Verbatim tem um SSD com alma de CD e DVD | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Gadgets » Verbatim tem um SSD com alma de CD e DVD

Verbatim tem um SSD com alma de CD e DVD

Compartilhe

Você, amigo leitor que tem a minha idade (40 anos ou mais) … se lembra da Verbatim?

Aquela mesma Verbatim que nos fez gastar uma grana violenta com disquetes, CDs e DVDs, dispositivos de armazenamento de dados que a geração Millennial ou Geração Z jamais utilizaram na vida?

Pois é… a Verbatim está de volta, e com uma ideia no mínimo inusitada: um SSD que só pode receber dados uma única vez, como se fosse um CD ou DVD.

As novas unidades de SSD SWOVA128G da Verbatim se destacam por essa peculiaridade em receber dados uma única vez, se apresentando como uma solução de longa duração (vida útil garantida de pelo menos 10 anos), mas com os dados gravados inalterados.

 

 

 

Um SSD com espírito de CD ou DVD

A Verbatim imagina que o seu SSD que só grava dados uma única vez pode ser útil no armazenamento de dados contáveis, dados confidenciais e projetos entregáveis. Ou seja, um uso majoritariamente voltado para o empresarial, e não para o usuário comum.

O SWOVA128G tem 128 GB de armazenamento e funciona via porta USB-C. É compatível com todas as versões do Windows 11 (com exceção das versões S e ARM) para a gravação dos dados e sem uso de softwares adicionais. Já a gravação leitura de dados pode ser feita em computadores com Windows 11, 10, 8.1, macOS, Chrome OS, iPad OS e Android.

Esse SSD não avisa quando está no seu limite de espaço livre de armazenamento, e a única forma de se livrar dos seus dados é destruindo fisicamente a unidade.

Parece um gadget pensado no James Bond.

O SSD Verbatim SWOVA128G será lançado no Japão ainda este ano, e seu preço não foi confirmado. O dispositivo existe (em partes) por conta da nova Lei de Contabilidade Eletrônica do país, que exige que todos os dados das transações devem ser armazenadas em mídias eletrônicas, para garantir a autenticidade da informação.

 

 

 

Vai dar certo isso aqui?

Eu espero que sim. Caso contrário, a Verbatim está com um enorme problema nas mãos.

De qualquer forma, fica fácil compreender que este não é um produto pensado no consumidor final. Logo, não precisamos nos preocupar em adquirir um SSD tão pequeno e com uma única chance de armazenar os dados.

A não ser é claro que você queira guardar para sempre aquela coleção de nudes que você armazena no smartphone. E, mesmo assim, pense umas dez vezes antes de fazer isso.


Compartilhe
@oEduardoMoreira