Compartilhe

Pensando em facilitar a vida de pessoas com alguma deficiência visual ou motora, os alunos dos cursos de Design e Engenharia Mecânica do Instituto Mauá de Tecnologia, desenvolveram projetos com foco neste público para seus trabalhos de conclusão de curso, que serão apresentados na 25ª edição da Eureka.

As estudantes de Design, Bruna de Alvarenga, Mariana dos Santos e Nathalia Martins, criaram o SOLO, serviço que tem como objetivo proporcionar aos deficientes visuais uma melhor experiência, autonomia e total acessibilidade na hora de realizar compras. Tecnologias avançadas e o desenvolvimento de um aplicativo, auxiliam do início ao fim a experiência.

Já o grupo composto pelos estudantes João Victor Medeiros Silva, Letícia Frigieri e Marcos Paulo das Dores, também do curso de Design, vão apresentar durante o evento o Forward, dispositivo para motorização de cadeiras de rodas, que funciona por meio de um serviço de aluguel. Desenvolvido para atender a maioria dos modelos existentes no mercado nacional, o objetivo é proporcionar conforto e trazer mais independência para os usuários.

Considerando que cerca de 6,7% da população brasileira possui algum tipo de limitação motora, as futuras designer Isabela Kwan e Thais Rodrigues, criaram um novo modelo de talher, batizado de Garfaca. Feito de aço inox e adaptado ergonomicamente, o objeto se assemelha a junção de um garfo com uma lâmina circular, e permite que as pessoas consigam cortar e pegar os alimentos com apenas uma mão.

Ainda focado em pessoas com deficiência motora, o grupo formado pelos estudantes do curso de Engenharia Mecânica da Mauá, Mauricio Baccarin, Roberta Marques Marcacine e Yuri Guerra, desenvolveu um novo modelo de prótese inferior, o CAD, com sistema de impulso mecânico por meio de molas e acionadores lineares, que tem como objetivo adequar a prótese de acordo com a necessidade e característica de cada pessoa. Entre os principais diferenciais do projeto está o custo, uma vez que o produto é cerca de 40% mais barato do que as próteses transtibiais com flexibilidade já existentes, além de armazenar aproximadamente 50% da energia na forma elástica, poupando o usuário.

Todos os projetos estarão expostos durante a Eureka 2019. O evento, que ocorre no Instituto Mauá de Tecnologia entre os dias 25 e 27 de outubro, das 14h às 20h30, no campus de São Caetano do Sul, é gratuito e aberto ao público.


Compartilhe