Compartilhe

Clássicos do mundo da tecnologia e da informática são atemporais, e precisam voltar de tempos em tempos. E quem está voltando (em uma versão de tamanho completo) é o VIC-20, que agora se chama THEVIC20.

Essa é uma repaginação (ou adaptação) produzida pela Retro Games e distribuída pelo Koch Media, e está devidamente licenciado pelos donos dos direitos do computador doméstico mais vendido na década de 1980. Isso mesmo, amigo leitor: não foi nenhum computador da Apple, nem mesmo um produto da Atari.

Foi esse “ilustre desconhecido”, que muitos de vocês que contam com 20 anos de idade ou menos estão conhecendo nesse momento.

 

 

 

Conhecendo um pouco da história do VIC-20

 

 

Para explicar o presente, é importante falar um pouco sobre o passado.

O VIC-20 é um computador doméstico que foi lançado em 1981. Ele se transformou no primeiro computador de qualquer tipo ou formato a vender 1 milhão de unidades, e ainda guarda um lugar especial no coração dos seus antigos proprietários.

Eu nunca usei um computador como esse, mas sabia que ele existia (afinal de contas, no momento em que esse post foi produzido, eu tenho 41 anos de idade). E agora, quase 40 anos depois do seu lançamento, o computador está de volta, com um novo nome.

 

 

 

Como é o THEVIC20

 

 

O THEVIC20 tenta ser o mais fiel possível em relação ao seu original. Ele contam com um teclado de trabalho, um joystick clássico atualizado que é conectado em uma das quatro portas USB, e o computador em si pode ser conectado a qualquer TV moderna, através de uma porta HDMI.

O produto possui três modos comutáveis, pode rodar os programas originais VIC-20 BASIC e C64 BASIC, ou navegar entre o carrossel de jogos para executar um dos 64 games que estão pré-instalados em sua memória, tanto nos formatos em 50 Hz ou 60 Hz, com os modos opcionais de filtros e telas CRT, para entregar uma experiência de uso mais próxima do computador original.

Tá, ele poderia ter uma porta AV para ser ainda mais fiel à proposta de exibição de imagens no formato original, mas não podemos ter tudo nessa vida.

 

 

Na lista dos 64 jogos que acompanham o THEVIC20, encontramos alguns clássicos do VIC-20 e C74, como Arcadia, Laser Zone, California Games, Paradroid e Boulder Dash, além de algumas novidades como Metagalactic Llamas, Subspace Striker, Mega Vault e Gridrunner.

Por último, mas não menos importante: esse produto recebe jogos inéditos, como Galencia e Planet of Death, este último um game de aventura clássica em formato de texto, que era como o seu pai ou seu avô jogava os jogos em RPG no passado. As portas USB também servem para que o usuário carregue e salve os seus próprios jogos em um pendrive, além de acessar títulos em diferentes formatos de unidade.

Preços não foram revelados.

 

 

 

O que penso do THEVIC20

 

 

O THEVIC20 é uma proposta que claramente tenta alcançar os corações dos mais nostálgicos, aproveitando (muito bem) a onda do retrô que tomou de assalto o mercado de games. Serve também para os mais novos conhecerem um pouco do passado da informática, mas não é bem esse o público alvo desse tipo de produto.

Se você tem 40 anos ou mais e viveu essa época do mundo da tecnologia, este pode ser um investimento quase obrigatório.


Compartilhe