Tag Archives: comparativo

Comparar (de vez em quando) é preciso…

by

DSC04145

Só hoje (19) eu decidi publicar o comparativo dos novos Motorola Moto X de Segunda Geração e do Motorola Moto G de Segunda Geração, ambos lançados em 2014. Algumas pessoas não gostam desse tipo de comparação, pelo simples fato de considerar descabida a comparação entre modelos que claramente são de categorias diferentes. Eu compreendo essas pessoas. Mesmo assim…

Mesmo assim, eu considero importante mostrar as diferenças entre os dois produtos. Principalmente pelo fato dessa geração de dispositivos apresentar diferenças mais evidentes do que os modelos lançados em 2013. Eu mesmo presenciei algumas vezes algumas pessoas se irritando quando amigos menos inteirados no mundo da tecnologia confundirem o Moto X (mais caro) com o Moto G (mais popular).

Logo, se a Motorola adicionou diferenças evidentes e facilmente identificáveis, por que não mostrar essas diferenças ao grande público? Eu tenho quase certeza que a Motorola quer exatamente isso: que as pessoas consigam identificar os dois modelos com maior facilidade.

Tem também o lance da comparação em si. Confesso que me incomoda de vez em quando passar pela missão de ter que determinar se esse ou aquele produto é melhor ou pior que o outro. Mas também entendo que faz parte do jogo de tentar passar uma informação mais acertada para o leitor/consumidor.

Faz muito tempo que eu penso que não existe o melhor produto, e sim aquele produto que é o melhor para aquela pessoa. É claro que um iPhone 6 é muito melhor que um Samsung Galaxy Y (esse último, na minha modesta opinião, jamais deveria ter existido). Mas para alguns usuários, um produto mais simples pode ser uma escolha mais acertada, uma melhor relação custo/benefício.

E é por conta disso que o comparativo entre os novos Moto X e Moto G existe.

Não é apenas colocar os dois produtos frente a frente para determinar qual é o melhor – até porque todo mundo sabe que o Moto X 2014 é, naturalmente, melhor -, mas sim para qual usuário cada modelo é mais indicado. Além disso, quero mostrar aos leitores/consumidores o que se ganha ou se perde em cada modelo nas suas características e funcionalidades. E tais fatores podem ser determinantes na hora da compra para muita gente.

Por isso, vale a pena conferir esse comparativo. Clique aqui para acessar.

E se você já definiu a sua escolha, compre os produtos nos banners a seguir (agradeço desde já pela comissão).

04-botao-clique037-180.jpg

Para comprar o Motorola Moto X 2014

 

04-botao-clique037-180.jpg

Para comprar o Motorola Moto G 2014

 

O maior comparativo de naves do mundo da ficção científica está concluído

by

qgxwrhlpumhehcitpqzl

Um espetacular comparativo de naves do universo da ficção científica, criado pelo designer Dirk Loechel, está disponível para download. Algumas preliminares desse comparativo foram liberadas a algum tempo, mas dessa vez, Lochel lança a versão devidamente atualizada, incluindo agora a Estação Espacial Internacional como referência de tamanho.

Além disso, a nova versão corrige vários dados publicados nas prévias, além de adicionar naves das sagas Starcraft, Mass Effect, Dune e Transformers.

Para fazer o download do comparativo completo e em tamanho natural, acesse a página da Deviantart e divirta-se!

Clique na imagem para ampliar

Clique na imagem para ampliar

Os smartphones, antes e agora

by

fco8gyeymdxqkdrmq9x7

Antes, você tinha 3 ou 4 dias de bateria. Hoje, 3 ou 4 horas (tá, exagerei… no máximo um dia). Antes, você podia deixar o seu celular cair de qualquer altura, e nada acontecia (mesmo sem usar um case). Agora, se o seu smartphone cai de uma altura de menos de um metro, você está perdido (e é obrigado a comprar um case de qualquer maneira). Antes, você não precisava atualizar o software do seu celular. Agora, é preciso atualizar sistema e softwares o tempo todo. Os celulares de 15 anos atrás seguem funcionando até hoje. Os de agora, com apenas dois anos, estão obsoletos.

Progresso?

Sim, às vezes é melhor levar as coisas no bom humor.

+info

Meu Novo Blog Favorito da Semana | Tem algo errado ou estamos ricos?

by

estamos-ricos

A bolha imobiliária brasileira. Faz algum tempo que decidi acompanhar mais de perto esse fenômeno que já aconteceu nos Estados Unidos, e que perigosamente está se aproximando do Brasil. Mas ninguém está dando muito ouvidos para isso. Porém, tem um blog que está fazendo o excelente trabalho de ilustrar de forma didática para a dita “aprendeação igonorante” que o fenômeno é real, e que já está acontecendo por aqui. E esse blog tem um nome, no mínimo, sugestivo: Tem algo errado ou estamos ricos?

