Tag Archives: moto 360

Moto 360 2nd Edition, atirando para vários lados

by

Moto 360-2015-02

O novo Moto 360 (2nd Editon) é uma realidade. Foi anunciado na IFA 2015, com mais de uma versão, com a clara intensão de agradar o público masculino e feminino, principalmente o feminino. Ao que tudo indica, são as mulheres aquelas que deve ser conquistadas por esse tipo de gadget.

Os novos smartwatches da Motorola/Lenovo conservam a mesma fórmula de sucesso do modelo lançado no ano passado, e que é considerado até agora o mais bem sucedido relógio inteligente com sistema Android Wear no mercado. Talvez o principal elemento desse sucesso foi justamente a sua proximidade com um relógio convencional, através de um design com tela redonda. Isso resultou em um produto visualmente bonito, atraente, e que não parecesse necessariamente um gadget que chama a atenção dos olhares alheios.

Aliás, esse é um aspecto curioso do segmento dos smartwatches. O grande público preferiu designs que se assemelham ao relógio que eles já usam hoje, e não algo futurista e chamativo. É compreensível.

Moto 360-2015-01

Fato é que o novo Moto 360 mantém a sua beleza no design… e a barra preta na parte inferior da tela, tão criticada na primeira versão. Ao menos dessa vez a Motorola explicou para que ela serve: lá está o sensor de luminosidade do relógio. De qualquer forma, duas versões – com 46 mm e 42 mm de diâmetro – estão disponíveis, para atender ao gosto e ao pulso de usuários com diferentes perfis de uso.

Para as mulheres, várias edições de pulseiras com espessura menor, além de um novo sistema para instalação e remoção de pulseiras, visando oferecer algo mais prático e intuitivo. E é legal ver uma empresa apostando nos gadgets para o público feminino, mesmo sabendo que, no final das contas, o que importa é um maior volume de vendas, e o dinheiro que essas vendas pode oferecer.

Moto 360-2015-03

O usuário esportista também não foi esquecido. O Moto 360 Sport, com pulseira emborrachada, conectividade via Bluetooth, GPS, pulseira especial tela com tecnologia que permite uma melhor visualização em ambientes externos, está prometida para um momento posterior. É um dos segmentos que os smartwatches atendem muito bem, o que justifica o investimento em uma versão específica.

Uma das questões a serem respondidas é se o novo Moto 360 consegue mesmo oferecer uma maior autonomia de bateria. No modelo de 46 mm, essa bateria é de 400 mAh, mas no modelo de 42 mm, a bateria cai para 42 mm. A Motorola afirma que, com um processador mais eficiente, os dois dias de autonomia de uso normal estão garantidos. Mas só na prática para saber. Esperamos que eles realmente tenham ajustado esse detalhe.

Por fim, o Moto 360 2nd Edition pode entrar na lista dos desejados de muita gente. Mantém a sua aposta bem sucedida do ano passado, com algumas melhorias bem vindas. Se acertarem no quesito bateria, pode novamente ser o campeão entre os smartwatches com Android Wear e, quem sabe, superando os modelos com outros sistemas operacionais.

Dicas de como como aproveitar as funções básicas do Motorola Moto 360

by

Moto-360-Dynamic-Gray

Em 2014, a Motorola lançou o Moto 360, smartwatch que impressionou pelo design, possibilitou aos usuários maior aproximação com seus smartphones e tornou as informações mais acessíveis, de maneira rápida e prática. Com o Moto 360, é possível verificar ligações, checar atualizações nas redes sociais, receber e responder mensagens por meio do comando de voz e muito mais. Para aprimorar a experiência com o produto, a Motorola aponta cinco dicas:

Comandos de voz: responda sem as mãosMoto Body: monitore os passos
Com o Moto Body ativo, é possível monitorar os passos dados em caminhadas. O aplicativo permite comparar os números ao final de cada semana e visualizar o progresso em relação à meta semanal. Quanto melhor o resultado, mais exigente será o Moto 360, que é capaz de gerar novas metas a ser alcançadas.

Com o Moto 360, é possível responder a um Google Hangout ou um whatsapp apenas com a voz. Para isso, ao receber a notificação, basta deslizar o dedo para a esquerda na tela, selecionar “Reply” e falar o que quiser.

Câmera: diga xis
Sempre que a câmera for aberta, o aviso “tire uma foto” vai aparecer na tela do Moto 360. Com isso, é possível posicionar o celular e utilizar o relógio como um controle remoto para tirar fotos a distância.

