Tag Archives: robótica

Veja como o robô humanoide da Boston Dynamics se equilibra bem com uma perna

by

robo-boston-dynamics

Apesar de todo o progresso, ver os robôs da Boston Dynamics permanecerem de pé é uma grande conquista. Logo, não deve causar estranheza o vídeo que o Instituto de Cognição Humana da máquina (IHMC) publicou, que mostra o robô Atlas se sustentar em uma perna sobre uma superfície acidentada.

Na verdade, a façanha foi pura sorte. O próprio IHMC alerta sobre isso, já que é raro que um robô consiga fazer isso durante tanto tempo sem cair. Mesmo assim, ainda é algo incrível ver a experiência, e todo o balanço de sua estrutura, enquanto ele está sobre uma borda de apenas 2 centímetros.

E, antes que você fale alguma coisa… quanto tempo você consegue fazer o mesmo?

O Atlas é um robô bípede desenvolvido pela Boston Dynamics (uma empresa da Google), e tem uma altura de 1.80 metros. Foi desenvolvido para realizar tarefas de busca e resgate.

De tempos em tempos, seus criadores mostram seus avanços, registrando suas conquistas em vídeo e mostrando a todos suas novas e cada vez mais avançadas habilidades.

Em um futuro não muito distante, voltaremos a ter notícias sobre o Atlas e seus dotes como equilibrista. Até lá… vídeo a seguir.

 


 

Via Popular Mechanics, IEEE SpectrumYouTube (IHMC Robotics)

Euclid, o módulo robótico da Intel com Ubuntu

by

Euclid

O Euclid é um módulo robótico desenvolvido pelo departamento de computação perceptual da Intel, e foi exibido durante o IDF 16.

A Intel quer pensar além do PC e o Euclid é mais um exemplo desse conceito.

O robô conta com uma câmera Intel ZR300 REALSENSE, WiFi, Bluetooth, GPS, IR e vários sensores (movimento, proximidade, profundidade, acelerômetros e giroscópio), o que permite a captura de dados a 60 frames por segundo.

Euclid: a computação com Ubuntu em um formato inovador

Euclid 02

 

O produto também conta com uma porta USB 3.0 e microHDMI, além de uma porta de recarga de bateria individual, também incluída em um módulo que utiliza uma base de hardware com processador Atom quad-core.

O Euclid é gerenciado pelo Ubuntu 14.04, mas a versão final que chegara em 2017 receberá o Ubuntu 16.04. Na parte superior do sistema há uma pilha de software que facilita o seu uso sem a ajuda de um software adicional.

O produto pode ser utilizado como um “cérebro” autônomo completo, com capacidades de detecção ou como um sensor inteligente controlado por um computador mais potente, ou com sistemas Arduino instalados no corpo do robô.

Desse modo, a Intel vai expandindo o uso da computação em diferentes segmentos, dependendo menos das vendas dos desktops.

Vídeo demonstrativo a seguir.

 

WeDo 2.0, um LEGO mais ambicioso do que nunca

by

WeDo20

A LEGO foi uma das primeiras a apostar na programação para crianças, com o seu LEGO WeDo. Na CES 2016, eles apresentaram a nova versão desse kit de robótica para crianças, que mantém a base da primeira versão, com seu conceito de construção por blocos, sensores, atuadores e uma linguagem visual de programação.

A principal novidade do WeD0 2.0 é a chegada da comunicação via Bluetooth com os tablets com iOS e Android (também compatível com PC, Mac e Chromebook) para enviar as instruções programadas para o robô via software visual e desenhado pelos alunos de escola primária. O novo kit tem todos os seus componentes melhoradas, com 120 elementos a mais que na primeira versão, alcançando 280 peças. A LEGO também oferece um modo de compra desse kit para toda uma sala de aula, por aproximadamente US$ 2.000.

O valor do kit não se avalia apenas pelo hardware, e existem soluções similares mais acessíveis. Porém, temos que reconhecer que o design das peças LEGO e o material relacionado fornecido pela marca justificam o seu preço. O kit também traz 40 horas de aulas sobre programação, que em 2016 se ampliam com partes dedicadas ao chamado bloco STEM (matérias de ciência e tecnologia), onde se trabalham com projetos derivados que introduzem aos alunos as áreas de engenharia, biologia, física ou ecologia. No total, são 16 projetos de base.