Eu sempre achei que tinha algo errado – apenas para responder a pergunta proposta. Mesmo assim… o blog faz diversos comparativos entre o mercado imobiliário daqui e dos Estados Unidos, levando em consideração vários fatores, como por exemplo o fato dos EUA ainda estar em um momento onde eles estão saindo da crise, número de habitantes das cidades dos imóveis analisados, o poder de compra, a moeda (todos os valores são em reais) e principalmente: a condição dos imóveis.

Aliás, toda a teoria do site para perguntar se estamos ricos é justamente a relação custo/benefício dos imóveis analisados. Tanto aqui quanto lá fora.

O cenário seria cômico se não fosse trágico. O blog mostra claramente que estamos vivendo um período de supervalorização imobiliária, onde verdadeiros lixos que chamam de casas, localizadas em bairros que estão bem longe de ser a tal “nova classe C” possuem o mesmo valor que ótimas casas de classe média nos Estados Unidos, em zonas residenciais que nem são muradas.

Mas calma: melhora.

Como a internet é colaborativa, um dos pontos fortes do blog são os comentários de alguns dos seus leitores, na maioria dos casos, anônimos, que talvez por não acreditarem que a coisa está feia – ou porque são corretores que estão vendo os seus filmes sendo destruídos na internet, simplesmente atacam com argumentos do tipo: “ah, mas nos EUA só tem casa de madeira, e…”. OI???

Enfim, fato é que o Tem algo errado ou estamos ricos? é o meu novo blog favorito da semana. Ilustra para quem quer ver (ou não) que algo está muito errado no Brasil, que o setor imobiliário está perdendo a mão, e que a tal bolha vai estourar em breve. Ou seja, corretores de imóveis, aproveitem enquanto é tempo, pois a farra do boi vai acabar!

Acesse: estamosricos.com.br.

Fanboy da Samsung? EU????

by

SamsungRage

Adoro essas criancinhas recém chegadas no mundo da tecnologia, que amam uma marca, ignoram as outras, e principalmente, não me conhecem.

Recentemente, eu publiquei um vídeo comparativo entre o Sony Xperia SP e o Samsung Galaxy S4 Mini. Primeiro, porque o Galaxy S4 Mini é hoje o meu telefone de uso pessoal. Segundo, porque muita gente queria um comparativo com o Xperia SP. Na verdade, fui um pouco além disso, publicando um comparativo completo no TargetHD.

Para quem me conhece, sabe que a grande vantagem que tenho em ter blogs independentes (sem vínculos com fabricantes ou grandes portais) é que eu posso falar bem ou mal de quem eu quiser, elogiando o que eu acho que merece ser elogiado, e criticando o que merece ser criticado. Eu não tenho preconceito em relação à marcas. Uso produtos de todos os fabricantes. E não tenho essa frescura de “o iOS é imbatível, e o Android é um lixo” ou vice-versa. Aliás, eu insisto em dizer que sou melhor que Android Fanboys ou Apple Fanboys, pois sei mexer muito bem com os dois, e com o Windows Phone.

Aproveito o melhor de cada sistema, de cada produto, pois gosto de tecnologia. Ter preferências por uma ou outra marca, todo mundo tem. Agora, se limitar à isso para dizer que só uma marca presta, e o resto é lixo? Não. Você JAMAIS vai me ver dizendo esse tipo de coisa.

Dito isso, desde o dia que publiquei o review comparativo, muitos estão me acusando de ser “fanboy da Samsung”. Sério, quando eu leio isso, eu tenho vontade de rir, e alto! Ainda mais eu, que já critiquei a Samsung de forma severa (quem viu o meu review do Galaxy Gran Duos sabe do que estou falando).

Amigos, não tem como eu ser fanboy da Samsung. Pelo simples fato da Samsung me ignorar completamente como blogueiro de tecnologia.

Se faço algum review deles, é porque eu quero, e tenho que correr atrás disso. A assessoria de imprensa da Samsung não manda produtos para o TargetHD, não responde e-mails, não me chama para eventos. Sem falar que, com os consumidores, a Samsung Brasil simplesmente “defeca e se locomove” em casos graves de assistência técnica, com produtos devolvidos para o cliente do jeito que chegaram para a assistência, descaso nas área de atendimento, e outros fatores que mostram que a empresa peca e muito no pós-venda.

