TIM alcança 100% de consumo de energia limpa | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Notícias » TIM alcança 100% de consumo de energia limpa

TIM alcança 100% de consumo de energia limpa

Compartilhe

A TIM acaba de dar um grande passo em seu projeto de geração distribuída de energia. A operadora alcançou a marca de 100% de energia limpa em seu consumo total, fruto da sua planta de usinas – que já são 46, espalhadas por 19 Estados e Distrito Federal, aquisição no mercado livre e compra de certificados de energia renovável.

A companhia também formalizou novas parcerias e, até o fim de 2022, deve chegar a 77 usinas para consumo próprio, com geração de 38,2 GWh mensais, o suficiente para abastecer 19 mil antenas. Com essa ampliação, a TIM terá usinas em 24 Estados e no Distrito Federal. A maior parte das unidades será de produção de energia solar (65)*, mas também haverá espaço para usinas hídricas (7), de biogás (3) e de gás natural (2).

Bruno Gentil, Vice-Presidente de Recursos Corporativos da TIM, ressalta a variedade de projetos e o compromisso da operadora com as melhores práticas ambientais, parte da sólida agenda ESG da companhia: “estamos orgulhosos do caminho que percorremos até aqui. A TIM se destaca em energia limpa. Esperamos alcançar 65% do nosso consumo total só com a produção das usinas até o fim desse ano, uma marca muito relevante no setor de telecomunicações. A aquisição de certificados e a compra no mercado livre complementa nossa estratégia e, ao mesmo tempo, fomenta a produção de energia limpa no setor elétrico brasileiro, gerando um círculo virtuoso para toda a sociedade”.

Em dezembro, a TIM alcançou 83% da energia consumida vinda de fontes renováveis, uma média de 79% no ano. A marca de 100% de energia limpa foi possibilitada pela aquisição de certificados de energia renovável. Cada certificado garante que 1 MWh foi injetado no sistema interligado nacional a partir de uma fonte de geração de energia renovável. Ou seja, é uma forma de compensar o consumo proveniente de fontes não renováveis, garantindo que o sistema como um todo está sendo cada vez mais abastecidos de energia limpa.

A TIM também aposta em modelos de antenas que já são diretamente alimentadas por fontes de energia renovável, como placas solares. Recentemente, a companhia instalou a primeira antena movida por energia eólica. Localizado no balneário de Pipa, no Rio Grande do Norte, o projeto chamado de biosite eólico tem pás no seu topo, posicionadas na vertical, que garantem que o movimento seja mais silencioso e eficiente, além causar menor impacto visual. Essas iniciativas, além de fomentarem o uso de energia limpa, também contribuem na inclusão digital da sociedade, permitindo que a rede 4G – e, consequentemente, o acesso à internet pelo celular – cheguem a regiões mais isoladas e sem energia elétrica disponível.


Compartilhe
@oEduardoMoreira