vostro_5470

Prometo que é o último post que falo sobre esse tema. Até porque o problema foi resolvido. De fato, todo o processo até que não resultou em tantas dores de cabeça, mas acho importante compartilhar essa experiência com as demais pessoas que contam com um Dell Vostro 5470, e possam encontrar a solução para o seu problema.

Recentemente, relatei que o teclado desse meu notebook decidiu ‘morrer de vez’, o que resultava em uma manutenção complexa: a troca de toda a carcaça superior desse equipamento. Era necessário, pois por ser o meu equipamento para o uso em eventos e coletivas de imprensa, não era nada confortável utilizar um teclado USB em todo lugar.

Porém, esse modelo conta com outra deficiência séria. Uma que considero uma falha de projeto, de concepção de produto. Algo bem óbvio que, na empolgação em comprar um computador ultrafino e mais leve, você não se dá conta que isso pode acontecer. Só percebe quando o problema aparece. E muitos proprietários do Dell Vostro 5470 passaram pela mesma coisa.

rachadura-dell-vostro-02

Não são poucos os relatos de usuários que reclamam dessa rachadura que aparece na lateral superior esquerda do notebook, bem próximo à área de dobradiça de tela. Esse é um problema que, se você pesquisar na internet, vai encontrar em vários relatos em fóruns especializados e vídeos no YouTube.

Aqui, temos uma clara falha de projeto. Sim, pois por mais que alguém argumente que todos esses usuários deixaram o notebook cair do mesmo jeito, mesmo assim, é muito notebook com o mesmo tipo de rachadura, no mesmo local, e em um resultado estético muito similar em todos os casos. É quase uma “conspiração” dos usuários, nesse caso.

Ou seria uma conspiração da Dell, que deveria ter feito um trabalho melhor com o Dell Vostro 5470?

rachadura-dell-vostro

Para começar, o grande problema desse portátil é a fragilidade dessa carcaça externa. Ela é feita de um plástico que, de 0 a 10 em termos de durabilidade, ele pode ser qualificado como “vagabundo”, sem medo de errar. É frágil, extremamente delicado, e não é o melhor para um uso em um computador portátil, nem aqui nem na China (e olha que a Lenovo, por exemplo, faz algo muito melhor).

Sem falar que os mais observadores já viram que esse é um ponto muito débil dessa carcaça, que normalmente tem uma superfície de plástico inteiriça na região da dobradiça de tela, não deixando espaços vazados que podem tornar a carcaça sujeita a quebras nesse nível. Até porque o fator que determina essa ruptura de forma efetiva é a dobradiça de tela do notebook, que diferente da carcaça, é feita de metal, bem mais pesado e resistente.

dobradicas-parte-inferior

Aqui temos a foto da parte inferior dessa dobradiça. Repare como a Dell até foi bem intencionada ao colocar espaço para três parafusos para prender essa peça ao conjunto interno do portátil. Porém, alguém dentro da Dell percebeu o óbvio: que se os três parafusos de cada lado fossem instalados como imaginado, a resistência na articulação dessa dobradiça seria maior, exigindo um maior esforço na hora de abrir e fechar a tampa do notebook… forçando por sua vez a carcaça na área onde está a base dessa dobradiça.

Posso falar isso por conhecimento de causa. Antes de enviar o notebook para a manutenção, eu fiz esse teste, retirando a carcaça inferior e verificando como estava disposto esses componentes, constatei como estavam pelo menos dois parafusos presos na carcaça do notebook, forçando em demasia o movimento da tampa da tela.

Em resumo: um parafuso basta, bem no centro. É o suficiente para garantir o perfeito funcionamento da tam,a sem forçar a carcaça na região problemática. Tal como indicado da imagem a seguir.

parafuso-dobradica

Não estou aqui dizendo que não recomendo notebooks da Dell. Só acho que pelo preço que paguei pelo Dell Vostro 5470, depois de um ano, posso dizer por experiência própria que sua relação custo-benefício é abaixo do esperado. Para um notebook caro desse jeito você pagar por uma qualidade abaixo das expectativas, é minha obrigação alertar o consumidor sobre o que pode acontecer.

Sei que recomendei esse modelo no que se refere à mobilidade e desempenho, mas também acusei problemas (como por exemplo o do módulo WiFi, que era sofrível). Logo, minha isenção sobre o assunto está garantida. Só me resta dizer para aqueles que forem adquirir um modelo desses aquela frase clássica, que sempre pode ser dita para os mais persistentes/teimosos…

…vocês foram avisados!