@oEduardoMoreira

Pessoal e Intransferível

Tag Archives: moto g 2015

A ASUS agradece ao dólar (e à Motorola também)

by

moto-g-2015-music-05

Uma coisa um pouco vergonhosa aconteceu na semana passada, durante o evento de lançamento dos novos smartphones da linha Zenfone da ASUS. Depois dos anúncios dos preços dos dispositivos, foi possível ouvir um ‘chupa, Motorola’, vindo de meia dúzia de pessoas (que depois eu fiquei sabendo que eram jornalistas, e este é o motivo da minha vergonha). Na verdade, o grito refletia o sentimento de muitos dos presentes: a ASUS estava desafiando a Motorola. Simples assim.

Com modelos com preços a partir de R$ 899 (que podem custar menos de acordo com o e-commerce escolhido) e especificações técnicas um pouco acima do que o Moto G de 3ª Geração oferecem, a nova linha Zenfone da ASUS chegou para fazer barulho, e não só no segmento de linha média, mas também nos ditos tops de linha, onde a sua opção mais cara (Zenfone 2 Deluxe) está na faixa dos R$ 2 mil, enquanto que muitos dos concorrentes diretos (Sony, Samsung, LG, etc) estão com opções custando pelo menos R$ 2.5 mil.

Mas alguns fabricantes decidiram ‘ajudar’ a ASUS nessa missão de conquistar o usuário brasileiro. A Motorola, por exemplo, deu uma bela ‘mãozinha’, ao anunciar um aumento de preços na sua linha Moto G de 3ª Geração, lançada no Brasil no dia 28 de julho.

O reajuste médio foi de R$ 50 em cada modelo, e a justificativa da Motorola foi a variação do dólar, um problema que é algo real, mesmo para produtos que são fabricados no Brasil. Ok. Mas fazer isso uma semana depois que a ASUS anuncia os seus novos produtos? É aí que está o grande problema.

asus-zenfone-2

Para a grande maioria de usuários dessa faixa de preço, a opção da ASUS pode ser considerada a melhor no custo-benefício, não só no papel (comparando as especificações técnicas) como na prática, já que algumas vantagens são pontuais.

Talvez a favor da Motorola temos uma interface Android praticamente pura (algo que pode ser sanado com uma boa ROM), ou a sua câmera, que consegue ser melhor que a do concorrente direto (algo que muitos podem conviver bem com isso, já que a maioria das pessoas precisam de uma câmera para publicar fotos no Instagram e Facebook… e nada mais). Fora isso, o ASUS Zenfone 2 Laser é tão bom quanto ou até melhor em alguns detalhes que o Moto G 2015, e o consumidor certamente vai olhar para esses detalhes.

O Zenfone 2 Laser conta com um processador Qualcomm Snapdragon 410 (o mesmo do Moto G de 3ª Geração), o dobro de RAM (2 GB), a mesma quantidade de armazenamento (16 GB), uma tela maior (5.5 polegadas), um sensor de câmera maior (13 megapixels na traseira, 5 megapixels na frontal), além de todas as tecnologias inteligentes adotadas pela ASUS, como gestor de bateria, de interface gráfica, e outros paranauês que os usuários dessa faixa de preço curtem.

Sem falar que a câmera traseira do Zenfone 2 Laser conta com flash LED dual-tone e sensor a laser, o que aumentam as chances de boas fotos.

Tudo isso, no papel, colocam o produto da ASUS na frente. E isso porque estou comparando o modelo mais básico. Nos modelos mais caros, talvez as pessoas optem pelo Moto G 2015 pelo fator preço, que é algo determinante nessa linha de produtos. Mesmo assim, não será surpresa se alguns investirem um pouco mais para comprar algum Zenfone, e receber mais por isso.

Entendo que vivemos em tempos onde o ‘não está fácil para ninguém’ virou o mantra, repetido em diferentes segmentos de mercado. Mas também acho que a Motorola acabou de dar uma mãozinha (e boa) para a ASUS.

E, se você quiser me dar uma mãozinha, comprando um dos dois smartphones por esse blog, clique nos banners a seguir! A gerência agradece! :)

1936

Motorola Moto G de 3ª Geração

1936

ASUS Zenfone 2

Motorola Moto G de 3ª Geração Music Edition

by

moto-g-2015-music-01

A Motorola apresentou pelo menos cinco versões do Moto G 2015 (ou Moto G de 3ª Geração), com o objetivo de atender aos mais diferentes tipos de usuário. E uma dessas versões é a Music Editon.

