Tag Archives: lg g4

Adeus, Motorola Moto Maxx. Foi bom enquanto durou…

by

motorola-moto-maxx

Está chegando ao fim o meu caso de amor com o Motorola Moto Maxx, smartphone que foi de meu uso pessoal desde janeiro de 2015.

Não que eu ache o dispositivo ruim, ou que não atenda minhas necessidades diárias. Pelo contrário: depois do iPhone 4, foi o dispositivo que mais tempo ficou comigo. Um autêntico companheiro de jornadas pessoais e profissionais, com um hardware top de linha e desempenho excelente na maior parte do tempo. Porém, esse mesmo tempo passou, e chegou a hora de fazer a troca.

O principal motivo para o adeus foi o fato da Motorola simplesmente negligenciar nas atualizações do Moto Maxx, que oficialmente parou no Android 5.0.2, jamais chegando ao Android 6.0 Marshmallow, diferente do que a mesma Motorola prometeu. Aliás, alguns diziam que o modelo receberia diretamente o Android 6.0.1, algo que honestamente eu duvido que vai acontecer.

Além disso, um dos modelos que se tornou alvo de meu objetivo futuro é o LG G4, que finalmente chegou em um preço que eu posso pagar. Tudo bem, eu estou adquirindo um smartphone que foi lançado no ano passado. Porém, é um dos modelos que já conta com o Android 6.0 Marshmallow, e realmente não tenho condições ou disponibilidade de pagar o que é cobrado pela Samsung no Galaxy S7, ou pela Apple no iPhone 6s. Dentre os modelos top de linha, é justamente esse smartphone da LG um dos que podem atender melhor as minhas necessidades.

Um hardware muito equilibrado, uma tela excelente de 5.5 polegadas, armazenamento expansível, 3 GB de RAM e câmeras que estão entre as melhores do mercado. É um conjunto de hardware bem estabelecido e definido. A única coisa que vou sentir falta do Moto Maxx é da sua bateria de 3.900 mAh, que é excelente para as minhas necessidades. Mas vou ter que conviver com isso em nome de ter um dispositivo melhor.

Diferente de colegas blogueiros, eu não ganhei o Moto Maxx da Motorola. Eu paguei por ele. Logo, minha avaliação sobre o produto foi a mais isenta possível. E me desfazer dele nesse momento é um gesto que faço sem peso na consciência, e com total isenção. É uma pena que um modelo tão caro e tão promissor no seu hardware tenha estacionado nas atualizações. Entendo que o consumidor que paga essa quantia de dinheiro por um smartphone Android não pode ser negligenciado no suporte a esse nível.

Shame on you, Motorola!

LG larga na frente na atualização do Android 6.0 Marhsmallow

by

LG-G4-solo

A LG anunciou que vai começar a atualizar o smartphone top de linha LG G4 para o Android 6.0 Marshmallow na semana que vem. Tudo bem, começa na Polônia, e só depois se expande pela Europa, América e Ásia. Mesmo assim, é um começo. E é a primeira grande fabricante de smartphones que decide liberar a atualização do sistema da Google para um dos seus dispositivos.

O movimento da LG é bem vindo. Não só mostra compromisso com o seu consumidor, que paga caro por um dispositivo desse porte, mas também coloca pressão nos adversários. Tudo bem, alguns usuários da LG reclamam que a empresa só prioriza os modelos mais avançados, deixando os dispositivos mais básicos sem atualizações. Mas ao menos a LG faz o serviço melhor que a Samsung, que demora séculos para atualizar algum smartphone. Isso é, quando atualiza.

Seria bom que os fabricantes começassem a entender que uma das coisas que muitos usuários priorizam ao comprar um dispositivo Android é a capacidade desse produto receber novas versões do sistema operacional, além da velocidade e frequência com que isso é feito. Afinal de contas, para muitos, o smartphone é um investimento, uma ferramenta de trabalho. E ter o software mais recente é algo fundamental não apenas para o bom desempenho do dispositivo, mas também para a segurança dos dados.

Ninguém quer ficar sofrendo de reboots aleatórios, drenagem de bateria e bugs de customizações problemáticas do Android. Sem falar nas interfaces de usuário que são profundamente modificadas pelos fabricantes. Nada contra os mesmos colocarem a sua identidade nos seus produtos, mas já que vão fazer isso, eles precisam garantir que vão fazer com a menor margem de erros possível. E digo “menor margem de erros” por compreender que os problemas são inevitáveis, já que errar é humano.

Com esse movimento, a LG automaticamente começa a colocar pressão nos seus principais concorrentes. Samsung, Motorola, Sony, Huawei, Xiaomi e derivados terão que agilizar o processo de update dos seus dispositivos. Não para evitar a perda imediata de consumidores, mas para valorizar os clientes que já estão em sua base. A migração pode acontecer a médio e longo prazo, quando esses usuários perceberem que alguns fabricantes se comprometem mais que outros na hora de oferecer o update para a versão atualizada do Android.

