Vale a pena importar um PS5 neste momento? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Games » Vale a pena importar um PS5 neste momento?

Vale a pena importar um PS5 neste momento?

Compartilhe

Eu sei que o dólar despencou, e todo mundo está de olho nisso. Muitos estão pensando se este é o melhor momento para comprar eletrônicos importados, já que faz muito tempo que a moeda norte-americana não encara uma cotação tão baixa.

Quem gosta de tecnologia sabe muito bem que comprar eletrônicos no Brasil pode custar o preço de algum órgão interno que vamos precisar em algum momento no futuro. E no caso dos videogames, o problema não é só o preço, mas também encontrar um console de nova geração disponível.

Pois bem, há quem pense que este é o melhor momento para comprar um PS5 importado. Mas… será que vale a pena a aventura financeira para trazer o console de outro país?

Vamos refletir um pouco sobre o assunto.

 

 

 

Sim, o PS5 importado custa mais barato. Porém…

Eu não quero colocar água no chope de ninguém, mas é fundamental ser racional ao tomar este tipo de decisão.

Primeiro, é preciso levar em consideração que algumas unidades do PS5 podem ser encontradas em e-commerces internacionais como eBay e AliExpress. Em todos os casos, você precisa verificar a procedência do produto e, principalmente, a autenticidade do vendedor.

Os riscos de você comprar um PS5 e receber em sua casa um bloco de pedras existe, e não podemos negar isso. E resolver este tipo de problema tende a ser uma dor de cabeça gigantesca.

Por outro lado, o principal motivador para importar um PS5 neste momento é justamente o dólar mais baixo (R$ 4.69 quando este post foi produzido). Mesmo com todos os impostos previstos para esse tipo de produto, a diferença de preço para as poucas unidades encontradas no Brasil pode ser de, pelo menos, R$ 1.000 a menos.

O grande problema é que o PS5 não está apenas em falta no Brasil. O console da Sony está em falta nos diversos mercados internacionais, e isso faz com que o preço do produto lá fora acabe subindo de forma inevitável, e isso pode ser um problema para quem pensa em economizar algum dinheiro.

Outro fator a se levar em consideração é a garantia do produto. Se você comprar um PS5 no exterior, a Sony do Brasil não vai cobrir eventuais problemas que você pode ter com o console. Algo que não acontece nas unidades comercializadas por aqui, inclusive nos casos onde você decide instalar um SSD no console por conta própria para expandir a sua capacidade de armazenamento.

 

 

 

Então… o que eu faço?

Segue seu coração, é claro.

Neste momento, importar um PS5 pode ser um bom negócio para quem tem todas as condições de fazer isso. Se você vai viajar para um país onde o console está pelo preço sugerido pela Sony ou um valor onde a conversão das moedas joga ao seu favor, faça o investimento. Mesmo que isso represente não ter a garantia de fábrica da Sony.

Agora, se você pensa em pegar um PS5 no Paraguai (por exemplo) e está morrendo de medo daquele vendedor do AliExpress que abriu a sua loja virtual no site na semana passada e oferece o console da Sony por um preço “imperdível”, quem sabe não é melhor se perguntar umas dez vezes antes de entrar nessa aventura financeira.

Prudência, bom senso e beber dois litros de água por dia nunca fizeram mal a ninguém.


Compartilhe
@oEduardoMoreira