Tag Archives: community

RIP Community (para sempre, de uma vez por todas, de verdade)

by

community_emotionalconsequencesofbroadcasttelevision

Agora vai! Podemos dizer sem medo de errar que Community (Yahoo Screen) está cancelada de uma vez por todas, e para sempre. E não me entendam mal, fãs da série. Não estou aqui comemorando o cancelamento da série que vocês tanto amam (mentira, estou sim), mas essa série esteve à beira da morte ou morta tantas vezes, que já estava na hora de terminar mesmo. Não fazia mais sentido a série continuar no ar.

Eu tive que dar duas ou três chances para Community antes de seguir por mais de uma temporada com a série. No começo, achava a comédia de Dan Harmon apenas algo chato e pedante. Mas depois de 18 episódios na primeira temporada (ou seja, quase uma temporada inteira), eu aceitei a proposta da série e continuei. Até a quarta temporada, quando entendi que aquilo tudo perdeu completamente o sentido.

Aliás, por mais que se diga que Community é uma boa série, ela passou por problemas dos mais diversos. Saída de Dan Harmon, pitis do Chevy Chase, saída de Donald Glover, saída de Yvette Nicole Brown, baixíssima audiência na NBC, cancelamento na NBC… De fato, temos que encarar essa série como uma sobrevivente. Em outros canais, ela já teria sido cancelada há muito tempo. Só ficou no ar porque a NBC quis muito. E quando o canal do não quis mais, eles ainda tiveram a sorte de ser salva pelo Yahoo Screen.

Logo, o cancelamento até que demorou para acontecer. E, por incrível que pareça, dessa vez esse cancelamento não veio por conta de uma baixa audiência, mas sim porque os envolvidos no elenco tiveram suas carreiras valorizadas, e seus respectivos salários aumentaram a ponto de não mais se encaixarem na estrutura orçamentária da produção.

Veja bem: Ken Jeong ganhou a sua própria série na ABC, Joel McHale já tem o The Soup e está no elenco do revival de Arquivo-X. Tudo isso acaba pesando no orçamento de qualquer série.

Ou seja, só não tem Season 7 porque falta grana para isso. E aí não é culpa de baixa audiência.

Isso pode servir de consolo para os fãs. Mais ainda quando o próprio Joel McHale afirma que existe sim a possibilidade do ‘andamovie’ acontecer. Basta esperar para que os membros do elenco possam usufruir das suas carreiras consolidadas para que eles voltem e façam um ótimo filme.

Enfim, Community finalmente parte desse mundo. Conseguiu cumprir a sua missão do ‘SixSeasons’. Aos trancos e barrancos, mas conseguiu. Espero que os fãs tenham ficado satisfeitos com tudo o que aconteceu, e com os desfechos que a série teve. Da nossa parte, fica um ‘aqui jaz’, e dessa vez (assim espero), de uma vez por todas.

Vá em paz, Community. Descanse em paz.

Como foi a volta de Community? (S04E01)

by

ATENÇÃO! TEXTO COM SPOILERS! LEIA POR SUA CONTA E RISCO!

Um dos retornos mais esperados pelos fãs… tá, pelos fãs da internet… ok, não vou me estender nessa. Community retornou para a sua quarta (e muitos acreditam última) temporada, com algumas questões a serem respondidas. A principal delas: como ficou o ritmo da série com a saída de Dan Harmon?

A boa notícia é que Community continua a ser a série non-sense que tanto amamos (sim, desde a segunda temporada, eu passei a gostar desse negócio… me julguem, não estou nem aí). As situações absurdas e as diversas referências sobre a televisão (vindas de Abed, é claro) continuam presentes na série. É claro que não dá para julgar tudo por apenas um episódio, mas imagino que a saída de Dan Harmon não é (ou foi, ou será) fator determinante para a variação de humor da série, mesmo em um episódio que eu considerei apenas “ok”, mas bom o suficiente para matar as saudades da série.

O que o telespectador precisa ficar atento é que a própria série já canta a sua bola de “esta é a nossa última temporada” no primeiro episódio dessa nova temporada, onde o argumento central é justamente o início do último ano daquele grupo de estudos na universidade comunitária. E principalmente: como nenhum deles quer lidar com isso, cada um de uma forma diferente. Principalmente Abed, que para não imaginar o futuro que está por vir, vai para um “local feliz” em sua mente, que nada mais é do que uma sitcom (com plateia ao vivo imaginária) de Community, com uma pequena alteração no grupo: na comédia de Abed, Pierce é feita pelo ator Fred Willard.

E aqui fica mais uma das dúvidas a serem respondidas: será que a produção da série já tinha feito essa pequena “troca” antes? Ou regravaram tudo só para sacanear Chevy Chase? Aliás, o episódio também reforça a teoria que o personagem Pierce Hawthrone segue sendo um grande inútil na história da série. O duro é que vamos ter que aguentar o personagem por mais 10 episódios. Quem sabe, menos. Não sabemos o que roteiristas e showrunners vão fazer com o fim do personagem.

Em termos de audiência, uma “boa” notícia. O episódio de estreia da nova temporada de Community registrou 3.88 milhões de espectadores. Pode parecer pouco, mas é, pelo menos 1.4 milhão a mais da audiência registrada pelo último episódio da temporada anterior. O grande problema é que esta segue sendo a audiência mais baixa das comédias da NBC exibidas nas quintas-feiras, onde o canal do pavão já é o último entre os quatro grandes canais abertos norte-americanos.

A série está programada para apenas 13 episódios, e a NBC dá claros indícios que não vai estender essa encomenda (até porque ela se encerra em maio, final da temporada das séries regulares). Além disso, o último desses 13 episódios responde pelo nome “Advanced Introduction to Finality”, que pode ser o series finale de Community.

Salvo uma virada histórica na audiência, o que é um evento muito raro nas séries norte-americanas (e quase improvável de acontecer, por ser a série que é e o canal que é exibido), estamos diante do início do fim de uma das comédias mais diferenciadas da TV. Bom, que ao menos seja de boa qualidade, e que consiga divertir a audiência que acompanha semanalmente a série.

E que ao menos a NBC exiba todos os episódios na TV, e não jogue o final da série na internet. Pelo menos isso.