Compartilhe

O mundo real agora pode dizer que Tony Stark é real. Literalmente.

Não vamos ver o Homem de Ferro voando nos céus, mas é inegável que o personagem afetou positivamente a Robert Downey Jr. O ator ingressou em um projeto para limpar o planeta com a ajuda da robótica e da nanotecnologia, tal e como Tony Stark faria.

O ator, que ganhou incrível notoriedade interpretando Tony Stark/Homem de Ferro no Universo Cinematográfico da Marvel, anunciou o projeto em um evento organizado pela Amazon em Las Vegas, o re:MARS. Lá, é possível ver grandes avanços em aprendizagem automática, espaço e robótica.

 

 

Ele quer mesmo salvar o mundo, tal e como Tony Stark fez

 

 

Downey Jr. estava presente no evento, e acredita que a nanotecnologia é a solução. “Com a robótica e a nanotecnologia, provavelmente podemos limpar o planeta de forma significativa, se não completamente, dentro de uma década”.

Um dos maiores problemas do planeta é a degradação do meio ambiente, e o projeto anunciado por Robert Downey Jr, o Footprint Coalition, é onde o ator vai investir parte do seu tempo nos próximos meses, com o objetivo de organizá-lo para fins práticos.

O projeto só foi apesentado, mas apenas em 2020 ele será oficial. Para ficar por dentro das notícias do novo projeto de “Tony Stark”, acesse esse link e acompanhe as suas atualizações. O ator aproveitou a oportunidade para lançar um comentário irônico sobre o assunto:

“Em 11 anos, quando eu tiver 65, se tivermos resolvido um problema que eu acredito que é uma ameaça em massa para o nosso futuro, deixando para trás esse desastre, eu volto e lançarei a festa de comemoração mais louca que vocês já viram.”

É… parece que Tony Stark entrou na alma de Robert Downey Jr. e não quer sair mais. O ator, que esteve envolvido em várias polêmicas e delitos, deixou a vida louca para trás. E chama a atenção esse plot twist, onde ele está efetivamente se tornando um filantropo milionário que, depois de ver a própria destruição, tenta salvar o planeta com projetos solidários.

Onde foi que a gente viu isso antes mesmo?

 

Via Variety, Forbes


Compartilhe