Como o próprio nome indica o Moto G de 3ª Geração Music Edition chega para atender as necessidades dos fãs de música. Para isso, vem acompanhado de um estiloso headset Bluetooth da própria Motorola (nada de fones Track Air da SOL Republic, tão elogiados no primeiro Moto G), que devem entregar aos fãs de música mais casuais a qualidade sonora necessária para ouvir as suas músicas durante as suas jornadas diárias.

moto-g-2015-music-05

Fora isso, é o mesmo Moto G 2015 que você conheceu recentemente: processador Snapdragon 410 quad-core de 1.4 GHz, sistema operacional Android 5.1.1 Lollipop, conectividade 4G, tela de 5 polegadas (HD), 16 GB de armazenamento (nessa versão), câmera traseira de 13 megapixels, câmera frontal de 5 megapixels, entre outras configurações.

O novo Moto G de 3ª Geração se destaca também pela resistência à água (IPX7), slot para cartão microSD de até 32 GB de armazenamento, flash LED duplo com a tecnologia CCT (Correlated Color Temperature, que ajusta a intensidade do flash), um novo design pensado na maior resistência e estilo, o já popular Moto Tela, que mostra notificações de forma minimalista e eficiente, Um dual SIM inteligente e todas as funcionalidades que consagraram essa geração de smartphones.

moto-g-2015-music-04

Dispensável aqui dizer que o Moto G de 3ª Geração Music Edition é mais do que recomendado para os fãs de musica. Também é indicado para os usuários que querem o fone de ouvido como acessório complementar de uso com o dispositivo. Também é recomendado para os usuários que já são fãs da Motorola ou para quem prefere uma experiência do Android (quase) puro.

1936

Motorola Moto G de 3ª Geração (2015)

by

moto-g-2015-04

O novo Motorola Moto G de 3ª geração procura manter a linha de sucesso já apresentada nos modelos anteriores, mas aproximando ainda mais a experiência de uso do modelo intermediário com os smartphones mais completos da empresa.

O modelo conta com um processador Qualcomm Snapdragon 410 quad-core de 1.4 GHz, trabalhando em conjunto com o sistema operacional Android 5.1.1 Lollipop. Um dos pontos de decepção entre os presentes no evento de imprensa realizado em São Paulo é justamente a manutenção desse processador, que já entra na sua terceira geração (mesmo sendo atualizado a cada ano).

Porém, a Motorola preferiu priorizar no Moto G 2015 outros pontos que a empresa entendeu que eram os mais solicitados pelos clientes em potencial desse produto, como por exemplo a capacidade de customização e personalização do dispositivo, as câmeras, entre outros fatores. Vale a pena lembrar que esse dispositivo conta com tela HD de 5 polegadas e compatibilidade com as redes 4G e slot para cartões microSD de até 32 GB.

moto-g-2015-08

As câmeras também receberam importantes melhorias. A câmera frontal de 5 megapixels, e câmera traseira de 13 megapixels, com flash LED duplo e tecnologia CCT (Correlated Color Temperature), que ajusta automaticamente a intensidade do flash, mesmo em ambientes com baixa luminosidade. O recurso de duplo giro no pulso para acionamento da câmera está presente, e além do modo de compartilhamento rápido com apenas três toques.

Outra novidade importante no Moto G de 3ª geração é a presença da certificação de segurança IPX7, o que torna o smartphone resistente à imersões de até 30 cm de profundidade por até 30 minutos. Ou seja, se o seu smartphone cair na privada, ou se você quiser tomar banho com ele, não tem problema.

moto-g-2015-01

O Moto G 2015 foi repensado no seu design, de modo que ele prioriza a resistência e durabilidade. Uma nova carcaça traseira, com acabamento em relevo favorece o agarre do usuário, e pode ser personalizado via Moto Maker, se o usuário assim desejar.