Notificações: festa selecionadaMostrador: faça você mesmo
O Moto 360 possibilita mudar o mostrador quantas vezes o usuário desejar. Com o aplicativo Motorola Connect, também é possível criar seu próprio design. Para isso, basta selecionar “Personalizar”, escolher uma foto da galeria do celular e personalizar ponteiros, acentos e marcadores do relógio. Assim que estiver pronto, o novo mostrador será sincronizado automaticamente com o Moto 360.

Não se preocupe se o celular estiver cheio de aplicativos incríveis. O Moto 360 não precisa receber todas as notificações, pois possibilita escolher quais aplicativos deseja ver e quais prefere esconder. Para isso, basta abrir o aplicativo Android Wear no celular, selecionar “Configurações”, ir até o ícone “Bloquear notificações de aplicativos” e nele selecionar o que deve ou não ser sincronizado com o Moto 360. Em alguns casos, também é possível bloquear as notificações adicionais dos aplicativos deslizando o dedo para a esquerda na tela do relógio.

Via assessoria de imprensa

Sobre o Motorola Moto 360

by

Moto-360-Dynamic-Gray

Antes do seu anúncio oficial, eu já queria esse produto como um dos meus itens de tecnologia para o final do ano. Depois da sua apresentação, bom… quanto custa o novo Moto X mesmo? Bom, a Motorola apresentou oficialmente o Moto 360, o relógio inteligente mais cobiçado de 2014. O produto continua sendo atraente, mas não é perfeito. Não que isso estrague tudo, mas me deixa com um pé atrás.

Primeiro, falemos dos pontos positivos do produto. Para começar, o seu design é excelente. Um smartwatch com design que se aproxima dos relógios convencionais que utilizamos hoje, com uma tela redonda – diferencial que rapidamente pode ser considerado um ponto de referência para os fabricantes, já que caiu no gosto de muita gente -, as funcionalidades do Android Wear complementadas com os recursos exclusivos da Motorola que exploram todo o potencial do dispositivo – principalmente quando interage com o novo Moto X.

O Moto 360 tem como outra grande vantagem (ou diferencial, entendam como quiser) o seu sistema de recarga sem fio, que aparentemente é o mais prático possível. Ao final do dia, você tira o relógio do pulso para dormir, acomoda o dispositivo no carregador, e pronto. Sem conectores ou cabos para ficar em cima do seu criado mudo (sério, minha mulher reclama disso).

Pelo seu tamanho, o Moto 360 aparenta ter uma tela relativamente grande, com um peso de 49 gramas. Não que isso seja um problema, mas acho que o público feminino não vai se sentir tão interessada em utilizar um dispositivo desse tamanho no pulso. Por outro lado, como esse relógio também conta com aspirações esportivas (quantificador, contador de passos, pulsômetro, etc), esse é um dispositivo que pode ser muito bem vindo para aquelas pessoas que querem usar um único dispositivo durante todo o dia.

Sem falar que esse relógio também conta com 4 GB de armazenamento, e coma ajuda dos novos fones Bluetooth apresentados hoje, é possível reproduzir algumas músicas armazenadas nessa memória, dispensando assim o uso do smartphone ou celular como player musical, ou até mesmo dispensando o MP3 player de todo o sempre na hora de ouvir suas músicas durante as caminhadas, corridas e exercícios.

Mas como eu disse no começo, o Moto 360 não é perfeito. O seu grande ponto fraco (por enquanto) é a sua bateria, que não tem autonomia prometida para mais de um dia de uso. Tudo bem, eu entendo que os aspectos técnicos que implicam em um maior consumo de energia em um dispositivo como esse devem ser levados em consideração, e que esse é apenas um dos primeiros relógios inteligentes do mercado (ainda é um segmento novo para o mundo da tecnologia), porém, o que os usuários mais desejam nos seus gadgets é que eles funcionem por mais tempo longe do carregador.

No caso do Moto 360, vamos ter que recarregar sua bateria todos os dias. Se a pulseira quantificadora já me incomoda recarregar a bateria a cada dois dias, imagine com um relógio…

Enfim, não chega a ser uma decepção. Ainda quero o Moto 360, mas quero testá-lo antes. Acredito que vou fazer o review do produto o quanto antes me form permitido. Diferente do novo Moto X, que já tem um grande potencial de compra da minha parte antes mesmo de um teste mais prático, o relógio da Motorola ainda precisa passar por uma avaliação mais aprofundada para um investimento em definitivo. Até porque o seu valor no Brasil ainda não foi anunciado.

Mas há potencial, devo admitir.