Eu reconheço que não são todas as pessoas que estão por dentro de todos os paranauês da tecnologia. Muito pelo contrário: a esmagadora maioria pouco ou nada entende do assunto, e não tem nada de errado nisso. Logo, a desinformação alheia não pode ser vista como ponto de crítica imediata, e é a minha função como produtor de conteúdo de tecnologia procurar esclarecer as pessoas sobre como funciona esse louco mundo tech.

Por outro lado, observo que alguns fabricantes de tecnologia, em momentos pontuais, apostam na desinformação das pessoas para ludibriá-las, empurrando ideias que não se aplicam na prática. Induzir o consumidor ao erro é uma das táticas de alguns fabricantes para vender mais produtos.

No caso da situação que abordo nesse post, temos uma combinação das duas coisas.

O iPhone X não foi o primeiro smartphone do mundo a contar com o notch na tela. Essa honra pertence ao Essential Phone ou, sendo ainda mais preciso, ao Sharp Aquos S2. Mesmo assim, foi por causa do iPhone X que a maioria dos fabricantes abraçou essa característica de design, e a maioria das pessoas (também motivadas por uma certa dose de desinformação) entendem que todo mundo se inspirou no telefone da Apple.

O notch no iPhone existe para entregar uma tela quase sem bordas, abrigando naquela monocelha as câmeras e os sensores necessários para o funcionamento do FaceID. Nos demais smartphones, a coisa é um pouco diferente, pois nem todos contam com um sensor de reconhecimento facial, e o notch acaba sendo algo mais estético do que funcional.

Pois bem, Courtney Davis entrou com um processo contra a Apple no Distrito Norte da Califórnia, por entender que foi enganada por algumas das imagens de marketing utilizadas pela Apple para promover os seus novos smartphones, o iPhone XS e iPhone XS Max.

 

 

Quando ela olhou para essas fotos, ela pensou que o iPhone XS que ela comprou não contava com o notch. O processo explica que é difícil perceber o detalhe de design em uma imagem com o fundo preto, tal e como a Apple utilizou para promover o produto.

Mesmo que algumas imagens promocionais do smartphone não exibam o notch, muitas outras imagens exibidas no próprio site da Apple mostram o iPhone XS com o notch de forma bem clara. De fato, no item Tela da página de Especificações Técnicas do produto, o notch é bem visível.

De qualquer forma, Davis pede à Apple uma indenização por danos e prejuízos. Também faz referência ao fato da Apple ter superestimado a quantidade de pixels na tela por causa dos cantos arredondados.

Eu nem precisava dizer isso, mas… a Apple já ganhou a causa. E estamos diante de um claro cenário de uma pessoa que pouco ou nada entende de tecnologia, nem mesmo a ponto de pesquisar a fundo sobre o produto que quer antes de investir o seu dinheiro nele.

E, acredite: não são poucas as pessoas que pensam e agem como a Sra. Davis. É mais comum do que parece. E, para essas pessoas, precisamos ter uma enorme dose de paciência para mostrar como é o mundo da tecnologia.