Recursos como o Moto Tela e o Dual-Chip inteligente também estão presentes no Moto G 2015, oferecendo uma experiência de uso única e muito procurada pelos usuários que desejam a experiência mais próxima possível do Android ‘puro’. A Motorola pouco interfere na interface do sistema operacional, e isso é perfeito para os usuários que desejam o sistema menos intrusivo possível.

moto-g-2015-07

O Motorola Moto G de terceira geração é um dos lançamentos mais esperados de 2015. É altamente recomendado para quem quer receber essas novidades no seu smartphone, ou para quem deseja uma das melhores relações custo-benefício do mercado no momento. É pensado também em quem busca a experiência Android da Motorola, com poucas intervenções, e soluções inteligentes que são muito bem vindas.

1936

Mais um vazamento da Motorola no Brasil. Eita…

by

moto-g-americanas-3

Não sei se os e-commerces nacionais são ‘descuidados’, se os estagiários continuam aprontando das suas, ou se tem muita gente com raiva do marketing da Motorola. Realmente eu não sei. Mas o vídeo vazado ontem (23) pela Americanas, vazando os principais detalhes do Motorola Moto G de 3ª geração (2015), que só será anunciado na próxima terça-feira (28) em São Paulo, é apenas mais um dentro do histórico de vazamentos da empresa.

Mais um. Se não estou enganado, é o quarto nos últimos tempos.

Não dá pra dizer que a Motorola não sabe guardar segredo. Acho que eles tentam, mas não são tão eficientes que os outros. Fato é que, hoje, com a profusão da internet e a velocidade da informação, é muito difícil guardar um segredo desse porte. Ainda mais envolvendo um dos dispositivos mais esperados de 2015.

A questão dos vazamentos é algo que gera discussões. Há blogs que adoram quando isso acontece, pois tal incidente se converte rapidamente em pageviews para o seu veículo. Outros blogs acham a prática abominável, pois não só prejudica o trabalho dos profissionais envolvidos, como também estraga o ‘efeito surpresa’ que é sempre bom ter quando nos deparamos com um lançamento de tecnologia.

Ainda mais se levarmos em consideração que estamos falando do Moto G de 3ª geração, modelo que foi alvo de rumores nos principais veículos de tecnologia do Brasil e do exterior.

moto-g-americanas-2

Mas a grande questão que fica é a seguinte: será que esses vazamentos acontecem por erro de terceiros? Ou será que é uma forma da própria Motorola atrair os holofotes para si?

Essa pergunta é oportuna sim. Veja bem: eu disse um pouco antes que, na era da internet, é muito difícil guardar segredos, ainda mais desse porte. Logo, alguém na Motorola deve ter pensado: ‘então, por que não bancar esses vazamentos, para gerar uma visibilidade prévia ao nosso produto, antes do seu anúncio oficial?’.

Não seria a primeira, e muito menos a última vez que eu veria isso acontecer.

Levando em conta que vivemos hoje em um mercado altamente competitivo, onde os modelos top de linha se encontram em um claro período de saturação, e consumidores e fabricantes encontraram nos modelos de linha média aquele objetivo de consumo e venda, é natural que os fabricantes invistam em novas soluções de comunicação com o consumidor, visando aqueles que querem investir dinheiro em um dispositivo de linha média.

As últimas versões do Moto G foram muito bem sucedidas no mercado, e com certeza a Motorola não quer perder isso. Ok, o preço especulado para o smartphone não ajuda muito (a partir de R$ 929), e ele pode não ter o mesmo impacto junto ao consumidor do seu grupo como nos modelos anteriores. Logo, já ir explicando para o consumidor o que o novo modelo traz de melhor, tentando justificar o preço mais alto, é uma estratégia que até pode funcionar.

moto-g-americanas-1

Por outro lado, os e-commerces brasileiros precisam aprender a guardar segredos.

Já é de conhecimento geral que os e-commerces recebem as informações e material promocional dos grandes lançamentos de tecnologia antes do seu anúncio, até mesmo para preparar suas páginas. Mas todas as vezes que o dispositivo é da Motorola, sempre tem alguma loja virtual ‘queimando a largada’, ou vazando fotos do produto, ou vídeos (como foi nesse caso), ou até mesmo a página de venda, com o preço sugerido.

Isso não pode acontecer com tanta frequência por ‘mera obra do acaso’. E tantas vezes seguidas.

Não é mesmo, Motorola?