Compartilhe

QueenElizabeth_WindowsXP

Windows XP, o sistema operacional que não morre.

As múltiplas extensões do seu suporte e do ciclo de vida por estratégia comercial da Microsoft (além do fiasco que foi o Windows Vista) resultaram em uma cota de mercado de mais de 10% para esta versão, mesmo depois de 15 anos do seu lançamento. Empresas e sistemas industriais ainda contam com aplicativos dedicados, muito técnicos para testes ou manutenção, o que obriga o uso dessa versão, mesmo com o Windows 7 sendo capaz de rodar em modo Windows XP, ou com outros mais modernos que podem executar aplicativos em modo de compatibilidade, ou via virtualização.

De qualquer forma, é surpreendente ver o Windows XP rodando em computadores instalados no porta-aviões HMS Queen Elizabeth, da marinha real britânica, que deve entrar em atividade em 2017.

QueenElizabeth_WindowsXP_2

Com 280 metros de largura e pesando 70.600 toneladas, ele suporta 40 aviões de última geração (F-35 Lightning II). É o maior navio de guerra já construído para a Royal Navy. Esse monstro custou 6 bilhões de euros, e está na sua última fase de testes, e os equipamentos que vemos nas imagens rodam o Windows XP. Apenas isso.

Espero que os equipamentos internos de armamento ou os gestores dos aviões F035 incluam sistemas mais avançados… caso contrário, eles poderão ter problemas sérios ao longo do tempo.

A seguir, um vídeo da BBC que mostra com mais detalhes o HMS Queen Elizabeth.


Compartilhe