@oEduardoMoreira

Pessoal e Intransferível

Tag Archives: review

Bancada de Testes | LG L 70 Dual (unboxing e primeiras impressões)

by

lg-l70-dual-01

Mais um modelo da LG chegou para testes por aqui. O LG L70 Dual é uma interessante proposta de smartphone de linha média, que tem como missão principal bater de frente com um dos modelos mais bem sucedidos do mercado nesse momento, o Motorola Moto G. Se vai conseguir, é uma outra história. Mas pelo menos as primeiras impressões do modelo são bem positivas.

No vídeo que você poderá conferir no final desse post mostram um smartphone de linha média típico, mas com alguns dos recursos inteligentes presentes nos modelos top de linha da LG, como o Knock On e o Knock Code. Isso é possível por conta da eficiência da interface de usuário adotada pelos coreanos, que apesar de ser considerada pesada para muitos, pode suportar os seus recursos em dispositivos considerados mais simples nas especificações técnicas.

Outro destaque positivo do modelo – que pode ser observado no vídeo – é que, apesar de um hardware mais limitado, o seu desempenho é – pelo menos nos primeiros momentos de uso – algo bem ágil e fluído. Aqui, o destaque vai para o Android 4.4.2 KitKat, que foi pensado no melhor desempenho possível, mesmo com um hardware mais limitado.

O LG L70 Dual mantém a mesma proposta de tela com grande nível de brilho e boa oferta de cores, tornando a exibição dos gráficos algo mais fluído e eficiente. É um dispositivo com um agarre muito confortável por conta das suas 4.5 polegadas de tela, e nos primeiros testes, o modelo promete ser bem ajustado para os típicos usuários de linha média, que ocasionalmente desejam um smartphone com uma boa tela para ver vídeos de forma descompromissada.

Ao longo das próximas duas semanas, vou testar o smartphone, e o review completo será publicado no TargetHD.net. Até lá, fique com o vídeo das primeiras impressões do LG L70 Dual, e comece a pensar se ele pode mesmo bater de frente o muito elogiado Motorola Moto G.

 

Compre um kit limpa telas para os seus gadgets. Eles vão te agradecer!

by

limpa-telas-01

Nessa semana, em minhas andanças pela cidade, acabei adquirindo um kit limpa telas da Rodabrill. Eu já havia comprado um kit para limpeza de computadores, mas como ele já havia acabado e eu precisava deixar algumas das várias telas que tenho por aqui em boas condições (inclusive dos gadgets que estava testando para review), acabei comprando esse kit. Afinal, o investimento em tecnologia passa pela manutenção do mesmo.

Talvez por transmissão de pensamento (ou porque a oferta do supermercado era boa mesmo), o meu amigo Zé Marcos Taveira, do Blog do Zé Marcos, comprou o mesmo kit, na mesma semana, e já falou sobre ele em seu blog. Aqui, vou passar as minhas impressões sobre o produto, em um pequeno teste que fiz para tirar as fotos do review do Nexus 7.

limpa-telas-02

O limpa telas da Rodabrill é indicado para todo e qualquer tipo de dispositivo de tecnologia que conte com uma tela. Ou seja, TVs, monitores, aparelhos de GPS, smartphones, celulares, tablets, videogames portáteis, etc. O produto é altamente recomendado pelo simples fato que na maior parte do tempo acabamos tocando essas telas com os dedos (nem tanto nas TVs, mas para os demais…), e como nossas mãos são partes do corpo que ficam a maior parte do tempo sujas e com suor, os nosso produtos também ficarão com as suas telas com, digamos, “resquícios” de nossa presença.

limpa-telas-03

Para te incentivar, o kit vem com um pano de microfibra. Ou seja, chega de recorrer a um pano de prato qualquer para limpar a tela do seu smartphone (ou pior: a sua camiseta…). Guarde os dois juntos depois do uso (e lave esse pano eventualmente) que você terá o kit por muito tempo.

