Netflix

 

Netflix, sua linda!

Eu sou um feliz usuário da Netflix desde o seu lançamento no Brasil. Aliás, eu estive no evento de lançamento da plataforma em nosso país, e apesar da sua assessoria de imprensa não dar mais muita atenção para o TargetHD.net e para o SpinOff.com.br, eu sigo com o serviço porque eu simplesmente adoro a solução de consumo de entretenimento por streaming.

Além de entregar uma imagem final de alta qualidade, a oferta de conteúdo está cada vez melhor, principalmente no que se refere aos conteúdos originais. A Netflix está agregando valor à plataforma de forma notavelmente inteligente, sem falar nos investimentos nesses conteúdos exclusivos. Hoje, a plataforma gasta mais dinheiro nesse segmento do que a gigante HBO.

Não é pouco, meus amigos… vai por mim.

 

Porém, muitas coisas na nossa vida mudam. Na minha vida então, nem se fala. Mudei tanto nos últimos dois anos, que eu me assusto.

Mas uma coisa não vai mudar: eu não fico mais sem a Netflix.

Porém, eu estava pagando sozinho uma mensalidade de R$ 22,90. Não é caro, de verdade. Comparado com o que eu sou obrigado a pagar de TV por assinatura, é um valor que realmente não pesa no bolso.

Por outro lado… se existe uma alternativa para pagar menos… por que não utilizá-la?

 

O plano de R$ 29,90/mês da Netflix é a melhor relação custo-benefício que você pode encontrar, principalmente se você tem uma família em casa. Você pode conectar até quatro dispositivos simultaneamente, e pode consumir conteúdos em Ultra HD, algo que pretendo ter um dia com uma nova TV (acabei de ouvir um “amém, igreja”, o que é um sinal claro que isso vai acontecer).

Mas eu não tenho família. Quero dizer, até tenho, mas o restante da minha família é bem leiga em termos de tecnologia. Minha irmã mais velha já tem uma conta na Neflix (familiar também), e minha irmã do meio nem sabe direito o que é isso. Já meus pais são felizes só com a Rede Globo TV aberta.

A boa notícia é que eu não preciso morrer sozinho na mensalidade de R$ 30.

 

 

Dividir para conquistar

 

Nesse plano de R$ 29,90/mês, é possível inserir até quatro perfis de uso simultâneo, e não necessariamente dentro da mesma residência. Não há restrições sobre a utilização compartilhada da assinatura. Há sim o limite de utilização de dispositivos de forma simultânea.

A partir daí, é a matemática simples: R$ 30 (porque com R$ 0,10 eu não compro nem uma bala hoje) divididos por quatro pessoas = R$ 7,50 por mês.

Convenhamos… VALE A PENA!

 

Eu fiz a mudança para o plano de R$ 29,90 hoje.

Alguém aí está a fim de pagar R$ 7,50 por mês na Netflix?

Hein????