Início » Minha Opinião » Três motivos para NÃO comprar um novo Mac com Apple M1 agora

Três motivos para NÃO comprar um novo Mac com Apple M1 agora

Compartilhe

Não quero ser o cara que fica jogando água no chope dos outros, mas este post serve inclusive para reduzir as minhas expectativas em relação aos novos Macs com processadores Apple M1 anunciados recentemente pela Apple. Eu também fiquei empolgado com o novo MacBook Air ou MacBook Pro, mas algumas coisas levam a crer que ainda não é a hora de entrar nessa aventura financeira.

Já escrevi sobre o fato deste notebook não ser considerado perfeito (na minha humilde opinião), e agora apresento três motivos para que eu, você e a metade dos Apple Fanboys que você conhece segurem o faniquito de pegar no cartão de crédito para investir nesses equipamentos.

 

 

 

Espere por designs mais ambiciosos (e com maior conectividade)

 

 

É preciso lembrar a todos que o Apple M1 é apenas o primeiro passo de um projeto muito ambicioso da gigante de Cupertino, que promete se desenvolver para outros produtos. No caso dos computadores, alguns usuários esperavam por formatos mais ousados, algo que não aconteceu.

Esteticamente, os novos Macs são idênticos aos modelos já conhecidos. E, falando mais especificamente dos computadores portáteis, a ausência de mais portas para conexão de periféricos pode ser um sério impeditivo para que mais pessoas decidam fazer o investimento pelos novos modelos nesse primeiro momento.

Quem sabe a Apple se toca e oferece computadores mais completos nesses aspectos, o que alinharia melhor com as novas possibilidades oferecidas pelo Apple M1.

 

 

 

Transições levam tempo por causa do software

 

 

O Apple M1 acabou de chegar, e por mais que os desenvolvedores já estejam trabalhando na transição de suas soluções (e mesmo que a Apple alegue que essa transição será “a mais tranquila do mundo”), muitos de nós teremos que lidar com o fato que nem todos os aplicativos e ferramentas de software estão adaptadas para a nova plataforma de hardware.

Se você quer ser um early adopter, vá em frente. Quem sou eu para dizer o que você vai fazer com o seu dinheiro. Mas ao menos certifique-se que aquelas ferramentas que hoje funcionam bem no Mac com processadores Intel já estão devidamente adaptadas ao Apple M1. E pense desde já em como o macOS terá uma missão complicada em funcionar bem em duas arquiteturas de hardware bem diferentes.

 

 

 

Tudo o que virá depois será melhor

 

 

O Apple M1 é apenas a primeira geração desse novo projeto da Apple com processadores com arquitetura ARM. De novo: é uma escala evolutiva que vai resultar em produtos ainda melhores e mais eficientes. Se a primeira interação entusiasmou você, imagine o que virá depois disso.

Logo, tente guardar o escorpião no bolso e segurar a onda. Investir nesse momento em um Mac com Apple M1 pode ser uma aposta de futuro para você, mas ainda é uma aposta de risco por não entregar uma experiência plena nesse momento. Espere pelo menos um ano para ver como tudo vai estar, e então faça o investimento de forma consciente.

Mesmo porque em um ano você já terá guardado dinheiro suficiente para investir nesse novo e caro MacBook Air que você tanto sonha… disse o redator desse artigo para ele mesmo.


Compartilhe