 

Via LEGO

Plataforma robótica mantém bola perfeitamente balanceada no centro

by

automatic-ball-balancing-robot

Poderia ser algo que passaria desapercebido pela maioria de nós. E até é. De qualquer forma, vale a pena compartilhar com vocês o vídeo dessa plataforma robótica e automatizada, que consegue manter a bola perfeitamente balanceada no centro da mesa.

A plataforma também foi programada para rolar a bola sobre a superfície com padrões determinados.

E é isso. Confira o vídeo a seguir.

 

+info

Luva do MIT oferece um par de dedos a mais para você

by

luva-mit

Cientistas do MIT desenvolveram uma luva que permite oferecer um agarre extra através de dois dedos mecânicos integrados. A ideia é facilitar determinadas tarefas que são realizadas com apenas uma mão, como abrir um recipiente, mover a colher em um copo, entre outras. Obviamente, o contexto mais adequado é ajudar pessoas com mobilidade reduzida, ou com apenas uma das mãos.

Seu funcionamento se baseia em uma série de sensores que detectam a posição da mão e dos dedos, para rapidamente enviar a informação para os dedos mecânicos, que copiarão a posição. O vídeo abaixo mostra algumas demonstrações do sistema, mostrando o que ele é capaz de fazer.

 

Via MIT

Pode um conjunto de robôs criar uma banda musical lendária? Tom Jenkinson acredita que é possível…

by

zmachines

Os sintetizadores de computadores já provaram que são capazes de criar música com elevada precisão. Alguns artistas computadorizados como Hatsume Miku são verdadeiros fenômenos em demonstrar como a tecnologia pode criar verdadeiros concertos virtuais, se tornando fenômenos de massa.

Porém… é possível criar música com um conjunto de robôs? Não só isso: serão capazes de criar uma legião de fãs, se tornando estrelas do rock?

Tom Jenkinson aposta que sim. O “Squarepusher”, como é conhecido pelos amigos, nunca será visto nos catálogos da Billboard, ou no Spotify. Sua música experimental mistura gêneros, ideias novas e muita influência do jazz e da música eletrônica. E ele se propôs a criar um grupo de robôs que serão capazes de tocar os instrumentos conhecidos por todos, além de aproveitas as suas habilidades e precisão mecânica para criar músicas que sejam impossíveis de serem executados por qualquer músico humano.

Seu projeto começou a ser colocado em prática com o single “Sad Robots Goes Funny”, e se transformou em um álbum completo, o “Music for Robots”. Um mix bem curioso de sons, que você poderá apreciar uma das faixas criadas no vídeo abaixo.

 

Via FastCoLabs

Nokia N900 integrando um robô caseiro

by

Ainda que o N900 já tenha sido visto por diversas vezes, o smartphone com o sistema Maemo da Nokia tem mais um truque na manga antes de voltar ao passado. Sascha (não, não é a filha daquela apresentadora loira que eu me recuso a dizer o nome), um apaixonado pelo mundo da robótica e membro do fórum Robosavvy, conseguiu transformar o terminal em uma cabeça pensante do robô que você vê acima.

Antes que você pergunte, eu já informo que ele foi construído com a ajuda de um kit Bioloid Premium. A particularidade dessa peça é que, graças ao acelerômetro de três eixos, as funções de streaming e/ou a da plataforma de acesso remoto que o telefone possui, poderá transformar esse robô em um dispositivo muito mais avançado do que estamos acostumados.

Para mais detalhes, clique aqui.

Vídeo: Telesar V, o robô que transmite sensações táteis e visuais à distância

by

O Telesar V não é um simples robô. Ele conta com um componentes que permite que o usuário tome o controle do robô, através de óculos especiais e luvas com sensores. Com isso, o usuário poderá receber as sensações de toque que o robô experimentar do outro lado, incluindo a temperatura que a mão recebe ao segurar um outro objeto. Uma experiência de realidade virtual quase completa, que você pode conferir no vídeo abaixo.



via Diginfo.tv