O Game Boy completou 30 anos de seu lançamento no Japão, e o produto era à frente do seu tempo, passando para a história por ser o primeiro console portátil da Nintendo e por várias outras coisas.

O produto começou nos escritórios de design da Nintendo quase como um experimento, e terminou revolucionando o mercado, inciando um novo formato de entretenimento móvel. No final dos anos 80, os minigames não conseguiam competir com os videogames tradicionais, mas o Game Boy mudou todo.

Mesmo com uma tela pequena, monocromática, e com gráficos bem abaixo dos padrões dos consoles (e a dependência de baterias), este era um console que você levava para qualquer lugar na mochila e trocava de jogos a qualquer momento.

O Game Boy era compatível com os Gamepacks, cartuchos baseados na tecnologia PROM que armazenava os jogos. O seu game estrela foi o Tetris, que virou um fenômeno de massas, e um dos maiores impulsionadores do console. O número de títulos aumentou rapidamente com o apoio de estúdios como Capcom, Konami, Enix, Namco e vários outros.

 

 

 

Por causa desses fatores, o seu sucesso foi incrível. O Game Boy é, de forma oficial, o terceiro console mais vendido da história dos videogames e um dos mais longevos com as novas versões como Advanced e Color, acessórios, o preço relativamente baixo e a grande biblioteca de jogos.

Se Tetris impulsionou o se início, Pokémon arrasou no final dos anos 90, e a retrocompatibilidade de jogos entre versões foi outro grande gol de placa para o seu sucesso. Tudo isso fez o Game Boy sobreviver e enterrar todos os seus rivais na época (SEGA Game Gear e Atari Lynx), que contavam com características técnicas superiores, mas não tinham a popularidade do console da Nintendo, nem o seu preço sugerido de US$ 89,95. Muito barato para a sua época.

São estimados 118.69 milhões de unidades vendidas do Game Boy e mais de 200 milhões de sistemas com a marca Game Boy entre o início dos anos 90 e 2005. O Nintendo DS renovou a proposta de videogames portáteis da empresa, e foi outro sucesso de vendas, mesmo com o fiasco do Wii-U tentando atrapalhar.

 

 

Os 30 anos do Game Boy através dos seus vídeos comerciais

 

 

O comercial de Tetris para Game Boy foi um dos primeiros de uma série, e ajudou a promover console e jogo, com a ajuda do Robocop como convidado.

 

 

Hoje, a Nintendo se comunica diretamente com os fãs através do Nintendo Direct. Mas em 1989, a internet como conhecemos nem existia, e a Nintendo apresentava os seus produtos em comerciais para a televisão.

 

 

Os adultos foram o alvo inicial do console, especialmente quando qualquer tipo de compra de games implicava em um alto investimento em novas tecnologias. Os vídeos mostram diversos cenários esportivos que estão relacionados ao videogame.

 

 

Porém, o Game Boy esteve muito presente no publico adolescente, com comerciais recheados de cenas caóticas, música de rock e grafites, em um tom festivo que a Nintendo conservou com o passar dos anos.

 

 

A data de lançamento do Game Boy de 21 de abril de 1989 é referente à chegada do produto ao Japão, e o console só chegou em outros mercados meses ou anos depois. Uma curiosidade histórica: a Nintendo utilizou três garotos australianos para o primeiro vídeo promocional do produto.