iphone x

Vamos combinar? Os preços do iPhone X no Brasil são simplesmente ridículos!

Eu nem vou ficar aqui dissertando sobre a teoria do “cada um faz com o seu dinheiro o que quer”. Todo mundo sabe disso, e essa é uma tecla tão batida, que está quebrada. E eu defendo a liberdade de escolha de todo mundo. De verdade.

Porém, a Apple sempre consegue nos surpreender (e, de certo modo, jamais nos decepcionar) com os preços dos seus produtos. E, no caso do iPhone X, é patético ver como uma empresa coloca um produto no mercado brasileiro simplesmente para que o mesmo produto não se venda aqui em larga escala.

O iPhone X só estará disponível no Brasil para constar que existe. Ele conseguiu chegar ao nosso mercado mais caro do que o especulado. Eu não diria que é impossível ver alguém comprar esse smartphone por aqui porque sempre tem um maluco que vai desembolsar essa grana para ter a comodidade de não dar uma volta em Nova York para adquirir o dispositivo.

Mas é fato que a imensa maioria que pode comprar o dispositivo fora do Brasil vai fazer essa compra bem longe das lojas nacionais.

De novo: não é custo Brasil, não é a carga tributária, nem o fato do produto ser importado. É o fato do preço do produto ser algo tão proibitivo, que ele beira ao ridículo!

Estamos falando de um smartphone, senhoras e senhores. Um smartphone com design diferenciado, algumas tecnologias, uma tela ótima, excelentes câmeras… mas um smartphone. Que faz o mesmo que o seu smartphone atual faria em linhas gerais.

Por que diabos esse dispositivo tem um preço que ULTRAPASSA os R$ 7 mil, quase esbarrando nos R$ 8 mil?

Sou repetitivo ao dizer que temos notebooks premium, que fazem muito mais do que um iPhone, que custa mais ou menos a mesma coisa.

E sim… eu sei que você faz com o seu dinheiro o que quer. Respeito isso em você (aliás, você poderia me dar um pouco do seu dinheiro para mim, por livre e espontânea vontade). Só levanto a discussão para você medir as prioridades do que você vai fazer com o seu dinheiro.

De qualquer forma, é muito difícil não rir para esses preços.

Se bem que seria cômico se, no fundo, não fosse trágico.