Compartilhe

O Club Athletico Paranaense passa a ser, a partir de sexta-feira (15), o primeiro clube a contar com bicicletas Yellow em seu centro de treinamentos, em uma parceria inédita no país.

Com mais de 220 mil metros quadrados e 8 campos de treinamento, o CAT terá 30 bicicletas à disposição dos atletas e funcionários do Clube.“Temos mais de 100 atletas que serão beneficiados com essa parceria. O deslocamento ficará mais rápido e divertido, através de um modal ativo” diz Paulo André, zagueiro da equipe principal, que reside no CAT do Caju e será usuário das bicicletas.

“As bicicletas serão de uso exclusivo do Athletico. Todos os atletas irão receber treinamento da Yellow e aulas para aprender a andar de bicicleta”, diz Marcel Bely, gerente de relações públicas da Yellow.

O CAT é considerado referência na América Latina e já foi utilizado pela Seleção Brasileira antes das Copas do Mundo de 2002 e 2010. Também foi a casa da Seleção da Espanha, então campeã mundial, durante a Copa do Mundo 2014 no Brasil.

“Para mim, a parceria com a Yellow representa ambição, entusiasmo, rebeldia e inovação, que são os quatro ventos da marca do Clube”, ressalta Paulo André.

 A Yellow, primeira empresa de compartilhamento de bicicletas sem estações do Brasil, iniciou suas operações em São Paulo em 2 de agosto e somou em dezembro de 2018 um milhão de corridas, resultado superior ao de outras cidades no mundo. Enquanto amplia e consolida sua operação no Brasil, a Yellow também inicia sua atuação em outros países  da América Latina.

 

 

Impacto positivo na cidade

 

Para garantir a melhor experiência do cidadão, preservar o ambiente urbano, apoiar boas práticas do usuário e respeitar toda a sociedade, a Yellow inicia a operação nas cidades com iniciativas de manutenção, organização do espaço físico e incentivo ao uso responsável. Os ‘Guardiões Yellow’ circularão todos os dias da semana para mapear bicicletas e patinetes, organizá-los, redistribuí-los estrategicamente e retirá-los para manutenção quando necessário, contribuindo, assim, para a melhor distribuição e posicionamento dos equipamentos pela cidade, além de apoiar os usuários e garantir as boas práticas.


Compartilhe