Compartilhe

A TIM e o C6 Bank anunciam nesta quinta-feira (26) uma parceria para oferta conjunta de serviços financeiros e de telecomunicações.

A iniciativa marca a entrada da operadora de telefonia móvel no segmento financeiro, em um formato inédito de parceria no Brasil. A partir de agora, os clientes poderão contar com benefícios especiais e a conveniência dos serviços das duas empresas.

A oferta integrada será lançada ainda em 2020 para um público potencial de cerca de 55 milhões de usuários da TIM, além de novos clientes. Basicamente, os clientes da operadora de telefonia móvel poderão contar com serviços bancários vinculados em seu número de um plano pré-pago, permitindo a movimentação da conta e utilizando o saldo de sua linha para pagamento de contas e saques.

Nas palavras de Renato Ciuchini, Head de Estratégia e Transformação da TIM:

“Mais uma vez a TIM inova e fecha uma parceria com um dos maiores bancos digitais do país, com o objetivo de oferecer o máximo de benefícios para sua base de clientes, contemplando também os consumidores não-bancarizados, que hoje fazem parte de um grupo de cerca de 45 milhões de brasileiros”.

O C6 Bank atingiu a marca de 1,5 milhão de contas abertas em fevereiro de 2020 – a instituição financeira foi lançada em agosto de 2019. O banco, que funciona sem agências físicas, já oferece ampla variedade de produtos.

Além da oferta básica, que inclui conta corrente sem taxa de manutenção, pagamentos, cartão múltiplo, TEDs e saques ilimitados, o banco oferece também tag de pedágio gratuita (C6 Taggy), conta internacional em dólar, transferência por SMS (C6 Kick), CDBs, fundos e crédito pessoal.

“O negócio representa a junção de dois segmentos, o de serviços financeiros e de telecomunicações, com grande sinergia. A partir da evolução do comportamento dos usuários, será possível ampliar a oferta de serviços customizados”, diz Tiago Galli, Chefe da Área de parcerias de Telecom no C6 Bank.

O acordo também envolve potencial participação minoritária da TIM no capital do C6 Bank, a depender da evolução dos resultados da parceria. O Credit Suisse foi o advisor, assessorando o C6 Bank. A TIM foi assessorada pelo Renato Grelle da Sakhra.


Compartilhe