limpa-telas-04

Para esse teste, eu utilizei o meu já amado tablet Nexus 7, que como vocês já imaginam, é utilizado o dia inteiro, com sua tela sendo alvo da tortura e sujeira das minhas mãos.

limpa-telas-05

Borrife gentilmente a substância na tela do produto. Duas ou três borrifadas são suficientes para um tablet de 7 polegadas. Você não precisa (e nem é recomendado) exagerar na quantidade de líquido que você vai utilizar para essa limpeza. Tem que ser o suficiente para deixar a superfície limpa. Ah, você também pode borrifar o líquido em uma parte do pano, mas lembre-se de não encharcá-lo, pois um dos versos precisa ficar seco para secar a tela.

limpa-telas-06

Seque o produto, com movimentos gentis. Afinal, é um gadget caro que você tem nas mãos. É só para remover o excesso do líquido aplicado.

limpa-telas-07

Pronto! Sua tela está como nova, limpa e radiante… para ser suja de novo por você!

limpa-telas-08

O limpa telas da Rodabrill está aprovado. Comprei o produto porque estava relativamente barato (menos de R$ em um dos supermercados da minha cidade), e porque eu estava precisando de um desses. Talvez você encontre esse ou outros modelos similares em lojas de informática ou de acessórios, ou até mesmo em hipermercados.

Um lembrete: se você é cuidadoso com os seus equipamentos eletrônicos, procure usar produtos como esse, que são próprios para esse tipo de limpeza, e que não contam com substâncias que podem danificar os componentes internos do seu produto. Soube de algumas pessoas que tentaram utilizar produtos de limpeza ou que normalmente utilizamos na cozinha para tentar limpar o seu dispositivo, e teve prejuízos sérios com isso. Evite tal procedimento. Afinal de contas, o seu gadget é um investimento de longo prazo. Logo, vale a pena gastar um pouco a mais para deixá-lo mais apresentável. Nem que seja para você mesmo.

Bancada de Testes | Microsoft Chatpad para Xbox 360

by

Em um belo dia, quando decidi assistir vídeos no Xbox 360, me deparei com a dificuldade em digitar os termos no campo de busca. A mesma dificuldade foi detectada ao buscar um determinado jogo, códigos de licença ou até mesmo para incluir o nome do jogador no cadastro. A maioria dos consoles recentes não possui uma forma simplificada de inserir dados. Para isso, existem produtos como o Microsoft Chatpad para Xbox 360, que é uma mão na roda nessas horas. Já tenho o produto desde o ano passado, e só agora decidi fazer uma breve análise do mesmo.

Para que serve?

O Microsoft Chatpad é um acessório complementar para o controle original do Xbox 360, sendo um teclado físico que facilita a inserção dados em diversas atividades do console. Foi também pensado nos usuários que gostam de conversar com os amigos através da Xbox Live, tanto por e-mails quanto nos mensageiros instantâneos.

Conhecendo o produto

Quando vi o produto pela primeira vez, ele me remeteu a um teclado QWERTY de celulares mais antigos (como alguns modelos da Samsung com teclado QWERTY silde na horizontal). E isso, não só no formato, mas também na tonalidade das cores e no material empregado para a sua construção.

A parte traseira busca acompanhar as linhas de design do próprio controle, até mesmo para não atrapalhar a pegada do jogador no uso normal. Mesmo porque se espera que o gamer fique várias horas com o controle nas mãos, e não pode ser essa peça branca que vai atrapalhar a sua vida, correto?

ATENÇÃO! Não se deixe enganar! Existem outros teclados “alternativos”, que prometem mundos e fundos. Mas o Microsoft Chatpad original tem o seu verso com essa aparência que você vê acima, e com o selo em prata da Microsoft na parte inferior. Fique atento na hora da compra.

Na parte inferior, temos o conector para fones de ouvido. Infelizmente (e aparentemente, pois ainda não me aprofundei no assunto), o Chatpad só é compatível com o headset da Microsoft, que acompanha o acessório. Tentei conectar outros fones nesse conector. Nenhum deles funcionou.

