Compartilhe

2015-11-29 20.02.55

Alguns de vocês não sabem, mas recentemente fiz mais uma mudança de residência. Dessa vez, estou no meu próprio apartamento (como gosto de chamar, “apertamento”, ou kitnet). Isso me consumou uma boa dose de tempo e muito dinheiro, mas não estou preocupado com isso. Afinal de contas, nada substitui a liberdade de poder ir e vir, sem dar satisfações para ninguém, sendo dono do seu próprio tempo.

Na parte de tempo, eu vou contornando conforme aparecem as situações. Está sendo bom não ficar muito tempo em casa, e ter coisas para fazer fora de casa. Sabe, fazer parte da vida cultural da cidade de Ponta Grossa é uma das melhores coisas que está acontecendo nesse momento, e acho que pode ficar ainda melhor em um futuro próximo. Não quero entrar em detalhes agora, mas conto para vocês quando tudo der certo.

Na parte financeira, poderia ser pior. Montar uma casa do zero não é uma das missões mais fáceis. Mas como a tecnologia já faz parte da minha vida há muito tempo, eu estou me virando com o recurso que é considerado o mais prático em tempos de crise: os aplicativos de “desapego”.

Eu já usava o OLX e outros do gênero bem antes de todas essas mudanças. É uma forma viável de poder vender alguma coisa de forma mais rápida, ou comprar algum produto barato que você precisa com mais urgência. E eu realmente precisava (e ainda preciso) de alguns itens de primeira necessidade de forma bem rápida. Sabe como é: lugar para dormir, para guardar as roupas, para trabalhar… e olha que ainda não tem tudo o que preciso para viver com dignidade.

Mesmo assim, já estou com algumas coisas que me permitam ter um pouco de conforto: um sofá-cama que eu adoro (melhor que nada), um guarda-roupas de solteiro (que impede que minhas roupas fiquem no chão), um rack para a TV (indispensável para quem escreve sobre TV e séries) e uma mesa para o computador (para trabalhar de forma decente, e não ficar dependendo do sofá-cama o tempo todo).

Todos esses itens foram comprados através da intervenção da OLX, pela nobre arte do desapego. No total, gastei aproximadamente R$ 500 em todos os itens. Acho que ainda posso economizar mais um pouco com outros produtos que preciso comprar, principalmente na cozinha, que ainda precisa ser montada.

Esse post não é uma propaganda descarada da OLX. Tanto, que não tem nenhum link deles em nenhum lugar desse post. Acho que eles não precisam de propaganda minha para se promoverem na internet brasileira. Mesmo porque o chat da OLX ainda está imperfeito, e quase me trouxe problemas durante a semana passada. Sem falar que esta não é a única forma de se desapegar das coisas.

Alguns grupos de desapego no Facebook funcionam muito bem. É uma via interessante de comprar ou vender alguma coisa de forma bem rápida. Também é possível lançar um post no Twitter ou Instagram, que eventualmente pode alcançar algum interessado no produto.

De qualquer forma, é bom ter alternativas online para compra e venda de produtos. Devo montar minha nova casa totalmente no modo de desapego. Eventualmente farei um relato sobre essa experiência para vocês aqui no blog. E espero que o resultado final seja dos melhores.

Bom, já que não posso escolher tudo sob medida, ou do meu gosto, que ao menos sejam bens de qualidade. Por enquanto, todos os itens adquiridos valeram o quanto foi pago. E que os próximos sejam assim também.


Compartilhe