Compartilhe

Hubble

Um quarto de século do lançamento do telescópio Hubble. Um instrumento que aproximou a Humanidade do cosmos como nenhum outro, revolucionando a história da astronomia e oferecendo as mais belas imagens do universo profundo.

A NASA escolheu como imagem para representar esses 25 anos de Hubble o agrupamento de 3 mil estrelas jovens e brilhantes, conhecida como Westerlund 2 (foto acima), que está a 20 mil anos luz da Terra, e que foi definida como ‘um céu de fogos artificiais’.

O Hubble foi lançado pelo ônibus espacial Discovery em 24 de abril de 1990, e revolucionou todas as áreas de pesquisa astronômica, observando em detalhes mais de 38 mil corpos celestes, algumas localizadas a 13 bilhões de anos luz, nos limites do universo observável.

E apesar do atraso de cinco anos no seu lançamento (por conta da tragédia com a Challenger e de sua miopia inicial provocada por um erro no polimento do espelho principal), o Hubble saiu do cenário de maior fiasco da história da NASA para ser uma ferramenta essencial para a pesquisa do universo.

Seu design permite efetuar operações de reparo e manutenção em sua órbita de 560 quilômetros, a uma velocidade de 25 mil quilômetros por hora. O último grande reparo foi feito em 2009, e permitiu a instalação de novos computadores, duas novas câmeras avançadas, um espectógrafo ultravioleta, novas baterias e giroscópios e uma câmera de grande angular WFC3.

Hubble_2

Um quarto de século depois, o Hubble mudou a concepção humana do universo, e do lugar do homem nele. Parabéns!

 


Compartilhe