Visão geral da parte superior do Microsoft Chatpad. Destaque para o conector central, que realiza a comunicação do teclado com o joystick em si, além do conector para fones de ouvido, que também está presente na parte inferior do controle original.

Detalhe também para os cantos emborrachados na parte superior, estrategicamente colocados para não machucar o material do joystick original.

Uma das coisas que garantem que o Chatpad só vai funcionar em controles originais da Microsoft está nos seus encaixes, que acompanham os espaços de encaixe do próprio controle. Além disso, como já disse antes, o acessório acompanha a linha de design do controle, “complementando” o que seria o espaço vazio presente no controle. Me lembro que quando testei o joystick Razer Onza Tournament Edition no TargetHD.net, já havia observado que o acessório só funcionaria em um controle original, justamente pelo design exclusivo.

O acessório em si, no seu peso, é relativamente leve. Bom, bem mais leve que o controle do Xbox 360, e não causando um acréscimo relevante no peso do conjunto. Ou seja, se você já se acostumou com aquilo que o joystick do X360 pesa, você não vai ter problemas ao usar esse teclado.

O teclado em si é muito bom para o que se propõe a fazer. As teclas são razoavelmente bem espaçadas, com um bom tamanho (levando em conta que você vai usar os polegares o tempo todo), com uma boa resistência na hora de digitar termos e palavras. Os erros são bem pequenos para aqueles que já estão acostumados com um teclado físico. Além disso, o console é retroiluminado, o que facilita a vida dos gamers com hábitos noturnos. E, mesmo com a necessidade de uma tecla especial para acessar os caracteres especiais e acentos, a sua produtividade é muito boa. Até porque 99% dos termos que você vai digitar não usam acentos.

Um detalhe para um uso adequado do produto, e pode parecer bem trivial esse detalhe (mas vale a pena para os novatos): ele só funciona se o mesmo estiver PERFEITAMENTE ENCAIXADO no joystick. Você pode até achar que na parte superior, onde estão os conectores, tudo está bem encaixado. Mas vale a pena ficar atento na parte inferior do encaixe, pois são elas que efetivamente “prendem” o teclado no joystick.

O resultado do joystick, depois de encaixado, é esse aqui.

Observe como a inclinação do teclado favorece uma digitação simples, com uma curvatura pensada na parte inferior. Esse ângulo inclinado favorece uma digitação rápida.

No final das contas, o Microsoft Chatpad para Xbox 360 vale o investimento. Facilita muito a vida no uso com buscas de termos e digitação de textos curtos, códigos de produtos especiais e dados do jogador. Não compromete muito a pegada do joystick (isso pode variar de acordo com o tamanho da mão do jogador, e o seu nível de exigência), e todo acessório pensado para complementar a usabilidade de um produto é bem vindo.

Abaixo, o review em vídeo do produto.

Bancada de Testes | Motorola RAZR HD

by

Recebi para reviews e testes para o TargetHD.net o smartphone Motorola RAZR HD, que além de ser voltado para a reprodução e produção de conteúdos em alta definição, é o primeiro smartphone a chegar no Brasil compatível com as redes 4G LTE. Decidi então gravar um breve vídeo de unboxing e primeiras impressões sobre o produto. O review completo será publicado em breve, no TargetHD. Vídeo abaixo.

[Vida de Blogueiro] Em breve, review no @TargetHD: samrtphone LG Optimus 3D Max

by

Acaba de chegar aqui na sede do TargetHD o smartphone LG Optimus 3D Max, enviado pela assessoria de imprensa da LG do Brasil, para reviews e testes, que serão publicados em breve no blog.

Vale a pena destacar que poucas vezes um produto chegou até mim lacrado. Ou seja, estou utilizando dessa vez uma unidade “0 km”, sem nenhum tipo de uso prévio.

Gostei do tamanho do aparelho. Parece ter uma boa pegada.

Tela de 4.3 polegadas, processador dual-core TI OMAP 4 de 1.2 GHz…

Espessura de 9.6 mm… mas o mais importante…

As câmeras, para registro de imagens em 3D! É, amigo… hora de registrar o mundo em três dimensões, já pensou?

