A Xiaomi está prestes a abrir as portas para o investimento público (IPO), buscando aumentar o capital da empresa com investidores. Porém, a empresa avisou aos futuros investidores que suas contas no primeiro trimestre não foram das melhores.

A Xiaomi cresceu 88% nas vendas de smartphones, mas registrou prejuízo de US$ 1 bilhão. Ou seja, é preciso muito trabalho depois de abrir as portas para o investimento público.

O prejuízo não é uma notícia necessariamente ruim. Em 2018, a Xiaomi começou a investir pesado na Europa, e vai levar um tempo para ganhar a confiança do público.

A empresa continua com a tática de oferecer produtos fantásticos com preços apelativos. E vai manter essa filosofia: é preciso gastar dinheiro para fazer dinheiro.

Com a chegada dos novos Mi 8 nas próximas semanas, é uma questão de tempo para esses números se modificarem, pois são modelos que fatalmente vão conquistar o público.

 

Via Bloomberg