Início » Tecnologia » As telas enroláveis da TCL

As telas enroláveis da TCL

Compartilhe

Mais uma tendência clara da tecnologia para os próximos anos é a chegada de mais dispositivos com telas flexíveis ou enroláveis. Agora que a família Galaxy Z Fold da Samsung deu certo, todo mundo vai querer surfar nessa onda de alguma forma. Incluindo a TCL, que apresentou na CES 2021 duas propostas com esta tecnologia.

A primeira é a Printed OLED Scrolling Display, que é uma tela enrolável de 17 polegadas que pode ser chamado de “pergaminho digital”… só que não (um nome estranho). A segunda proposta é apenas uma tela AMOLED de 6.7 – 7.8 polegadas, voltada claramente para os smartphones.

Vamos conhecer um pouco mais desses conceitos.

 

 

 

Telas enroláveis para você não se enrolar

 

 

O objetivo de oferecer dispositivos de tecnologia com telas enroláveis é ocupar menos espaço no bolso da calça ou na mochila, ao mesmo tempo que entregam um maior espaço de interação na tela com os sistemas operacionais e aplicativos em execução.

A TCL não revela se vai lançar dispositivos com essa tecnologia de tela no futuro, mas pode muito bem oferecer essas telas para outros fabricantes. Lembrando que, a partir de agora, a marca passa a ser concorrente direta da LG nesse mercado, uma vez que todo mundo sabe que os sul-coreanos também estão trabalhando em telas com essa tecnologia.

As telas enroláveis da TCL podem reproduzir 100% da gama de cores, o que deve melhorar de forma sensível a qualidade final das imagens em exibição. Seu custo de produção promete ser 20% menor que o das telas tradicionais, o que deve ajudar na massificação dessa tecnologia no mercado de dispositivos eletrônicos.

Sobre a pequena tela AMOLED pensada para os smartphones, o conceito é auto explicativo: o dispositivo pode virar um pequeno tablet, mas sem aumentar a sua espessura. A TCL afirma que o smartphone enrolado teria 10 mm de espessura, com um raio de curvatura de tela de apenas 3 mm.

Sobre a vida útil dessas telas, a promessa é que o mecanismo de enrolamento (nem sei se essa palavra existe) conte com uma vida útil de até 100 mil acionamentos. Ou seja, se você enrolar e desenrolar o smartphone 100 vezes por dia, ele vai durar menos de três anos.

 

 

 

Quando isso tudo vai chegar até você?

 

Não há uma previsão concreta, nem mesmo para a implementação desta tecnologia em futuros dispositivos. De qualquer forma, ao menos agora você sabe que a tecnologia existe, que a TCL está pensando nisso, e que em um futuro próximo você pode enrolar o seu tablet e guardar na mochila, ou enrolar o smartphone para acomodá-lo no bolso da calça… e assustar algumas pessoas com isso… se é que você me entende…

 


Compartilhe