Muito se fala sobre a Apple remover o conector Lightning (e qualquer outro conector) de um futuro iPhone, algo que a empresa teria considerado no passado.

A maioria só usa esse conector para recarregar o iPhone, e a tecnologia de recarga sem fio presente nos últimos modelos do smartphone da Apple seriam a desculpa para dispensar o Lightning.

A Apple já eliminou o conector de fones de ouvido do iPhone. Logo, não é descabido pensar que o Lightning é o próximo a sair. Mas… isso não está acontecendo rápido demais?

A remoção do conector Lightning pode ser algo mais traumático. Quem quer seguir usando seus fones de ouvido com cabo ainda poderia fazê-lo com o adaptador fornecido pela Apple. Tudo bem, você não podia carregar o smartphone ao ouvir música, mas esta é uma limitação com a qual podemos conviver.

Deixar um iPhone sem conector cria um inconveniente de sempre ter que utilizar um carregador sem fio, que é mais lento, mais volumoso e menos portátil que os carregadores USB, há outros problemas mais graves.

Hoje, mais de 300 modelos de carros são compatíveis com o CarPlay, mas muito poucos são compatíveis com o CarPlay sem fio.

Os demais precisam conectar o iPhone na porta USB do carro, algo impossível se o smartphone não tiver conectores, deixando vários usuários longe do CarPlay em seus veículos. Uma vez que as pessoas não trocam de carro com a mesma velocidade que trocam de iPhone, este é um problema sério.

A porta Lightning também é útil para recuperar um iPhone travado, ou para fazer uma cópia de segurança rápida no computador. Periféricos como rádio despertador, conectores para TV ou leitores de cartões SD também usam desse conector no smartphone.

Por conta de tudo isso, é pouco provável que a Apple remova o Lightning por muito tempo, pois esta é uma má ideia. O futuro é sem fio, eu sei. Mas é um futuro ainda bem distante.