Escondidas em posição fetal, em um canto escuro, chorando, gemendo e com medo. Ou um tanto quanto indiferentes para esse mercado.

A liderança da Apple no mercado de wearables é real, é cruel, e com uma vantagem que é digna de chamarmos de surra. Mas antes de você ligar para a polícia para denunciar o ato (diferente de certas pessoas que compartilham vídeos de escatologia nas redes sociais alegando que é ‘denúncia’ mas só serve para ferrar com a imagem do Brasil no mundo), é preciso lembrar que a ‘culpa’ não é da Apple. É (quase) dos demais.

É importante ressaltar aqui que uma das grandes responsáveis pela Apple dominar o mercado de wearables – o que resulta em muitos fanbyos andando nas ruas com o peito estufado se achando donos do mundo – é o simples fato do Google não dar a devida importância para esse tipo de produto.

O WearOS é um pobre abandonado nas ruas brasileiras e internacionais, sem um lar ou fabricante para morar, e nem o seu pai, o desnaturado do Google, quer cuidar dele. O resultado disso é o mercado deixando de ter uma plataforma que poderia ser forte o suficiente para dar uns socos no watchOS da Apple.

Os outros fabricantes decidiram criar os seus próprios monstrinhos, o que não é uma estratégia ruim. Particularmente, me agrada. Mas esses mesmos fabricantes precisam mostrar a que veio. Ou objetivar melhor quais são os principais atributos dos seus relógios inteligentes.

Na Apple a gente ao menos sabe que é para salvar vidas em caso de variação cardíaca ou quedas, e para a ostentação sem limites. E os smartwatches com Tizen? Servem para quê? Para animar os hipsters? Nesse caso, seria melhor usar um smartwatch da LG mesmo, com o sistema da Apple (mais hipster, impossível).

Entendo que a Apple vai seguir dona da p*rr* toda nos wearables por mais algum tempo. E isso, porque eu estou falando de um relógio inteligente (o Apple Watch Series) que não chega perto de ter uma autonomia de bateria de respeito e não é tão diferente assim dos demais nas funcionalidades.

Enquanto isso, eu fico com a minha Amazfit Bip, que me faz feliz e preservou os meus dois rins intactos na hora da compra.