Viktor Kadar decidiu se inspirar em um dos vídeos da Apple que destacam o design dos produtos, e criou o seu próprio MacBook Pro, ultrafino e com todas as novidades que a gigante de Cupertino pode oferecer no futuro (ou não).

Nesse conceito, o MacBook Pro conta com uma carcaça com curvas, alinhando com o design dos últimos iPhones, e uma tela com bordas arredondadas que sugere a presença da tecnologia OLED. Agora, imagine o preço que esse MacBook poderia receber com esse tipo de tela: nada abaixo dos 4.000 euros, com certeza.

A integração com o Face ID (passo natural que a Apple deve dar na próxima geração do notebook) convence, e o abandono dos teclados ‘mariposa’, tão problemáticos no passado, está presente.

É um conceito que aposta totalmente na portabilidade e desempenho, com um dispositivo cada vez mais fino.

Para a WWDC 2019, parece meio cedo de ver a Apple apresentando um novo MacBook Pro, mas com certeza a empresa quer ver esse produto no mercado ainda em 2019. Só não sei quando.