Os Xiaomi fanboys piram tudo com essas coisas!

Nos últimos tempos, eu percebi que os fanboys da Xiaomi decidiram sair dos esconderijos, e eu já imagino onde isso vai terminar: em um duelo insuportável de defensores de diferentes marcas, que não sabem falar (apenas ESCREVER EM CAIXA ALTA EM COMENTÁRIOS DO FACEBOOK, pois querem fazer questão de gritar ao mundo suas preferências), e discussões sem sentido algum.

E é por isso que eu sempre vou pedir a morte dos fanboys.

Mas devo admitir que as pessoas são livres para gostar da marca que quiserem. Desde que não tatuem a marca tão amada na bunda e declarem como maior sonho na vida uma noite de amor com o executivo máximo daquela marca, para mim, está valendo.

Mas algumas empresas executam iniciativas realmente inovadoras para conquistar os seus fãs. E, nesse aspecto, a Xiaomi costuma fazer o serviço direito. Tudo bem, no Brasil não deu muito certo (ou melhor, deu, mas não por causa do investimento da marca por aqui), mas lá fora, o bagulho é louco. A ponto de resultar em quebra de recorde no Livro Guinness.

Aproveitando o período das festas natalinas, a Xiaomi montou essa enorme árvore de natal com mais de mil dispositivos da marca, o que resulta em um mosaico publicitário. De quebra, a empresa compartilha um sinal de internet sem fio de graça para quem está por perto.

E aí, amigo… quando a coisa envolve a tal da internet sem fio de graça… como controlar ou resistir?

 

 

O recorde não é pela maior quantidade de pessoas utilizando internet de graça às custas de um grande fabricante de smartphone em torno de uma árvore gigante. O recorde aconteceu por este ser “o maior mosaico animado feito com smartphones”. Nada mal para uma empresa que só lucra 5% de todos os produtos vendidos.

A árvore está instalada em Beijing (China), e é importante lembrar que esta não é uma ideia inédita ou inovadora. No passado, a ASUS fez algo parecido, mas deve ter se esquecido de chamar o pessoal do Livro Guinness dos Recordes.

 

Via Xiaomi