YouTube fechou contrato de exclusividade com PewDiePie. Por que? Press "Enter" to skip to content
Início » Internet » YouTube fechou contrato de exclusividade com PewDiePie. Por que?

YouTube fechou contrato de exclusividade com PewDiePie. Por que?

Compartilhe

Lembra dele? Pois é… ele está de volta.

Um ano depois de transferir os seus direitos de transmissão para o pequeno portal DLive, o famoso youtuber PewDiePie fechou um acordo exclusivo com o YouTube.

Por que?

Com a palavra, PewDiePie:

 

“Os directs são algo em que estou focando muito em 2020 e no futuro, então poder fazer parceria com o YouTube e estar na vanguarda das características dos novos produtos é especial e emocionante para o futuro”

 

 

 

 

O youtuber mais popular do mundo se compromete a ficar no YouTube

 

PewDiePie é considerado o youtuber mais popular do mundo, com mais de 100 milhões de inscritos desde agosto de 2019 (o canal indiano T-Series já o superou a algum tempo), e foi indicado em 2016 pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes do planeta.

Diante dessa importância, seria meio estranho para o YouTube ver uma das suas maiores estrelas fora da plataforma. Provavelmente por causa disso que a empresa decidiu garantir a sua permanência também nas transmissões ao vivo. Vale lembrar que o Google fechou acordos similares com outras estrelas da plataforma de vídeos, como CouRage, LazarBeam, Typical Gamer, Lachlan e Valkyrae.

É importante para o YouTube segurar o PewDiePie, pois ele é um produtor de conteúdo com mais de uma década de conteúdos publicados na plataforma, sem falar que ele é uma personalidade popular e, ao mesmo tempo, polêmica. E qual empresa não quer isso?

Bom, isso pode indicar uma mudança de pensamento do YouTube, pois em um passado não muito distante, PewDiePie acabou deixando a plataforma por causa de coisas que ele disse e fez, mas também (em partes) por causa das mudanças de política de conteúdo do serviço, que estava priorizando o “family friendly” e deixando de lado o ar mais casual e independente que chamava tanto a atenção do público mais jovem.

Não foram revelados os números do acordo financeiro, mas também fica claro que tal acordo faz com que o YouTube marque a sua posição dentro da batalha entre os portais de live streaming de games, onde temos que incluir nesse grupo o Twitch, o Facebook e o Mixer. E isso não é por acaso: o YouTube é, nesse momento, a maior plataforma de transmissão de jogos ao vivo do mundo, com mais de 200 milhões de jogadores por dia, e com uma audiência de mais de 50 bilhões de horas de jogos por ano.

Quem te viu, quem te vê, YouTube… teve que voltar atrás e buscar o PewDiePie para ser relevante. Mesmo depois das besteiras que ele disse (ou que acusaram ele de ter feito e dito). No final das contas, a importância da personalidade em questão é o que falou mais alto.

 


Compartilhe