Não me entenda mal, amigo leitor. Aliás, me entenda muito bem. Se você se identificar com o quadrinho a seguir (que está em inglês), e achar que sou um babaca por publicar isso na internet, eu vou dizer “qual é a parte do ‘algumas pessoas’ que você não entendeu?”.

Entendo que esse tipo de coisa afeta uma pequena parcela da população conectada. E, mesmo assim, a situação a seguir acontece de tempos em tempos. Por fim, um idiota sempre será um idiota, com ou sem smartphone.

diner-out

Via