anatel-fora

Cara Anatel,

Essa é uma pequena amostra do que aqueles que vocês acusam de usar a internet do jeito que querem podem fazer para mostrar o quanto vocês estão errados. E foi uma forma excelente e muito eficiente: mostrando para vocês como é ter serviços de internet limitados por terceiros.

O ataque DDoS veio de pessoas que a agência simplesmente não conhece, mas que se organizaram para mostrar um pouco do que pode acontecer quando o usuário é frontalmente desafiado, desrespeitado e afrontado nos seus direitos como consumidor. Acho que nem João Rezende (presidente da Agência Nacional de Telecomunicações) ou algum dos diretores técnicos da agência gostaria que isso acontecesse na casa de vocês, ou até mesmo na – ora, vejam só – Anatel novamente, certo?

Dizer que a culpa é dos gamers que supostamente jogam muito games online e gastam muita banda com isso é burrice. É desviar o foco. É não dizer descaradamente “estamos com as operadoras, e queremos que as pessoas voltem a pagar a TV por assinatura, abandonando a Netflix, pois na TV paga nós arrecadamos mais impostos”. Mesmo porque se a Anatel diz isso, ela está ferrada.

Seja esperta, Anatel! Ainda dá tempo de vocês melhorarem a situação de vocês!

Basta obrigar das mesmas operadoras a prestarem um serviço melhor, cumprir prazos e metas, entregar muito mais do que os ridículos 10% de velocidade contratada, aplicar as multas em caso de descumprimento das metas e/ou desrespeito ao consumidor, estabelecer regras que beneficiem o consumidor e não o bolso do governo federal e, é claro (por último, mas não menos importante), acabar com essa bobagem de limitar o tráfego de dados da internet banda larga.

Viu? Não estamos pedindo muito.

Vocês, como órgão técnico, estão entendendo tanto do assunto quanto eu entendo de fazer um profiteroles no MasterChef. Até gosto de culinária, mas daí a dizer que sou um chef de cozinha, nem pensar. A mesma coisa vocês, Anatel: foram nomeados por quem para falar tanta besteira em tão pouco tempo?

Reflita sobre o assunto, Anatel. Além de correr o risco de promover um “apagão” na internet brasileira, a limitação de banda pode pegar muito mal para vocês. A população conectada não ficará em silêncio. Vai fazer barulho. E deve realizar coisas ainda piores com as suas estruturas informáticas.

Quem avisa amigo é.

Mudem de ideia enquanto ainda podem.

Atenciosamente,

Um internauta brasileiro (que fará barulho enquanto esse cenário não mudar).