preço, a opção da ASUS pode ser considerada a melhor no custo-benefício, não só no papel (comparando as especificações técnicas) como na prática, já que algumas vantagens são pontuais.

Talvez a favor da Motorola temos uma interface Android praticamente pura (algo que pode ser sanado com uma boa ROM), ou a sua câmera, que consegue ser melhor que a do concorrente direto (algo que muitos podem conviver bem com isso, já que a maioria das pessoas precisam de uma câmera para publicar fotos no Instagram e Facebook… e nada mais). Fora isso, o ASUS Zenfone 2 Laser é tão bom quanto ou até melhor em alguns detalhes que o Moto G 2015, e o consumidor certamente vai olhar para esses detalhes.

O Zenfone 2 Laser conta com um processador Qualcomm Snapdragon 410 (o mesmo do Moto G de 3ª Geração), o dobro de RAM (2 GB), a mesma quantidade de armazenamento (16 GB), uma tela maior (5.5 polegadas), um sensor de câmera maior (13 megapixels na traseira, 5 megapixels na frontal), além de todas as tecnologias inteligentes adotadas pela ASUS, como gestor de bateria, de interface gráfica, e outros paranauês que os usuários dessa faixa de preço curtem.

Sem falar que a câmera traseira do Zenfone 2 Laser conta com flash LED dual-tone e sensor a laser, o que aumentam as chances de boas fotos.

Tudo isso, no papel, colocam o produto da ASUS na frente. E isso porque estou comparando o modelo mais básico. Nos modelos mais caros, talvez as pessoas optem pelo Moto G 2015 pelo fator preço, que é algo determinante nessa linha de produtos. Mesmo assim, não será surpresa se alguns investirem um pouco mais para comprar algum Zenfone, e receber mais por isso.

Entendo que vivemos em tempos onde o ‘não está fácil para ninguém’ virou o mantra, repetido em diferentes segmentos de mercado. Mas também acho que a Motorola acabou de dar uma mãozinha (e boa) para a ASUS.

E, se você quiser me dar uma mãozinha, comprando um dos dois smartphones por esse blog, clique nos banners a seguir! A gerência agradece! :)

1936

Motorola Moto G de 3ª Geração

1936

ASUS Zenfone 2

Hands-On | Asus Zenfone 2

by

2015-07-30 12.34.03

A assessoria de imprensa da Asus do Brasil enviou para cá uma unidade do Asus Zenfone 2, novo smartphone da empresa que será lançado no Brasil em 20 de agosto. Até lá, terei a oportunidade de testar o dispositivo, buscando identificar as melhorias aplicadas por eles em relação ao primeiro modelo lançado no ano passado.

As primeiras impressões do Zenfone 2 são as melhores possíveis. Temos melhoras pontuais na tela (que com 5.5 polegadas está maior), na conectividade (é o primeiro smartphone da Asus com 4G no Brasil), nas especificações de hardware (um novo e mais potente processador da Intel, trabalhando com 4 GB de RAM) e nas câmeras (com maior resolução e novas tecnologias para captura de imagem).

2015-07-30 12.34.15

A Asus mais uma vez aposta em uma interface Android muito personalizada e repleta de recursos próprios. Vamos descobrir se aqui também aparecem melhorias que tornam o dispositivo mais produtivo e prático, e não apenas como o que acontece com outros fabricantes que recheiam o smartphone de aplicativos que normalmente não utilizamos.

2015-07-30 12.34.06

O que posso falar por enquanto é que estou gostando do smartphone. É um dispositivo bonito no seu design e objetivo na sua experiência de uso. O TargetHD estará presente no evento de lançamento do Zenfone 2, e o review completo você confere no blog, a partir do dia 20 de agosto.

Vídeo de primeiras impressões a seguir.