É claro que, de um modo geral, todos os fabricantes precisam se comprometer mais com a questão da atualização do Android. A desculpa da obsolescência programada não pode colar mais, já que alguns fabricantes pontuais (um bom exemplo disso é a Quantum) estão se dispondo a atualizar os seus produtos de forma mais rápida (e estão cumprindo com esse compromisso).

Com a estrutura que os grandes fabricantes possuem, é inconcebível que um update demore tanto assim. É de interesse do consumidor ver o seu smartphone ou tablet atualizado o quanto antes. Mas parece não ser de interesse dos fabricantes oferecerem esse benefício aos usuários, com o objetivo indireto de turbinar as vendas dos seus novos modelos.

Ainda bem que fabricantes como a LG estão dispostas a mostrar que isso pode ser diferente.

LG G4 chegou para testes. Review em breve no @TargetHD

by

2015-07-07 15.04.33

E ele está por aqui. A assessoria de imprensa da LG do Brasil enviou para testes o LG G4, cujo review será publicado no TargetHD.net nos próximos dias. O modelo é o mais recente smartphone top de linha que a empresa lança no mercado brasileiro, chegando para competir com os outros modelos premium da concorrência.

Eu já havia testado o smartphone no seu evento de apresentação no Brasil, mas foi de forma muito breve. Agora, tenho pelo menos duas semanas para descobrir e concluir (ou não) se ele vale os mais de R$ 3 mil solicitados por ele. Eu não tenho dúvidas que este é um dispositivo top de linha, mas a pergunta persiste: ele vale o quanto pesa? Para que tipo de usuário é pensado um smartphone como esse, e com esse preço?

2015-07-07 15.05.16

Uma coisa eu não posso negar: o LG G4 é um smartphone muito bonito. Mesmo nesse modelo, que é o ‘menos caro’, com acabamento em carcaça de plástico. Em São Paulo, eu constatei que o couro da carcaça traseira da outra versão é realmente muito atraente no seu visual, e bem agradável no toque com as mãos. Nesse caso, também temos um excelente resultado nos dois aspectos.

O LG G4 é um smartphone que agrada na sua estética, que pode atrair com facilidade os olhares daqueles que priorizam a beleza nos dispositivos de tecnologia. Aparentemente, é até mais leve e fino que o LG G3, algo que é notável para um produto que tem dimensões maiores.

2015-07-07 15.07.08

É claro que beleza não é tudo nesse mundo, e os testes iniciais mostram que o LG G4 é também um smartphone muito potente. Talvez dessa vez a customização do Android Lollipop feita pela LG tenha sido ‘um pouco demais’, mas não podemos dizer que o dispositivo não oferecem um resultado final de alta qualidade no seu desempenho.

Vamos ver se ele será fluído como se espera na execução de jogos e tarefas mais pesadas. Imagino que ele não terá problemas na hora de reproduzir vídeos em alta definição – é o mínimo que se espera de um dispositivo que conta com uma tela com resolução elevada… que sua GPU trabalhe com competência nesse aspecto -, de modo que prometo intensificar os testes nesse aspecto.

2015-07-07 15.04.38

O review completo do LG G4 estará disponível no TargetHD.net nos próximos dias. A seguir, o vídeo de primeiras impressões do produto.

 

LG G4: câmera e tela para se destacar entre os tops de linha sem compromissos

by

lg-g4-oficial-05

Faltando semanas para ser oficialmente anunciado, o LG G4 já tem uma boa parte dos seus detalhes técnicos revelados. Além do design, com acabamento em couro (de uma carcaça que oferece acesso à bateria removível e slot para cartões microSD), e da sua interface renovada UX 4.0 em cima do Android 5.0 Lollipop, a LG colocou muito dos seus esforços em dois elementos considerados chave: tela e câmera.

Seu design peculiar é um dos motivos do sucesso dessa linha de produtos, e no LG G3, as inovações como o foco a laser deu um preview sobre como a empresa estava trabalhando pesado para se diferenciar dos demais nesse aspecto nos dispositivos top de linha. Agora, o LG G4 conta com uma abertura f/1.8 (que é capaz de capturar 80% a mais de luz que o sensor do modelo anterior), e um conjunto de recursos que, combinados, podem resultar na câmera mais completa em um smartphone.

