É isso mesmo. Alguém no Canadá está processando a Apple porque o seu Apple Watch se rachou.

Não é tão absurdo quanto parece. A vitima possui um Apple Watch Edition (serie 3) com tela de safira e corpo de cerâmica.

O demandante alega que a parte traseira do Apple Watch atraia o nome de metal, e se existem abrasões sem ação do usuário, temos aqui um indício forte de forma de pensar.

As mesmas abrasões pode acontecer na tela quando a pulseira é trocada. Mias uma vez, a Apple negou tal fenômeno.

 

 

Assim como uma unidade da Apple Store, que se recusa ao porque era um dano cosmético. Então, não restou ao usuário processar a empresa, alegando que o evento provocou provocou ‘estresse mental e expressões que ocorriam pelo tempo perdido que jamais pode ser recuperado’.

É alegado que a Apple mente para seus consumidores, com promoções falsas e promessas que jamais serão cumpridas.