Compartilhe

Pense na situação: você, um mero mortal com alguma grana no bolso (se bem que, se em plena pandemia você ainda tem alguma grana no bolso, é sinal que não estou falando com um mero mortal), devidamente isolado desse gado que está se contaminando nessa grande festa da vaca louca que está acontecendo no Brasil nesse momento, conversando com uma celebridade pelo Zoom.

Já pensou? Pois bem, se você tem algum dinheiro sobrando e não quer investir essa grana no TargetHD.net (simplesmente porque não), pode passar algum tempo conversando com um famoso através do Cameo.

Essa é uma plataforma onde você paga um famoso para que ele grave um vídeo de curta duração especialmente pensado em você. Pode parecer algo bem inútil, mas tem gente que gosta de se sentir especial, mesmo que pagando por isso.

Nos últimos dias, a plataforma incorporou um novo recurso, que deve interessar aos usuários que contam com algum dinheiro para queimar: as chamadas de vídeo com famosos via Zoom. Nesse momento, é possível contratar o serviço com dezenas de famosos, com preços muito variados.

 

 

 

Você conversando com o Tony Hawk ou com o Jeremy Piven

 

 

Entre as celebridades que querem ganhar uma graninha em troca do tempo livre para conversar com desconhecidos, estão disponíveis nomes como Tony Hawk (uma lenda do skate profissional), os atores Sean Astin (Stranger Things, Lord of the Rings), Scott Patterson (Gilmore Girls), o músico Lance Bass (NSYNC) e Brett Favre (quarterback e lenda da NFL).

Nem preciso dizer que uma chamada de vídeo com um famoso pelo Zoom sai muito mais cara do que uma mensagem pré-gravada, mas para quem está carente por atenção e queima dinheiro ao acender charutos, pode valer a pena. Cada chamada com uma celebridade tem a duração de 10 minutos, e os preços podem ir desde US$ 1.000 (no caso de Tony Hawk) até US$ 15.000 (no caso do ator Jeremy Piven, de Entourage).

Leve em consideração que, nesse tipo de chamada, você pode incluir na conversa até outras quatro pessoas, dividindo assim o preço do encontro virtual (no caso do valor pago pelo Tony Hawk até que não é tão pesado assim), e acabando com os incômodos momentos de silêncio entre duas pessoas desconhecidas durante uma conversa.

 

 

O Cameo ganhou muita popularidade nos últimos meses por causa do isolamento social provocado pela pandemia. No último mês de março, as inscrições de famosos aumentaram em 160% em relação ao começo do ano.

O que faz muito sentido. Muitos desses famosos também tiveram as suas atividades profissionais suspensas ou canceladas por conta da pandemia global, e até as celebridades precisam pagar os boletos no final do mês. Além das inscrições de pessoas famosas para interagir com desconhecidos, as reservas de conversas com as celebridades também aumentaram em 83%.

Tudo isso fez com que a plataforma lançasse o seu primeiro evento ao vivo, o Cameo Cares, que arrecadou mais de US$ 700 mil para a luta contra o Coronavírus.

E aí… o que acha? Vamos gastar US$ 1.000 para conversar com o Tony Hawk por 10 minutos? Ou vamos ajudar a um pobre blogueiro a ofercer um conteúdo divertido e de qualidade para você pagando muito menos por isso?

 

 

Via Cameo, Fast Company


Compartilhe