Você, moleque de 12 anos de idade, cansado de não fazer nada e #chatiado porque a Globo tirou os desenhos e colocou aquele programa chato da Fátima Bernardes no lugar? Tem uma coisa legal que você pode fazer no lugar de ficar treinando para ser um projeto mal acabado de troll: gravar um vídeo para o seu “eu” do futuro.

Jeremiah McDonald fez isso. Aos 12 anos de idade, ele gravou um vídeo para o seu “eu” do futuro. Na verdade, 20 anos no futuro. E ao alcançar os 32 anos de idade, ele resolveu conversar com o seu “eu” do passado, registrando em vídeo e mixando as conversas. O resultado foi assombrosamente fantástico, com uma riqueza de detalhes que é capaz de tocar até aqueles mais insensíveis.

Por exemplo, o “eu” do passado fala sobre Star Wars, pergunta como estão os seus mascotes, sobre uma paixão que o “eu” do futuro deixou de lado (o desenho), entre outras coisas. O mais interessante é ver como as coisas mudaram, e como os discursos se encaixam. Fato é que, fora a possibilidade desse vídeo ser uma brincadeira com todos nós, é algo genial. Saber quais são os nossos sonhos, recordar que é isso que a gente fazia e amava fazer, e até mesmo refletir na nossa forma de ver a vida. Pode ser que esse vídeo seja uma brincadeira. Mas certamente é algo único na web.