Ir ao conteúdo

Tenho US$ 200 milhões em Bitcoins, mas esqueci a senha: o que eu faço?

Compartilhe

Se você, amigo leitor, um mero mortal tal e como este velho, gordo e cansado blogueiro de tecnologia que está produzindo este post, tivesse perdido a senha de algum serviço online realmente importante, com certeza o desespero era um dos termos que iria ajudar a definir o estranho sentimento que passaria pela sua alma.

Agora, imagine se você perde a senha da sua carteira de Bitcoins que, nesse momento onde o valor da moeda está em alta (registrou queda forte nos últimos dias, mas ainda assim entrega os seus maiores valores em muito tempo), tem pelo menos US$ 200 milhões.

E o pendrive onde tem a chave criptografada para essa carteira virtual não está funcionando.

E você só tem mais duas tentativas para desbloquear a carteira. Caso contrário, você perde acesso à conta.

Para sempre!

 

 

 

Roteiristas de Black Mirror… onde vocês estão?

 

 

Esse é o plot de vida triste de Stefan Thomas, um programador que, nesse momento, tem 7.002 Bitcoins parados em uma carteira virtual. Porém, ele pode perder tudo se não lembrar a senha que protege essa conta.

Será que ele esqueceu a senha por causa da elevada quantidade de cannabis que ele consumiu por morar em San Francisco. Ou foi por causa do excesso de cerveja artesanal?

Uma das duas coisas é a culpada por esse pequeno grande desastre.

E como a vida real é muito mais cruel e divertida que qualquer roteiro escrito pelas mãos demoníacas de Shonda Rhimes e Ryan Murphy, o nosso amigo Stefan está com a sua situação ainda mais complicada porque ele só tem mais duas chances para tentar lembrar a senha dessa conta.

Se isso não acontecer, o pendrive que ele usa como chave de autenticação da conta, que tem um sistema de codificação bem avançado e protegido contra pessoas que querem abrir a carteira de Bitcoins de outras pessoas, vai se tornar um pedaço de plástico e silício inútil em suas mãos.

Mas antes que você comece a julgar o nosso protagonista pela incompetência e irresponsabilidade, ou começar a tripudiar do pobre coitado mesmo com o suposto início de Alzheimer que pode estar afetando o cérebro dele, é preciso deixar claro que tal esquecimento em carteiras de Bitcoin é algo mais comum do que parece.

Pelo menos 20% das carteiras que contam com a moeda virtual estão perdidas na internet, porque as pessoas ou esqueceram a senha das mesmas, ou simplesmente esqueceram que contam com dinheiro virtual rendendo dinheiro real.

Isso representa nada menos que US$ 140 bilhões que estão sem dono, órfãos e abandonados.

 

 

 

Cuidado com as senhas nunca é demais

 

 

Eu sei que a maioria de nós não investe o suado dinheiro de vender balas nos semáforos em Bitcoins, mas usamos senhas todos os dias, nos mais diferentes serviços online disponíveis.

Logo, ao ler este post, seria legal despertar em você a necessidade de repensar os seus hábitos com as senhas. E não estou falando apenas em evitar o uso de “123456” ou “senha” como senha de seus serviços.

Pense em um gerenciador de senhas competente, use senhas com palavras aleatórias e códigos especiais, e muito cuidado em onde você vai navegar na web. São dicas básicas que podem ser resumidas no “use o bom senso na internet o tempo todo”.

E compartilhe os seus Bitcoins comigo, pois sou um blogueiro velho, pobre e cansado.

 

 

Via New York Times, Chainanalysis


Compartilhe
Publicado emInternetNotícias