Em breve, o LG Optimus 3D Max contará com review completo no TargetHD.net.

[Review] TV por Assinatura Via Embratel. Um ótimo investimento, dependendo do que você quer ver

by

Mais um review voltado para tecnologia, mas desta vez, de um assunto bem diferente: TV por assinatura.

Muita gente me manda e-mails, comentários no blog e mensagens no Twitter perguntando minhas impressões sobre o sistema de TV por assinatura da Via Embratel, talvez muito pelo fato de ter postado durante o ano passado algumas impressões sobre os diferentes sistemas, e até mesmo por ter feito uma edição do TargetHD Podcast, traçando um resumo do cenário de opções de TVs por assinatura no Brasil. Por isso, resolvi fazer uma breve descrição das impressões do sistema. Rapidamente, tirei algumas fotos do sistema no horário do almoço, com a câmera do meu smartphone.

Este é o receptor da Via Embratel. Eu tenho este equipamento desde maio de 2009, e ele já passou pela atualização de software que modificou seu sistema de menus. Mas dele, falo mais pra frente. Considero este um receptor competente no que faz, mas fica um pouco abaixo em termos de tecnologia para os seus concorrentes, em virtude de sua carência de alguns recursos que hoje, para muitos, são considerados fundamentais.

Suas conexões são das mais simples, como saída RCA e coaxial. Ou seja, não tem saída S-Vídeo, não tem saída vídeo componente, nem saída HDMI, o que o torna um dos receptores mais simples dentro das opções de mercado de DTH. Para os mais exigentes, isso pode não agradar, mas para quem só quer assistir TV com boa qualidade de imagem, isso é o suficiente. Uma coisa que devo aqui ressaltar é que a Embratel lançou uma segunda versão deste receptor no final do ano de 2009, na cor preta, que deve ter recursos mais avançados. Não posso dizer isso com precisão, pois não tive contato com este novo receptor. Caso isso aconteça, postarei no blog minhas impressões.

Controle remoto do sistema. Bem completo, bem funcional, responde muito bem aos comandos, e com a atualização do software, teve funções adicionadas. Também é muito resistente pois, como todo controle remoto que se preze, já caiu algumas vezes e, diferente de outros, não saiu nenhum pedaço de plástico do controle. Isso, para mim, é um diferencial. Mostra que o produto é realmente resistente.

Bom, vamos às suas características visuais.

Este é o menu inicial da Via Embratel. Para muitos usuários, ele levou um bom tempo para ser atualizado (inclusive eu). Este menu novo tem vantagens muito interessantes e um layout muito mais atraente, com recursos de animação que agradam muito a vista (amanhã, no blog, postarei o vídeo review do sistema). Pelo menu, você consegue fazer todos os ajustes de configurações, bem como encontrar o canal por gênero e categoria.

Ele possui pelo menos três formatos de guia de programação. O primeiro é no formato tradicional, de painel eletrônico, que mostra a programação de até 3 dias posteriores à data atual.

O segundo menu é acionado se você aperta mais uma vez a tecla GUIA. Ele mostra em forma de lista os programas que vão passar naquele dia, com horários de transmissão. Você pode também escolher outros canais a serem listados neste modo, usando as setas laterias. Isso é bem prático para ver a programação completa de um canal em específico.

E esta é a terceira opção de guia eletrônico, que é muito interessante. Apertando a tecla OK do controle remoto, ele mostra a grade do que está passando naquele momento, e com uma barra de progresso que indica quanto tempo falta para o programa acabar (é claro que este tempo é o que já está pré-determinado pela grade: eventos ao vivo podem variar seu tempo de exibição). Muito prático e muito funcional, se você quer buscar outras coisas para assistir no ato (e mais eficiente do que ficar zapeando os canais).

Esta aqui é a imagem da tarja de informações na troca de canais. Também considero bem completa, com informações como data, hora, canal, a mesma tarja de progresso de tempo do programa que está sendo exibido, o programa futuro e outros.

