Tag Archives: celular

O que fazer quando o seu smartphone cair na privada? Esse infográfico mostra o passo a passo

by

phonedroppedintoilet-head

Nem começa a dar risada. É mais comum do que você imagina, e se você for mais distraído, vai acontecer com você um dia.

Na verdade, aproximadamente 15% dos usuários de smartphones admitem que já deixaram o seu smartphone cair na privada. E vamos confessar: a maioria de nós utiliza o telefone no banheiro. Isso é fato.

Logo, esse infográfico pode salvar a vida de alguém. Para facilitar a vida de quem não tem pleno domínio do inglês, vou aqui traduzir (de forma livre) as instruções passadas pelo infográfico a seguir.

Preste atenção: 

1. Pegue o telefone da privada o mais depressa possível. Quanto mais tempo ele ficar em contato com a água, menores são as chances dele sobreviver ao mergulho.
2. Desligue o smartphone. Depois disso, NÃO TENTE LIGAR O APARELHO NOVAMENTE.
3. Remova o SIM card, o cartão de memória e a bateria (o último item, se for possível – bem sabemos que alguns modelos não possuem bateria removível).
4. Com uma toalha, seque gentilmente todos os componentes (sem pressa, nem desespero – pense sempre na hipótese que se ele voltar a funcionar, você está no lucro).
5. Coloque o seu smartphone dentro do pote onde sua mãe guarda o arroz cru. Isso mesmo. Essa lenda urbana realmente funciona, pelo simples fato do arroz cru absorver a umidade que ainda está presente no telefone e seus componentes. Ou use algum produto que produza o mesmo resultado (se você tiver – como não é fácil de encontrar, vá de arroz cru mesmo).
6. Deixe o telefone no pote cheio de arroz cru por, pelo menos, 24 horas.
7. Remova o smartphone do pote de arroz cru, limpe bem o aparelho, coloque todos os itens (bateria, SIM card, cartão de memória), ligue o aparelho, e comece a rezar para que ele volte à vida.

Coisas que você não deve fazer (vou repetir: você NUNCA deve fazer os itens abaixo, caso o seu smartphone tenha nadado na privada de sua casa):

1. NÃO use um secador de cabelo para acelerar o processo (sério, não é uma boa ideia)
2. NÃO recarregue a bateria do smartphone enquanto ele ainda estiver com umidade (espere pacientemente as 24 horas de hibernação no pote cheio de arroz cru).

Com esses passos, tudo deve dar certo. Estou torcendo por você.

DICA ADICIONAL PARA A VIDA: a propósito, se o seu banheiro ficar entupido, você pode desentupir o vaso sanitário sem um desentupidor.

phonedroppedintoilet

Via

Nenhum smartphone te convence? Então, fabrique o seu, com a ajuda de um Arduino e uma impressora 3D

by

arduino-cellphone-lead.jpg.pagespeed.ce.DfaKOIPs51

Tudo bem, não é o modelo mais bonito e refinado que você pode encontrar (de fato, parece mais um walkie-talkie do que um celular). Mas se você buscava um celular básico, feito sob medida para suas necessidades, a melhor coisa a fazer por você mesmo é… criar o seu próprio celular.

O pessoal do site Hackaday criou o seu próprio celular, com a ajuda do Arduino e uma impressora 3D. O dispositivo é capaz de fazer o básico, ou seja, realizar chamadas e enviar mensagens de texto através de uma rede GPRS.

Segundo indica o texto publicado por eles, o dispositivo foi criado por um usuário chamado Victorzie, e entre os seus principais componentes, temos uma tela touch TFT, bateria de íons de lítio com circuito de carga, módulo GPRS, ente outros componentes que estão conectados a uma placa Arduino Uno, que por sua vez executa uma interface simples. Tudo isso está protegido por uma carcaça construída em uma impressora 3D.

Certamente esse não será o primeiro projeto que vamos ver com esse sentido, apesar de não estar muito claro como será o conceito final dos futuros projetos. Um dos problemas está no tamanho desse celular, onde é esperado que os próximos modelos contem com dimensões mais manejáveis. De qualquer forma, é o começo de algo novo e interessante.

Via Hackaday

Algumas pessoas (infelizmente) vivem desse jeito com as redes sociais

by

Não me entenda mal, amigo leitor. Aliás, me entenda muito bem. Se você se identificar com o quadrinho a seguir (que está em inglês), e achar que sou um babaca por publicar isso na internet, eu vou dizer “qual é a parte do ‘algumas pessoas’ que você não entendeu?”.