O sensor traseiro do LG G4 possui 16 megapixels de resolução, e o sensor frontal conta com 8 megapixels. A câmera traseira recebe um novo sensor de infravermelho que tem a missão de medir as cores antes de cada disparo, obtendo assim mais informações para melhorar o processamento da coloração da cena.

lg-g4-oficial-07

Mas o mais impressionante nesse aspecto está na sua interface de câmera, que foi atualizada. Está muito mais completa, permitindo os controles manuais e o registro de imagens no formato RAW de forma nativa no Android.

A tela é outro elemento que revela detalhes que deixam os usuários mais exigentes esperançosos sobre os resultados finais que serão oferecidos. O LG G4 contará com uma tela IPS de 5.5 polegadas (1440), que inclui a tecnologia Quantum Display, que já está presente nos televisores da empresa. O consumo de energia, o contraste e principalmente o brilho serão os aspectos de maior destaque dessa tela.

A LG quer oferecer uma tela que entregue a melhor qualidade de imagem possível, mas com o menor consumo de bateria. É uma missão complexa, levando em conta que os dados vazados revelam uma bateria de apenas 3.000 mAh, o que muitos consideram pouco levando as características técnicas do LG G4 e o tamanho dessa tela.

lg-g4-oficial-04

Das demais especificações, algumas coisas não foram reveladas. Ainda está pendente de confirmação a autonomia de bateira e a presença do processador Qualcomm Snapdragon 810. Mas… será que tudo isso que vimos desperta o desejo de levar para casa o LG G4? Ou precisamos esperar mais um pouco?

O que mais resta saber sobre o LG G4?

by

lg-g4-oficial-02

Você está sossegado em uma noite de sábado, cuidando da sua vida, tentando relaxar… E não mais que de repente, a internet é invadida com uma série de fotos oficiais e definitivas do LG G4, que só será anunciado oficialmente no dia 28 de abril. Pois é… alguém estava muito triste na Coreia do Sul em um domingo de manhã, e decidiu liberar o material promocional do smartphone. Para o mundo todo. Só para se animar.

Bom, essa é uma teoria maluca que pensei enquanto escrevi o primeiro parágrafo desse post, sem qualquer tipo de fundamento. Na verdade, não há mais o fator surpresa em ver os detalhes do futuro LG G4 aparecendo antes do tempo na internet. Afinal de contas, a própria LG está se encarregando de apresentar esses detalhes aos poucos, como pequenas pílulas para chamar a atenção dos usuários e levantar o hype para o lançamento do produto.

lg-g4-oficial-05

Agora, sabemos muita coisa sobre o futuro novo top de linha da LG. O LG G4 contará com tela de 5.5 polegadas QHD com melhoras no toque na tela, câmera traseira com 16 MP (f/1.8), câmera frontal de 8 MP, carcaça traseira removível, bateria (removível) de 3.000 mAh, slot para cartões microSD, sistema operacional Android 5.0 Lollipop com a nova interface LG UX 4.0, melhorias no software de câmera (incluindo o modo RAW e mais ajustes manuais), entre outras melhorias.

O modelo mantém o design que tanto fez sucesso nas gerações anteriores, e imagino que a maioria dos recursos inteligentes permanecerão no dispositivo, já que a experiência de uso foi a assinatura da LG para essa linha, e que outros modelos menores da marca acabaram herdando.

Talvez o grande ponto de interrogação para o LG G4 seja mesmo o seu processador. Há quem diga que o controverso Qualcomm Snapdragon 810 estará presente no dispositivo. Já outras fontes apostam em uma versão mais “modesta”, como o Snapdragon 808 – o que não quer dizer que é um chip menos competente -, que poderia dar conta do recado sem maiores problemas, e sem passar pelo teórico problema do superaquecimento.

lg-g4-oficial-06

Do mais, apenas recursos menores e características que a LG queira deixar em segredo para dar aquele ‘efeito WOW’ quando o produto for oficialmente apresentado no dia 28 de abril. Fora isso, acho que as principais características técnicas do LG G4 já são conhecidas por todos.

Talvez o efeito surpresa ainda possa acontecer. Porém, como fã de tecnologia, é um pouco frustrante ver os fabricantes transformando lançamentos de produtos em grandes eventos de checklists: os jornalistas que comparecem ao evento (ou aqueles que acompanham remotamente – meu caso) acabam testemunhando um evento onde só precisamos confirmar ou desmentir aquilo que foi especulado ao longo de vários meses.

É o sinal dos tempos. Com uma competição pesada no mercado mobile, alguns fabricantes entendem que não podem perder tempo em apresentar suas armas o quanto antes, até mesmo para segurar os futuros consumidores, ou prepará-los para os lançamentos. Mostrar do que eles são capazes e o que o seu futuro lançamento pode oferecer de melhor pode significar um número maior de vendas futuras.

lg-g4-oficial-01

Faz parte do jogo. Eu entendo. Mas a pergunta persiste: ainda resta alguma coisa a se conhecer sobre o LG G4?