Quanto à sua qualidade de imagem. Tem gente que fala que a Via Embratel tem imagem melhor do que a Sky, tem gente que diz o contrário… e neste caso, volto a dizer que isso vai depender do perfil do consumidor. A imagem da Via Embratel é boa (na minha opinião), mas já foi melhor quando utilizavam o sistema MPEG4 de transmissão. Tiveram que mudar para o MPEG2 (que é o mesmo da Sky) pela questão do custo. Mas, para olhos mais descuidados, não se percebe muitas diferenças. São bem poucos os canais que sofrem com o problema de compressão de imagem (que podemo provocar quadriculados e “borrões” na tela, em imagens com movimento maior). Mas, levando em conta as suas opções de saídas de vídeo, aqueles que querem uma imagem absurdamente perfeita podem recusar este sistema. Lembrando sempre que: 1) existe uma nova versão do receptor, que pode vir com outras características de saídas de vídeo; 2) para a maioria das pessoas, a imagem da Via Embratel vai ser excelente.

Quanto aos seus pacotes de programação. Existem opções diferentes, para propósitos diferentes: o pacote Mini-Essencial (R$ 49,90), é muito parecido com o pacote encontrado no Sky Pré-Pago. Considero esta uma excelente opção para quem não fica muito tempo em casa durante a semana, mas quer ter alguma programação para assistir durante o fim de semana. Ou para aqueles que já sabem como ver as séries de TV por outros meios, mas querem ter alguns canais a mais na TV. Fora que, além disso, você pode, nos fins de semana, adicionar, de forma provisória os pacotes superiores (Essencial e Família), e depois, removê-los, pagando apenas pelos dias utilizados.

O pacote Essencial (R$ 69,90) é uma boa opção para quem gosta de séries, pois alguns dos principais canais estão lá (Sony, Fox, Warner, FX, etc), e para quem quer oferecer alguns dos melhores canais infantis para os filhos (Discovery Kids, Cartoon Network e Disney Channel). É um pacote muito completo e por um preço muito acessível.

O pacote Família (R$ 89,90) é para quem tem tempo de sobra pra ver TV, pois são todos os canais convencionais do sistema. É indicado também para todos aqueles que são fanáticos por esportes, pois contam com todos os canais possíveis nesta categoria (ESPN, ESPN Brasil, WooHoo, BandSports e Speed Channel).

Isso sem contar os pacotes intermediários, com canais Telecine e Multicultural, que podem complementar sua programação.

Para maiores informações, por favor, visitem o site da Via Embratel: www.viaembratel.com.br.

Uma característica interessante deste receptor é que ele é híbrido, ou seja, recebe canais tanto de sua mini-parabólica digital, quanto os canais da parabólica analógica (apontada para o satélite C2). Isso é um grande diferencial, pois, se você assina o serviço da Via, sabe que está pagando mesmo para assistir canais fechados, ficando a seu critério colocar os canais abertos ou não. No caso, recomendo então investir mais um pouco na compra de uma parabólica, com o objetivo de completar a sua programação (tem sempre alguém na sua casa que é doido pra ver novela, ou para aqueles jogos que não passarão no Sportv, ela se torna indispensável). Para mim, o receptor sintoniza os canais muito bem, sem muito chuviscos e sem distorções.

Por fim, eu diria que a Via Embratel, para mim, está APROVADA. Tem preços melhores que a concorrência, me serve muito bem para assistir meus programas e eventos favoritos, sem precisar vender um rim para isso. Se você busca colocar uma programação de maior qualidade na sua casa, ou é um grande fã de esportes, filmes e séries, esta é sim a melhor relação custo/benefício. É óbvio que existem opções com melhor tecnologia no mercado, mas ainda com preços proibitivos para a maioria da população.

Para maiores informações, por favor, visitem o site da Via Embratel.

ATENÇÃO: as imagens de canais aqui capturados são apenas para demonstração do sistema. Todos os direitos de imagens das marcas mostradas pertencem aos seus respectivos donos.