Compartilhe

O TikTok é o lugar perfeito para pessoas criativas, e motivos para produzir vídeos interessantes e irreverentes na pequena plataforma de vídeos. Mas nesse caso… eu realmente não sei se queria ver isso. E se você ama os lanches do McDonald’s também.

O Burger King tem as melhores batatas fritas de fast food. Isso é um fato, e eu não me importo se você pensa diferente de mim. Aliás, as batatas com os anéis de cebola dessa franquia de fast food são dois dos motivos pelos quais eu prefiro investir o meu suado dinheiro aqui e não no McDonald’s.

Por outro lado, também é um fato consolidados que os hambúrgueres e as batatas fritas do McDonald’s também são as mais populares do mundo. E algum motivo deve ter além do sabor para explicar esse fascínio das pessoas pelos lanches do palhaço assustador.

Seria por causa da… durabilidade?

 

 

 

24 anos preso em um armário

 

 

Uma usuária do TikTok decidiu mostrar ao mundo como que um lanche do McDonald’s sobrevive a 24 anos de prisão em um armário, e eu realmente não acho que isso é algo que você queira ver antes da sua hora do almoço.

Um dos lanches que sobreviveram ao passar do tempo no McDonald’s (que nasceu nos Estados Unidos em 1955) foi o Big Mac. É o lanche mais conhecido da franquia, e me arrisco a dizer que é o mais vendido no mundo. E, em algumas oportunidades, as redes sociais tiveram a “oportunidade” de documentar a sua sobrevivência literal.

Pois bem, uma usuária do TikTok relatou a sobrevivência de uma unidade do Big Mac com um pacote de batatas fritas que ficaram dentro de um armário desde meados dos anos 90.

E é claro que o resultado foi surpreendente. Caso contrário, esse post não existiria.

Você pode conferir o vídeo clicando nesse link.

 

@aly.sherb

Make this go viral, y’all #grandparentsoftiktok #mcdonalds #fyp #decadechallenge #foryou #happymeal

♬ original sound – aly.sherb

 

O vídeo foi publicado por @aly.sherb, e mostra como estava a comuda do McDonald’s que ficou escondido dentro do seu armário em uma caixa de sapatos desde 1996. Tudo ficou intacto, do jeito que estava na época, incluindo o saco de papel original até o papel que envolvia o lanche, incluindo o pacotinho com as batatas fritas.

Talvez a parte mais surpreendente desse experimento seja a falta de molho na comida que, por sua vez, não apresentava qualquer aparência de decomposição. Já as batatas fritas não contam com boa aparência, e estavam levemente descoloridas. Porém, também não contavam com aparência de podre ou deteriorada.

Obviamente, não dá para saber que gosto tem tudo isso, ou o que iria acontecer com a pessoa que tivesse a audácia em degustar o alimento de 24 anos. Mesmo assim, apesar da carne aparentar um pouco de desidratação, ela estava perfeitamente encaixada no pão.

Esta não é a única história de conservação de um lanche do McDonald’s que sobreviveu por décadas. Em janeiro de 2020, um homem de Utah mostrou um hambúrguer comprado em julho de 1999, com o claro objetivo de registrar sua deterioração. Porém, ele rapidamente se esqueceu do lanche no bolso de um agasalho.

Duas décadas de esquecimento depois, e também não foram percebidas grandes mudanças aparentes.

E o meu medo em seguir comendo os lanches do McDonald’s só aumentou após escrever esse post.

 

 

Via Eat This, Not That


Compartilhe