Microsoft esboça, Microsoft desmente.

Um dos rumores dos últimos dias envolve a possibilidade da Microsoft voltar ao mercado mobile com smartphones Android. Seria um claro “jogar a toalha” para o Windows 10 Mobile, algo que a gente já sabia a algum tempo.

Ainda é um rumor, mas é interessante pensar nas diferentes possibilidades disso acontecer (ou não).

Pode acontecer? Pode. Faz sentido? Até que faz.

A Microsoft lucra com o Android pelas patentes, e boa parte do seu ecossistema de software já está no sistema operacional móvel da Google. Logo, não se daria ao trabalho de se envolver na briga entre Android e iOS, apostando no terreno seguro e sem precisar investir esforços em um novo sistema operacional. Ou no sistema operacional que já está morto e enterrado #ripWindows10Mobile.

Além disso, pode capitalizar com dispositivos próprios. Não devem ser lucros grandes, mas todo lucro é lucro nesse setor. Sem falar que o Surface Phone e o Projeto Andromeda podem pintar nesse pacote.

Agora… pode não acontecer? Sim, pode não acontecer. Faz sentido? Sim, faz sentido.

A Microsoft de Satya Nadella está claramente voltada para ser uma empresa de SERVIÇOS e não de PRODUTOS. Faz isso de forma clara com os seus softwares (Windows 10 e Office 365 estão aí para provar o que estou dizendo), e se a gigante de Redmond quisesse focar seus esforços na área de telefonia, já o teria feito há mais tempo. Recursos não faltam.

Sem falar que os investimentos em hardware estão cada vez menores. Se dependesse de Nadella, ele já teria acabado com o Xbox da forma como conhecemos. Ainda está no mercado de videogames porque ainda tem flecha pra lançar contra a Sony.

Honestamente? Vou esperar mais um pouco, e encarar essa notícia da volta da Microsoft ao mercado mobile como ela realmente é: um rumor. Só acredito que acontece mesmo quando o Nadella anunciar.

E acho meio difícil de acontecer a curto prazo.