Entendo que esse tipo de coisa afeta uma pequena parcela da população conectada. E, mesmo assim, a situação a seguir acontece de tempos em tempos. Por fim, um idiota sempre será um idiota, com ou sem smartphone.

diner-out

Via

Juiz multa ele mesmo por deixar o seu celular ligado no tribunal

by

judge-phone

Não é algo que você vê todo dia, mas acredito também que esse não é um caso isolado. Talvez seja o primeiro que tenha resultado em auto punição. Raymond Voet, juiz em um tribunal de Michigan, iniciou a sua seção com uma ordem clara para que os presentes em seu tribunal desligassem qualquer dispositivo eletrônico que pudesse causar distrações durante o julgamento. Alertou que, caso isso acontecesse, o dono do dispositivo seria multado. Então…

Durante a parte final da audiência judicial, o telefone do próprio juiz Raymond começou a tocar, causando um constrangimento considerável para o próprio. Depois do julgamento, ele afirmou que deve ter tirado o celular do silencioso por engano. Mesmo assim, isso não impediu que ele aplicasse a lei, mesmo que fosse nele mesmo. Raymond “se aplicou” uma multa de US$ 25, com a justificativa que ele jamais poderia impor regras para outras pessoas se essas regras não podem ser aplicadas para ele mesmo.

Viu? Não é todo dia que vemos atitudes conscientes como essa. Ainda mais no Brasil, onde uma boa parcela da população adotou a tática do “quero levar vantagem em tudo”.

@ CelullarNews

OwnFone, o telefone mais simples do Universo? (com vídeo)

by

Mais simples, impossível. O OwnFonese destaca por contar apenas com os botões considerados indispensáveis para que você se comunique com eficiência com o resto do mundo: controle de volume, atender e encerrar chamadas, e ligar e desligar o telefone.

Seu minimalismo chega ao ponto de você ainda poder inserir os números mais importantes de sua vida em botões especiais, além do número de emergência (para emergências). Por enquanto, é só isso que o telefone faz, mas o seu fabricante garante que em breve, os nomes poderão ser impressos em Braile, sendo uma opção bacana para os deficientes visuais. Por enquanto, crianças e idosos são o público-alvo do produto.

Preço: 55 libras (ou US$ 86). Por enquanto, exclusivo no Reino Unido. Abaixo, vídeo demonstrativo do produto. Para mais informações sobre o OwnFone, clique aqui.

[review] Celular Nokia 2630. Para os mais discretos, e os menos exigentes

by

Trago agora o meu review a respeito do celular Nokia 2630. O modelo testado trabalhou com a operadora Claro, porém, ele é dual-band, ou seja, ainda pode trabalhar com as operadoras Tim e Oi. Para a Vivo existem alguns modelos, só que trabalham com outra freqüência.foto-011

Olha, a primeira impressão que se tem quando se olha para o Nokia 2630 é “como ele é fino!”. E ele é mesmo. Fino, leve, elegante… tanto que beira ao delicável. A caixa dele consegue ser do mesmo tamanho da caixa do 1208 e de alguns outros modelos padrões da Nokia (aliás, bacana isso da Nokia em trazer embalagens pequenas para celulares).

foto-02

Ele é muito mais atraente quando visto ao vivo do que pelas fotos, mas ele é um modelo que considero com visual atraente sim. Como boa parte dos aparelhos da Nokia, seu menus são práticos e bastante intuitivos, com ícones na tela bem grandes e fáceis de ser localizados. Talvez a quantidade de botões que ele tem possa fazer com que usuários mais inexperientes fiquem um pouco mais perdidos na hora de manusear o aparelho, mas, em compensação, fica mais fácil para se acessar os recursos. Por isso, dar uma checada no manual de instruções é importante. Ele tem uma boa recepção de sinal e uma razoável reprodução de áudio (um pouco mais baixo do que modelos mais simples), mas funciona muito bem como viva-voz. Destaca-se também o recurso de gravador de voz, que serve para notas rápidas, pois grava apenas 60 segundos. Mas ouve-se muito bem. Sua câmera com resolução máxima de 640 x 480 é perfeita para quem quer postar em blogs e Orkut, pois é boa para locais bem iluminados. É um bom quebra-galho. Fora o seu recurso de Bluetooth e internet EDGE, que funcionou sem problemas.

foto-03

Talvez os pontos não tão favoráveis a este aparelho sejam os aplicativos Java (eu tenho uma rejeição direta ao java em celulares) que é um pouco lento para mim. Para abrir aplicativos como calendário e controle financeiro, ele demora um bocado. Mas ele tem vários itens para armazenar na agenda de telefones e endereços, o que compensa isso. Outro ponto negativo é que seus sub-menus podem complicar, e que um usuário menos experiente pode acabar confundindo os usuários.

No fim, meu veredito definitivo ao Nokia 2630 é: APROVADO (nota 8.0). É um celular barato (R$ 199,00 na Claro), com recursos interessantes, com uma boa câmera, bluetooth e EDGE… para quem já tem um celular top e quer um segundo aparelho mais simples para trabalhar ou ir para a balada é uma boa pedida. E para aqueles que buscam um primeiro celular, e não são tão exigentes, ele também se sai muito bem.

Categorias do Technorati , , ,