Compartilhe

Os bons tempos estão de volta!

Bom, não dá para dizer que vivemos bons tempos em tempos de coronavírus. Mas podemos constatar mais uma vez que a nostalgia funciona, pois é a minha geração que agora tem dinheiro para comprar os produtos que sempre desejamos ter em um passado não muito distante.

Por exemplo… o Nokia 5310 Xpress Music é um clássico do passado que está de volta, mas só agora eu tenho a mínima chance em pagar o pequeno preço cobrado por ele. E só posso agradecer à HMD Global por isso.

Por isso… e por trazer a Nokia de volta ao Brasil.

 

 

 

Um clássico repaginado

 

 

Para os leitores mais novos que caíram nesse post no futuro, saiba que o Nokia 5310 Xpress Music foi um daqueles celulares icônicos do passado, com bateria praticamente eterna, design moderno e recursos um pouco mais avançados que os demais telefones móveis de seu tempo.

Ele não era um smartphone, mas trazia recursos inteligentes. Podemos dizer que foi aqui que nasceu o que hoje é conhecido como feature phone, ou seja, um celular pensado na comunicação por voz e mensagens de texto SMS, mas que entrega recursos adicionais como MP3 player, agenda e, é claro, o jogo da cobrinha ou Snake.

Porque não é um smartphone Nokia de verdade se não tiver o jogo da cobrinha.

O Nokia 5310 Xpress Music tem como principais diferenciais oferecer recursos dedicados à música, como controles do seu player em botões dedicados nas laterais e alto-falantes potentes. Além disso, ele entrega o design clássico com o direcional em cruz com botão central e o teclado físico no padrão T9, que muitos leitores mais novos não fazem a menor ideia sobre o que isso significa.

Mas… quem pode querer esse telefone em pleno 2020, a era dos smartphones?

 

 

Bom… eu quero o Nokia 5310 Xpress Music primeiro para ter uma peça de coleção de um dispositivo que foi lendário no seu tempo. Depois, acho que sempre vale a pena ter um telefone reserva e/ou secundário para usar em determinadas situações onde não queremos comprometer a integridade do nosso caro smartphone principal.

Mas, principalmente…

Porque no fundo ainda amamos a Nokia e não deixamos de amar. E, pelo visto, não vamos conseguir deixar de amar. É uma marca que impulsionou a muitos de nós que gostamos de tecnologia. Uma marca que dominou o mercado de forma tão impressionante, que era difícil não percebê-la.

E que bom que a Noka está de volta ao Brasil. Quem sabe o Nokia 5310 Xpress Music não desembarca por aqui?


Compartilhe