Ter uma coleção de computador em casa é algo bem legal, mas não é uma tarefa das mais fáceis. Agora, imagina quando você tem a sorte de uma relíquia cair nas suas mãos. Especialmente um Apple IIe.

Foi isso o que aconteceu com um professor de direito da Universidade de Nova York. Totalmente sem querer, ele descobriu um velho Apple IIe no sótão dos seus pais. E a melhor parte: funcionando sem problemas.

John Pfaff encontrou o terceiro modelo da série Apple II, lançada em 1983, e totalmente funcional. Ele escreveu no Twitter que voltou a ter 10 anos de idade quando voltou a jogar no computador o game Adventureland, o primeiro jogo de aventura de texto para microcomputadores, lançado por Scott Adams em 1978.

 

 

Outros jogos estavam totalmente funcionais, como Millionware, Olympic Decathlon e Neuromancer. Além do computador, o professor encontrou uma carta que o seu pai digitou para ele em 1986, quando o filho tinha 11 anos e estava no acampamento de verão.

 

 

O Apple IIe produzido pela Apple Computer tinha o ‘e’ de ‘enhanced’ ou ‘aperfeiçoado’, recebendo novas funcionalidades e expansões. Esse foi o computador com maior longevidade da história da Apple, já que ficou no mercado por quase 11 anos, recebendo apenas pequenas atualizações.

 

 

É interessante olhar para a evolução da informática. Hoje, falamos em GHz, mas antes eram apenas MHz. Esse computador contava com um processador com apenas 1.02 MHz, 16 ou 32K de ROM e 64kb de memória integrada (expansíveis para até 128kb).

Eu nunca usei um Apple IIe, mas eu fui usuário dos lendários CP-400 e CP-500, computadores da era pré-Intel. Acho que se eu me deparasse com um desses jurássicos computadores hoje, a sensação de nostalgia seria a mesma que John viveu.

Só não sei se eu iria iniciar uma coleção de computadores usados. Primeiro, por não ter lugar para guardar tudo isso. E segundo, porque eu não tenho dinheiro para investir tanto dinheiro em uma grande coleção.

Mas vontade não me falta.

 

+info