Ir ao conteúdo

Um ano de Apple TV+, que ainda não convence

Compartilhe

O Apple TV+ completou um ano de vida, e admito que ainda me pergunto se vale a pena ou não assinar o serviço. Não tive essa dificuldade na decisão em assinar o Disney+ porque, convenhamos… tudo o que eu quero está lá. Mas… e no caso do serviço da Apple, que possui um catálogo muito menor e apenas com conteúdos exclusivos?

É… não desperta tanta vontade assim no final das contas…

 

 

 

Ter um catálogo grande é importante…

 

Eu entendi o que a Apple quis fazer. Apostou na qualidade e não na quantidade. É uma aposta correta, desde que você tenha um catálogo realmente muito bom para chamar a atenção do assinante, o que não parece ser o caso aqui.

Não estou dizendo que as séries do Apple TV+ não são boas. Elas são boas sim. Mas é um catálogo tão reduzido, que qualquer pessoa com um pouco mais de tempo livre na vida e uma conexão de internet de boa qualidade consegue fazer o download desse conteúdo sem maiores dificuldades.

Além disso, contar apenas com os exclusivos quando as pessoas estão acostumadas aso conteúdos que já conhece ou séries clássicas que sempre acabam agregando valor é uma aposta um tanto quanto arriscada para o pessoal de Cupertino. Os assinantes ficam sem muitas referências sobre o que assistir depois de maratonar The Morning Show, já que algumas pessoas decidem pegar algo que já viu para dar aquela “limpada no cérebro”.

 

 

 

…e ter um megahit também!

 

De novo: as séries do Apple TV+ são boas assim. Mas não podemos dizer que são séries que vão mobilizar as massas, tal e como fazem Stranger Things na Netflix e The Handmaid’s Tale ou The Marvelous Mrs. Maisel no Amazon Prime Video.

The Morning Show e, sem sombra de dúvidas, a série mais bem sucedida do Apple TV+. Tanto, que foi reconhecida em todas as premiações de TV. Mas… é um megahit junto ao público? Tá, a Jennifer Aniston e o Steve Carell são muito populares, mas não imagino uma revolta na frente da loja de vidro da Apple em Nova York se esta série for cancelada.

 

 

 

Quem sabe quando o catálogo engordar…

 

Pelo menos para mim, apesar da vontade, o Apple TV+ ainda não justifica o meu investimento. Entendo que o catálogo precisa se tornar mais diversificado, apostando em diferentes perfis de audiência, e não apenas naqueles que estão focados exclusivamente em produções originais.

A própria Apple entendeu isso. Tanto, que está correndo atrás de parceiros para engordar o seu catálogo. Vou esperar. Mesmo que o preço engorde. Quero sim qualidade, mas combinada com a variedade.


Compartilhe
Publicado emTV por Assinatura