Logo, não tem como ser fanboy de uma empresa dessas.

Eu uso produtos, não uso marcas. Se uso o Galaxy S4 Mini Duos hoje é porque preciso de um bom smartphone dual-chip, e reconheço que esse modelo é o melhor do mercado. Isso tudo pode mudar a qualquer momento. Aliás, pode mudar no final desse ano, pois estou apaixonado pelo Motorola Moto X, e há tempos que eu cogito o Nokia Lumia 720 como segundo telefone (com Windows Phone, pois acho interessante ter um modelo com o sistema da Microsoft para eventuais testes de aplicativos).

Além disso, para quem ver o vídeo, vai perceber que claramente eu indico do Xperia SP como vencedor do comparativo. Citei sim dois problemas sérios do modelo da Sony, pois eles existem. Mas os fanboys (que normalmente são criancinhas recém integradas ao mundo da tecnologia) acham que eu amo a Samsung, pois critiquei DOIS PONTOS do Xperia SP. E, ainda assim, considerei o modelo da Sony melhor…

… e, mesmo assim, me consideram como fanboy da Samsung.

Na boa: critérios, criançada! Primeiro, cresçam. Depois, analisem tecnologia do jeito que eu faço. Gostar de um produto não quer dizer que outro não possa ser melhor. Aliás, não é nem critério para ser fã de tecnologia. Serve apenas para ser fã de uma marca. E de fanboy, eu estou de saco cheio.

Estamos conversados? Ótimo!

Para ler o comparativo publicado no TargetHD (que tem o vídeo do comparativo), clique aqui.

Comercial do Acer Iconia Tab (da Microsoft) usa o iPad mini para fazer graça (vídeo)

by

Microsoft-Advert

De novo, o iPad mini sendo alvo de bullying. A Microsoft lançou um novo vídeo para promover o tablet Acer Iconia, que na sua demonstração, utiliza o tablet da Appe para se promover, mostrando suas vantagens. Por exemplo, o Acer Iconia pode rodar o Halo e o MS Office, enquanto que o iPad mini, não.

A Microsoft também disponibilizou um comparativo de tablets com Windows e os tablets da Apple nos seu website. Essa é parte da estratégia para fazer com que os tablets Surface, cujas vendas são muito fracas, se torne mais popular. Missão muito difícil, ainda mais com a predominância dos tablets Android e iOS no cenário atual.

Enquanto a segunda versão dos tablets Surface não são anunciados (a NVIDIA promete que “vamos nos surpreender” com eles), veja o vídeo abaixo.

 

Via MacRumors

E a Nokia, que decidiu cutucar a Apple no seu último comercial do Lumia 925?

by

nokia-lumia

Não que a fase da Nokia esteja espetacular (e todo mundo sabe que não está), mas ao menos eles estão tentando chamar a atenção com uma tática que até dá resultado de tempos em tempos: provocar os seus adversários.

No ano passado, eles já haviam provocado a Samsung, ao lançar o Lumia 920. Dessa vez, o alvo da discórdia é a Apple, que é tem a câmera do iPhone 5 comparada com o Lumia 925. Aliás, a Nokia foca no mesmo ponto: “olha o que as nossas câmeras são capazes de fazer, e as outras não são”.

Vale a pena lembrar que o que a Nokia quer é conquistar o usuário norte-americano, que ainda não se decidiu sobre qual smartphone comprar. Ou aquele usuário que não aguenta mais o iOS ou Android, e que deseja ir para outras plataformas. Seguindo essa linha de raciocínio, a fabricante aposta naquilo que eles contam de mais destacado: a câmera.

E se focam apenas nisso. Até porque o Windows Phone é igual em (quase) todos os aparelhos.

Vídeo abaixo.

 

Via Geeky Gadgets

A evolução da tela inicial do iOS ao longo dos anos

by

Normalmente afirmamos que a tela inicial do iOS (e o sistema como um todo) não evoluiu em nada, sem apresentar mudanças de nenhuma espécie. Não é bem assim. Ok, as mudanças não foram muitas, e no seu conceito geral, o sistema não mudou em nada. Porém, poucas alterações podem ser observadas quando colocamos as telas Home das sete versões lado a lado.

O usuário do Reddit iKurac se encarregou de fazer o “trabalho sujo” de colocar lado a lado todas essas telas das versões do iOS lançadas até hoje. Faça o comparativo você mesmo (clique na imagem abaixo para ampliar), e tire suas próprias conclusões.

The-Evolution-of-the-iPhone-Home-Screen-mini

Via GizmodoiKurac