O setor de tecnologia não ficou feliz com a vitória de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos. Mas a gente não sabia como.

O blog Breitbart, altamente tendencioso e pró Trump, publicou um vídeo interno (e vazado) da Google, que mostra um TGIF depois da eleição de Trump.

Todos os principais executivos da Google estavam lá, e o vídeo mostra alguns pontos interessantes dos bastidores da empresa quando a vitória de Trump foi anunciada.

Por exemplo, Sergey Brin compara os partidários de Trump com fascistas e extremistas, que os cidadãos votaram em Donald por “emburrecimento”, e pede que a Google trabalhe em medidas para garantir “uma melhor qualidade de governo e tomada de decisões”.

Já Sundar Pichai reforçou seu plano de aplicar a aprendizagem automática e inteligência artificial para combater a desinformação compartilhada pelos eleitores que não verificam a veracidade das notícias.

Os demais executivos, com rostos desanimados, falam de temas como xenofobia, fake news, o ódio e o retrocesso que poderiam implicar a presidência de Trump.

Um vídeo para a posteridade, no mínimo.